E AGORA, COMO VAI SER?

Deixe um comentário

"IH!!! Eu saí de novo na mídia! Sou bom mesmo, não sou não?"

“IH!!! Eu saí de novo na mídia! Sou bom mesmo, não sou não?”

E eis que leio na Folha de São Paulo: Em setembro, a revista “Veja” divulgou nomes de 12 políticos que constariam nos depoimentos de Paulo Roberto Costa, dentre eles, Renan Calheiros (PMDB-AL), Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), Roseana Sarney (PMDB-MA) e Eduardo Campos (PSB-PE). A revista mencionava também o tesoureiro nacional do PT, João Vaccari, que não aparece no documento apresentado pelo “Estado”.

A pergunta, agora, é: o que vai dar para os cabeções que estão sempre no primeiro lugar de todas as listas de falcatruas havidas no nosso país? Quem ousa responder?

Mas a coisa não para por aí, não. Lembram-se daquele impoluto cavaleiro armado em seu cavalo branco investindo contra todos os bandidões? Falo de um petista jovem, bonitão, que impressionava por sua “coragem inabalável”. Pois bem, ele também está no rolo. Seu nome? Lindbergh Farias (PT). E tem ainda uma das queridinhas de Dilma, a ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann. E não poderia faltar o Antônio Palocci, além do ex-presidente do PT, Sérgio Guerra, que comprou uma CPI que investigava a PETROBRÁS por 10 milhões (isto foi antes que a PF se assanhasse pra cima dos petralhas). Mais

O QUE VAI PELO NOTICIÁRIO É ASSOMBROSO.

Deixe um comentário

Ele foi vítima da ditadura da beleza, segundo os padrões vigentes.

Ele foi vítima da ditadura da beleza, segundo os padrões vigentes.

Ouço nos noticiários uma seqüência de morte de crianças sufocadas e desidratadas, esquecidas dentro de automóveis por pais ou pessoas que delas deviam cuidar. E também ouço pessoas condenarem os pais pelo “crime” ou “assassinato” de seus filhos.

Leio nos jornais de grande circulação que a Rússia está de chapéu na mão, a Europa treme de medo porque foi a causadora desta desgraça com um embargo comercial feito àquele gigante bélico, e os EUA, ainda combalidos mas lutando bravamente para sair do buraco econômico-financeiro, decidiram no peito e na raça reatar a diplomacia com CUBA, que ficou 50 anos alijada do mundo dos negócios devido aos desvarios de Fidel e, mais ainda, devido a que, no tempo da Guerra Fria (EUA X URSS) aquela ilhota quase serviu de base de mísseis atômicos russos apontados para o território americano. A situação do povo russo se agrava porque o petróleo, esta desgraça para a humanidade, anda despencando no Mercado e a pobre Rússia fundamentava sua economia no sangue negro da Terra.

Leio, ainda, que o Papa Francisco trabalhou habilmente para convencer Barack Obama a, contrariando os conservadoristas americanos, reatar a diplomacia com os cubanos. Afinal, o Papa vê a pessoa humana e, não, o indivíduo polititica de qualquer país. Mais

TÔ DE RESSACA POR FALTA DE SONO.

2 Comentários

Maldito triceps!

Maldito triceps!

Detesto quando perco o sono à noite e fico rodando na cama vendo as horas se arrastarem como lesma de pileque. Não tenho nada para escrever, pois me falta vontade até de ler algo que preste. Das intrigas do PETROLAÇO já estou cheio. Está em tudo que é jornal e revista. É só passar numa banca de jornal. Nem precisa comprar. E se estiver com preguiça, basta ligar sua TV e pronto. Ou você ouve sobre o PETROLAÇO, ou ouve sobre alguma coisa inventada pela Globo para manter no ar as mesmas caras já enjoadas de seus “astraços” e “estrelaças”. É um porre! Mais

SAI DE FININHO QUE AÍ VEM BOMBA.

Deixe um comentário

"Olha que mar, que rios, que florestas/A Natureza aqui, perpetuamente em festa/ É um seio de mãe a transbordar carinho"

“Olha que mar, que rios, que florestas/A Natureza aqui, perpetuamente em festa/ É um seio de mãe a transbordar carinho”

Era uma vez uma terra mágica, riquíssima, deitada em berço esplêndido, ao sol do mar e à luz do céu profundo. Nela havia milhares de sabiás que cantavam nas folhas das palmeiras, destemidos e alegres, ouvindo o desafio dos bem-te-vi e o grito dos quero-quero. Um terra em que seus habitantes, simples silvícolas respeitadores da Natureza, pensavam que a tinham somente para si. Chamavam-na de Pindorama porque tinha muitas palmeiras onde cantavam os sabiás. Mas um dia velas brancas anunciavam a morte de Pindorama vinda do mar azul…

De castelos medievais vieram as mentes também medievais e destruíram Pindorama.

De castelos medievais vieram as mentes também medievais e destruíram Pindorama.

Também era uma vez, naquele mesmo tempo do era uma vez de Pindorama, uma terra envenenada por crenças imbecilizadas, ditadas pela Autoridade Eclesiástica, a cujo solo fez empapar de sangue de inocentes em suas cruzadas a que chamou de Santa Inquisição. Ao contrário da pacífica e linda Pindorama, as terras além-mar tinham um povo temeroso a um Deus vingativo, rancoroso, sanguinário e mentiroso. Um deus cópia aleijada daquele já perverso adorado pelos milenares hebreus.

"Tá falando mal de mim, de novo, é?"

“Tá falando mal de mim, de novo, é?”

Também era uma vez, naquele mesmo tempo do era uma vez de Pindorama, outra terra de povo aguerrido, conquistador, ganancioso, mentiroso, traidor e governado por intrigas intestinas, onde um êmulo da Autoridade Eclesiástica ficou conhecido como Eminência Parda porque, por detrás dos bastidores da polititica da época, tecia as maiores traições e planejava a tomada do Poder venal para si, desprezando o Poder Maior, o Religioso Verdadeiro. Mais

CLIMA. SERÁ ESTE NOSSO TORTURADOR NOS PRÓXIMOS ANOS?

Deixe um comentário

E vamos pensar, já que perdemos o sono devido a um torcicolo.

E vamos pensar, já que perdemos o sono devido a um torcicolo.

Mais da metade do ano passado, mais ou menos a partir de abril, o Centro-Oeste do Brasil literalmente pegou fogo. O calor era tanto que era desesperador sair à rua entre as 9 horas e as 16 horas. Eu cheguei a mandar fazer seis camisas de manga comprida para aliviar as queimaduras do Sol em meus braços, quando saía de bicicleta elétrica para ir ao centro da cidade. A nuca ardia como se tivesse passado pimenta ali. Tudo estava esturricado na terra. Nem uma gramínea verde para quebrar a monotonia do cinza-terroso que premiava o olhar ao nosso redor. O asfalto, em alguns pontos onde ele ainda havia em bom estado, derretia sob os pneus dos carros. Até sob nossos pés a gente o sentia amolecido. Não grudava em nossos sapatos porque está velho, despedaçando como pele engelhada de gente branca. 

Clima. Eis o carrasco que vamos enfrentar em futuro imediato. Assim que terminar este período chuvoso, que, para minha surpresa está bastante copioso, ao menos sobre as cidades e deixando o campo a “ver navios”, creio que virá novamente aquele bafo de diabo zangado sobre a gente. Mais

QUEM COM MUITAS PEDRAS BOLE UMA LHE DÁ NA CABEÇA.

Deixe um comentário

É, o negócio é assistir de camarote. De preferência bem longe do palco fétido...

É, o negócio é assistir de camarote. De preferência bem longe do palco fétido…

Os “santinhos do pau oco” encontraram um lugar no rio de lama em que foram mexer onde não há vau para eles. Pensavam em somente bater nas Forças Armadas. Expor ao mundo uma corporação malvada, cruel, assassina, pior que o Estado Islâmico e conseguir, com isto, voltar contra os fardados brasileiros o ódio acéfalo dos que, aqui no Brasil, nem tinham ainda nascido quando tudo aconteceu por culpa dos “inocentes” mesmos; no exterior, esperavam contar com o apoio dos socialistas, dos comunistas, dos esquerdistas, dos bandidistas, dos “patifistas”, dos “perdidistas”, enfim da quadrilha toda dos “istas” de esquerda e vai por aí a fora. Mas o feitiço virou contra o feiticeiro. Agora, vozes começam a exigir que o Brasil vá adiante na investigação dos crimes cometidos durante a tão execrada Tirania Militar e também investigue e exponha ao mundo os crimes que eles, os “coitadinhos” daquela época (e que agora mandam e desmandam no nosso país e afundam a PETROBRÁS) sejam também investigados, expostos a público e punidos. Só assim, dizem aquelas vozes estrangeiras, o Brasil poderá dizer que realmente é um país justo e Democrático. 

E agora, José? Como diziam meus avós: “Quem com muitas pedras bole, uma lhe dá na cabeça”. A Aloprada e sua gangue de “vinditeiros” já começam a achar que não foi uma boa idéia ir com tanta sede ao pote de m… Mais

NO EXERCÍCIO DO CARGO DE PRESIDENTE DE UMA NAÇÃO, TEIMOSIA É BURRICE.

1 comentário

A bruxa do PETROLÃO, protegida e queridinha da Aloprada: Graça Foster.

A bruxa do PETROLÃO, protegida e queridinha da Aloprada, Graça Foster, quis bater em retirada, mas sua fada madrinha disse não….

Graça Foster, leio na Folha Digital, foi à “chefa” pedir dispensa da Presidência da Petrobrás. Mas a Aloprada do Planalto não aceitou sua demissão. Agindo assim, seja por qual razão seja, a Aloprada coloca sua “amiga” em tremenda saia justa. Será vingança? Se é, como ficamos nós, o Brasil, diante do julgamento do Mundo? Na América do Norte quem tinha papéis da PETROBRÁS tratou de se livrar deles e a empresa enfrenta um processo que poderá causar-lhe mais uma sangria violenta, sangria que ela talvez não tenha condições de agüentar sem que o Tesouro Nacional venha em seu socorro, o que é um Crime contra o país. Graça Foster deve ter coração de elefante para aguentar a tremenda ansiedade que deve estar sofrendo neste momento cruciante porque passa a PETROBRÁS. A velhota pode não estar esclerosada, o que duvido, mas que é forte de “tique-taque”, lá isto é mesmo.

"Não deixo porque vou morrer de saudades, snif, snif, snif..."

“Não deixo porque vou morrer de saudades, snif, snif, snif…”

No entanto, a pergunta que ninguém responde é: porque a Dilma não aceita a demissão de sua protegida e a de toda a diretoria de agora, deixando que aos investidores nacionais caiba a escolha de uma nova diretoria e a ela, Presidenta do País, a escolha de novo Presidente, desta vez homem, novo e sem compromisso com partidos políticos? Se estou contra mulher na direção de uma empresa do porte da PETROBRÁS? Estou, sim. Não creio que tenhamos mulheres com conhecimento gerencial capaz de suportar tamanho peso nos ombros. Velhice não é sabedoria, nos dias de hoje. Velhice é artrose deformante, no mínimo. E no caso da Graça, esta deformação atinge sua capacidade de discernimento e gerência empresarial. Desconfio que ela está lá na “cadeira quente da PETROBRÁS” para dar respaldo à quadrilha dos petralhas, mas isto já vai além do limite da tolerância. Mais

Older Entries

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 143 outros seguidores