Bom, vimos alguma coisa do grau superlativo do adjetivo. Agora, vamos continuar estudando este tema que é de grande interesse para todos nós.

Vejamos as alterações gráficas no Superlativo Absoluto.

Quando recebe o sufixo de intensidade, o adjetivo no grau positivo pode sofrer algumas alterações. Assim:

a) os adjetivos no grau positivo terminados em -a, -e, -o perdem essas vogais: cuidadosa = cuidados+íssima; elegante = elegant+íssimo; ou elegant+íssima; cuidadoso = cuidados+íssimo. (cuidado com a Globo. Não existem os aumentativos cuidadozérrimo; ou cuidadozérrima; elegantézimo ou elegantézima; isto é diarréia verborrágica global. Não vão imitá-la nem por brincadeira. Lembrem-se o que diziam com sapiência os nossos avós: “o costume do cachimbo põe a boca torta”).

b) os adjetivos no grau positivo terminados em -vel mudam este final para -bil. Exemplo: terrível – terri+bil+íssimo; amável = amá+bil+íssimo; sociável = socia+bil+íssimo; condenável = condena+bil+íssimo; amorável = amora+bil+íssimo; detestável = detesta+bil+íssimo; louvável = louva+bil+íssimo; desagradável = desgrada+bil+íssimo etc…

c) os adjetivos no grau positivo terminados em m e ão mudam estas terminações para -n e -an. Exemplo: comum = comuNíssimo; são = sANíssimo.

d) os adjetivos no grau positivo terminados em z mudam esta consoante para c. Exemplo: feroz = feroCíssimo; sagaz = sagaCíssimo; fugaz = fugaCíssmo.

Eu sei que alunos do segundo grau NUNCA consultam a gramática quando necessitam de saber como se escrevem determinados adjetivos no aumentativo. Claro que isto é deplorável. Entretanto, vou colocar aqui alguns superlativos interessantíssimos, que quando bem empregados embelezam tanto a retórica quanto a escrita da pessoa. Se você se dignar ao menos a olhá-los com curiosidade já terá valido a pena. Estes superlativos se prendem às formas latinas de onde derivam. Saber empregá-los é demonstrar conhecimento do nosso idioma. Aí vão eles:

CLÁSSICO

VULGAR

PERUAS GLOBAIS

OBSERVAÇAO (para vulgar e peruas globais)

Acre = acérrimo

Acríssimo Acrézimo

Não use nunca!

Amargo = amaríssimo Amarguíssimo Amarguézimo

Não use nunca!

Amigo – amicíssimo Amiguíssimo Amiguézimo

Não use nunca!

Antigo = antiqüíssimo Antiguíssimo antiguézimo

Não use nunca!

Áspero = aspérrimo Não há Asperézimo

Não use nunca!

Benéfico – beneficentíssimo Idem Benefizézimo

Não use nunca!

Benévolo = benevolentíssimo Benevolíssimo Benevolézimo

Não use nunca!

Célebre = celebérrimo Celebríssimo Celebrézimo

Não use nunca!

Célere = celérrimo Celeríssimo Celezérrimo

Não use nunca!

Cristão = cristianíssimo Critãozão Cristãozérrimo

Não use nunca!

Cruel = crudelíssimo Cruelíssimo Cruelézimo

Não use nunca!

Difícil = dificílimo Não há Dificilézimo

Não use nunca!

Doce = dulcíssimo Docíssimo Docézimo

Não use nunca!

Fiel = fidelíssimo Fielíssimo Fielézimo

Não use nunca!

Frio = frigidíssimo Friíssimo Frielézimo

Não use nunca!

Geral = generalíssimo Geralíssimo Geralizérrimo

Não use nunca!

Honorífico = honorificentíssimo Honoríssimo Honoriférrimo

Não use nunca!

Humilde = humílimo Humilíssimo Humilézimo

Não use nunca!

Incrível = incredibilíssimo Não há Incrivézimo

Não use nunca!

Inimigo = inimicíssimo Inimiguíssimo Inimizérrimo

Não use nunca!

Íntegro = integérrimo Integríssimo Integrézimo

Não use nunca!

Livre = libérrimo Não há Livrézimo

Não use nunca!

Magro = macérrimo Magríssimo Magrezimo

Não use nunca!

Malédico = maledicentíssimo Maledicíssimo Maledézimo

Não use nunca!

Maléfico = maleficentíssimo Maleficíssimo Malefizérrimo

Não use nunca!

Mísero = misérrimo Miseriíssimo Miserézimo

Não use nunca!

Miúdo = minutíssimo Miudíssimo Miudézimo

Não use nunca!

Negro = nigérrimo Negríssimo Negrézimo

Não use nunca!

Nobre = nobilíssimo Nobríssimo Nobilézimo

Não use nunca!

Parco = parcíssimo Não há Parquézimo

Não use nunca!

Pessoal = personalíssimo Não há Pessoalzézimo

Não use nunca!

Pobre = paupérrimo Pobríssimo Pobrézimo

Não use nunca!

Provável = probabilíssimo Não há Provavézimo

Não use nunca!

Tenaz = tenacíssimo Não há Tenazézimo

Não use nunca!

Por hoje, chega. Até a próxima.