A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO XL – A HISTÓRIA DE MÍRIAM, A MÃE (continuação).

Deixe um comentário

Ela teve de se esforçar muito para finalmente despertar sua Natureza Búdica adormecida na Matéria.

Ela teve de se esforçar muito para finalmente despertar sua Natureza Búdica adormecida na Matéria.

O dia, para elas, arrastou-se como lesma. Estavam ansiosas para retornar e retomar a audiência da história fantástica que lhes contava Míriam, a mãe de quase todas. Míriam de Magdala rememorava cada palavra ouvida, principalmente as de Jeroboão, e tentava se ver enquadrada naquela história que lhe parecia além da compreensão e por demais fantasiosa. No entanto, só ela sabia o quão especial era o homem com quem se casara. Ao lado dele sentia-se protegida como se estivesse no meio de uma legião romana. No entanto, ele era pacífico, brincalhão e totalmente avesso à violência. Tratava a todos como iguais, embora, às vezes e até com muita freqüência, falasse duro com alguns. Principalmente com os arrogantes e egoístas. Embora não fosse adepto da espada, nem por isto condenava os guerreiros, fossem eles romanos ou de outra nacionalidade. Dizia que todos tinham um destino específico a cumprir e as guerras eram todas idealizadas pelo Criador, pois este sabia do que a raça dos homens precisava em dose de dor e sofrimento para quebrar a casa da prisão material em que se encontravam.

E quando estavam ao redor da fogueira, alimentadas e descansadas, todas esperavam que Míriam, a mãe, retomasse sua narrativa. Foi o que ela fez, ao ser incentivada por um gesto de cabeça de Jeroboão. Mais

COMISSÃO DA VERDADE… MAS A VERDADE DE QUEM?

Deixe um comentário

"E eu, que vivi por dentro toda a podridão do PT posso ratificar o que você diz e posso dizer muito mais..."

“E eu, que vivi por dentro toda a podridão do PT posso ratificar o que você diz e posso dizer muito mais…”

Nunca, antes, nosso país foi o país da MENTIRA, da DESFAÇATEZ, da POUCA-VERGONHA, do ASSASSINATO POR INTERESSES PARTIDÁRIOS espúrios e criminosos. Há, nestes anos de des-governos bandalhas e petralhas, uma piscina olímpica de sujeira e imundície no cenário político nacional brasileiro. E tudo começou, insisto, após o retorno dos que não deviam ter tido qualquer chance de retornar – os cassados de 1964 e anos seguintes.

Não vieram com a intenção de tomar o país das mãos dos que os tinham banido temporariamente do Brasil para dar continuidade às benfeitorias que eles haviam implantado aqui. Vieram com a intenção clara de desconstruir tudo o que os revoltosos haviam conseguido, pois, para qualquer político, o que seu antecessor fez é ato contrário ao engrandecimento do novo governo. Dar continuidade a obras de opositor? Nem pensar! O povo, a Nação, não interessa ao político. Interessa-lhes seu enorme EGO e seu partido político. Seu ego tem de ser inflado permanentemente. Por isto, não pode prosseguir de onde o antecessor e adversário parou. Se aquele fez algo muito bom, então, o novo governo deve pugnar por desconstruir aquilo ou será visto por seu partidão como calça frouxa e traidor.

O Brasil e a Nação de Brasileiros não é prioridade para qualquer partido político. Para eles, a prioridade é o dar-se bem para os que são filiados à sigla e nela e por ela atuam antolhados contra a Justiça e o sentimento de patriotismo. Para estes, sim, as benesses. Para o rebotalho que é toda a Nação de não filiados, o desprezo e o desrespeito. Mais

DISSONIAS E PERIGO DE MORTE ENQUANTO SE DORME.

Deixe um comentário

Aqui estou eu, vivinho da silva, ao lado do amigão que já se foi desta para melhor, muito melhor.

Aqui estou eu, vivinho da silva, ao lado do amigão que já se foi desta para melhor, muito melhor.

Desperto lá pela madrugada “fechada” (perto da uma hora da madrugada). Estou paralisado. Meu tórax está vazio de ar e tenho dificuldade de tomar plena consciência do que me sucede. Não consigo mexer nem mesmo a falangeta do dedo mínimo de minha mão direita, já que a esquerda está sob o corpo. Estou deitado de lado, quase de borco sobre o lado esquerdo. Há uma tremenda necessidade de ar em meus pulmões, mas não consigo inspirar. A consciência começa a clarear e a luta pelo ar se torna intensa. Ao meu lado, ressonando, minha mulher está quieta. Penso em tocá-la para que ela mexa em meu corpo. Tenho a certeza, e não sei de onde ela me vem, que se meu corpo for mexido eu consigo respirar. Mas como me encontro totalmente paralisado, não posso mexer nem mesmo a ponta do dedo mínimo, quanto mais me virar para tocar no corpo de minha mulher. A luta é só minha e a premência pelo ar já se faz muito incômoda. Concentro-me em obter meios de fazer que meu tórax se dilate e aceite o ar entrar em meus pulmões. E aí me vem a consciência de que há alguma coisa errada com minha garganta. Ali parece haver um estreitamento que não permite que o ar prossiga além das fossas nasais. Fico tentando inspirar, mas apenas “ouço” um leve tique, como se algo não conseguisse se ligar. A premência por ar começa a me incomodar muito. Mas mesmo ansioso, meu coração não acelera. Nada em mim sofre alteração, exceto a percepção de que se não conseguir respirar logo vou perder a consciência e aí… Babau. Mais

AVISO AOS MEUS LEITORES.

Deixe um comentário

Se a enxurrada de propaganda que incomoda o está aborrecendo, reclame com o pessoal do WORDPRESS. Eles me aporrinham até quando estou escrevendo um post. É um saco! Desrespeito total pelo blogueiro e pelo leitor do blog. Mas isto é a EDUCAÇÃO furiosa do MARKETING agressivo. O que fazer? Talvez eles sejam agressivos devido mesmo ao retorno da INFLAÇÃO que está retirando uma boa parcela de compradores do MERCADO. Vai daí que eles, os propagandistas de plantão, têm de invadir o que puder, na esperança de empurrar goela-abaixo suas ofertas. Mas se querem um conselho, façam como eu: mandem fechar rapidinho estes mosquitos do Mercado. É o melhor remédio.

O QUE SE PROCURA É O PRAZER, NÃO O RESPEITO À VIDA.

Deixe um comentário

Ela é produto da des-Educação que os Partidos Políticos cultivam descaradamente em nossa Sociedade.

Ela é produto da des-Educação que os Partidos Políticos cultivam descaradamente em nossa Sociedade.

Diariamente ouço e vejo no noticiário BOM-DIA, GOIÁS, que mães, em todo o Estado, descartam filhos recém-nascidos em latas de lixo ou simplesmente os jogam no mato, embrulhados em qualquer coisa, desde papel de jornal até sacos plásticos. Há as que simplesmente não ligam a mínima para os filhos menores de um ou até três anos. Saem pela manhã e, mesmo tendo comida em casa, não se dão ao trabalho de alimentar as crianças e são os vizinhos que, penalizados, tomam a iniciativa de fazer o que era a obrigação das mães. No entanto, são estas mulheres que vão às apresentações “sertanojas” (sertaneja é a música do sertão nordestino e, não, a coisa aberrante criada por paulistas ignorantes e piorada pelos iletrados miadores goianos) berrar e chorar histericamente diante dos “miadores sertanojos”, cujas músicas não têm qualquer poesia, senão o chamamento ao coito a qualquer custo e de qualquer jeito. Ontem fui ao centro da cidade buscar a “Gertrudes” (minha bicicleta elétrica) e ouvi do jovem que trabalha com o pai na mesma loja, que ele estava espantado pela reação das jovens diante dos “miadores sertanojos”. Uma jovem, de não mais que 18 anos, se tanto, gritava, a seu lado, em pranto e histericamente para o sertanojo Luan Santana: ” Minha buceta é tua! Eu sou tua! Vem me comer!” E para mostrar que não estava exagerando me mostrou seu celular. Nele pude ver o filme que ele fizera da jovem e ouvi-la gritando em prantos a oferta que tanto ofendeu ao jovem.  Mais

BAIXARIA. ATÉ QUANDO CANDIDATOS VÃO DESRESPEITAR SEUS CORRELIGIONÁRIOS, OS ELEITORES?

Deixe um comentário

"Ai meu São Puto da Roubalheira, ajudai-me a vencer a maldita Lei da Ficha Limpa e eu lhe garanto meter a mão no melado com muito mais fé."

“Ai meu São Puto da Roubalheira, ajudai-me a vencer a maldita Lei da Ficha Limpa e eu lhe garanto meter a mão no melado com muito mais fé.”

O vício da teta governamental é pior do que o vício do crack. Qualquer um que entre no SISTEMA fica imediatamente contaminado pelo vício da CORRUPÇÃO. Para tanto, tornam-se imediatamente APÁTRIDAS e a seguir MENTIROSOS CONTUMAZES. Em terceiro lugar, têm sua tendência à GANÂNCIA estimulada até à estratosfera. Isto é o aleijão chamado SISTEMA POLÍTICO brasileiro, de onde, atualmente, um nome ressalta com todo o brilho do descaramento no cenário político do Distrito Federal: José Roberto Arruda. Flagrado sem-vergonhamente em atos imorais de traição ao País, vendendo-se como carne podre no açougue vagabundo da polititica, batalha ferozmente para voltar ao cenário repugnante dos Ladrões de Colarinho Branco. E, pasmem, por pouco não consegue.

MENTIRA da Dilma: “A Marina vai acabar com o bolsa-familia, o bolsa-escola, o Minha Casa, Minha Vida e vai por aí a fora”. Imediatamente após Dilma ter deitado estas mentiras nos ares do NORDESTE e do NORTE, onde a maioria esmagadora é de miseráveis ou limítrofes do estado de miserabilidade, Marina parou de crescer naquelas regiões brasileiras. Todos os já viciados nas bolsas-esmolas e no açambarcamento das casas populares pelos filiados ao PT (quem não se filia não ganha sua casa sua vida). Este estratagema deu o resultado que os desesperados petralhas precisavam para ganhar fôlego e ter esperança de manter lá no Olimpo Brasileiro a bunda flácida da Aloprada do Planalto. Afinal, ela precisa consolidar o status de Heróis Nacionais dos Petralhas pegados com a mão no melado e a boca na botija do dinheiro público. Nem vale a pena dizer aqui novamente seus nomes, visto que até os que dormem nas sarjetas das cidades brasileiras os conhecem de sobra. Eles precisam ser endeusados e transformados em Construtores da História do Brasil. Sem isto, o mandato da Aloprada do Planalto não terá valido. Certamente um deles um dia porá seu rabo na Cadeira Quente do Palácio do Planalto e aí, salve-se quem puder. Mais

HOME, IN QUI É QUI VANCÊ É VICIADO?

Deixe um comentário

Este velho me deu um nó na moleira...

Este velho me deu um nó na moleira…

A pergunta de Orozimbo me pegou desprevenido. Fiquei a olhar para ele, intrigado. Não com sua pergunta, mas com o conteúdo do questionamento. Eu nunca me perguntara em quê eu era viciado, pelo menos não até aquele momento.

Quando meu amigo chegou, às 7:45 horas de ontem, eu estava sentando na varanda de casa, protegida por duas lonas contra o sol já causticante e furioso, olhos fechados e repetindo mentalmente o que transformei em mantra para mim: “Meu Reino não é Deste Mundo“. Esta sentença Jesus proferiu quando Herodes lhe perguntou se ele era o Rei dos Judeus. Embora Reza Aslan defenda a tese de que quando Ele disse isto referia-se ao reino de Herodes e, não, ao reino humano, rebuscando em velhos alfarrábios descobri que todas as boas traduções são taxativas: Jesus empregou o demonstrativo DESTE e não DESSE. Mesmo em versões bíblicas em latim o demonstrativo foi DESTE e não DESSE. Em português isto faz uma grande diferença. Ao empregar DESTE, Jesus se referia ao reino humano, onde Ele estava de passagem. Se tivesse empregado DESSE, ter-se-ia retirado do conjunto relativo ao reino de Herodes, mas não se teria retirado à condição humana.

Abri os olhos e olhei para meu velho amigo com o cenho franzido. Fazia 20 minutos que eu lhe tinha franqueado a entrada e retornara a me entregar à concentração, visando varrer de minha mente e de meus pensamentos assuntos desagradáveis, centrados todos em valores fúteis tidos como válidos por todos. Como de costume, ele percebeu o que eu fazia e não interferiu. Acendeu seu pito, sentou-se em seu toco e ficou quieto até quando finalmente resolveu quebrar minha concentração. Mais

Older Entries

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 127 outros seguidores