A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO- (CXXXVII): ENSINAMENTOS DE YEHOSHUA SOBRE OS HOMOSSEXUAIS.

Deixe um comentário

Quando queria falar a pessoas escolhidas ele não procurava as sinagogas, mas um boque qualquer.

Yehoshua passeou os olhos sobre os homens diante de si. Estavam num bosque de arvores frondosas e o ambiente ensombrado era muito fresco. Uma brisa agradável soprava por entre a mata fazendo farfalhar as folhas, balançando os galhos mais finos e causando uma dança hipnótica das sombras e das réstias de luz que desciam até o solo de terra escura e pedras grandes. Ao lado do Mestre estava sua mãe, sua irmã Ruth e sua esposa. A conversa sussurrada entre os homens cessou, quando perceberam que o Mestre se tinha movido e os olhava de cima da pedra onde se sentara para poder abarcar a todos com a vista. As três mulheres estavam compenetradas, silenciosas e reverentes ao lado de Yehoshua, agora chamado por aqueles homens de “O Profeta do Amor Divino”. Mais

BRASIL, PAÍS DE REATIVOS.

Deixe um comentário

dilma-rousseff-2

Fala de mim! Eu ainda não estou em cana e preciso de janela!

O mundo está em ebulição. Os acontecimentos se sucedem numa velocidade suicida. Os povos europeus e os norte-americanos não têm tempo de reagir a um acontecimento e já outro se sucede, muito mais grave, muito mais perigoso. Foi o caso de Trump com o ditador Bashar al-Assad. Aliado da Rússia, com Vladimir Putin a lhe dar proteção às manobras assassinas, Assad foi pegado de calças curtas pelo Presidente dos E.U.A. e levou aquela chuva de petardos que destruíram um de seus aeroportos militares. Os russos babaram na gravata, Assad pulou miudinho, a Europa aplaudiu Trump e a Coréia do Norte assanhou-se toda para ganhar projeção internacional, pondo-se nos cascos para provocar o gigante de bandeira listrada.  Mais

ESTAMOS NO PRINCÍPIO DO FIM?

Deixe um comentário

MADURO

Louco, ele coloca a Venezuela numa situação calamitosa.

Venezuela: Maduro joga o povo inteiro no maior desespero. Falta tudo, do papel higiênico ao feijão, e a fome se espalha entre a população, sem distinção entre ricos e pobres. Mas Maduro continua dominando com mão de ferro e, pior, tendo delírios alucinóides onde seu tutor lhe surge ora como um passarinho, ora como uma borboleta. E tenta convencer a população esmagada que recebeu mensagens iluminadas pelas figuras engendradas por sua loucura.

Eis o debilóide que prefere matar milhares a deixar uma cadeira idiota.

Sanguinário, ele mata seu próprio povo.

Síria: o ditador sanguinário Bashar al-Assad lança bombas químicas sobre a população que não o quer no Poder e causa a morte sob agonia de milhares de cidadãos sírios. Trump, montado no Cavalo Branco da Liberdade Norte-Americana, não conta conversa e manda uma chuva de teleguiados sobre o território de Bashar, mandando às favas os esturros russos. O mundo quase todo o aplaude. Ninguém suporta mais ler e ouvir a respeito dos assassinatos em massa levados a efeito por um tirano sem coração, sem humanidade e, quiçá, sem Espírito para ser salvo.

kim-jong-un - 2

Nascido do ventre do Diabo.

Vietnã: do Norte: um tiranete parido do ventre do próprio Diabo está propositadamente cutucando a onça com vara curta. À vista do mundo inteiro, provoca uma potência nuclear quase sem igual, ameaçando atacá-la com seu minguado recurso atômico. E apesar de toda a Europa tentar dissuadir o doido, ele persiste tenazmente em desenvolver mísseis capazes de atingir o coração da América do Norte. Mais uma vez Trump mostra que não tem medo nem do tiranete nem de sua poderosa protetora, a China, e manda um de seus mais poderosos porta-aviões, cercado por cinco fragatas cheinhas de bombas prontas para varrer do mapa o Vietnã do Norte. Rússia estrebucha e manda um navio de guerra de sua marinha para “guardar as águas do seu protegido Assad”. Pode ser o início do princípio do começo da terceira e última guerra mundial… Mais

A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO- (CXXXVI): YEHOSHUA COM SUA FAMÍLIA

Deixe um comentário

A VERADEIRA FACE DE JESUS...

Estudos no Sudário levaram a esta face. Seria assim a face do Filho do Homem.

Yehoshua caminhava rapidamente, pondo distância entre si e a turba que vinha aos trambolhões tentando acompanhá-lo. Ao seu lado seguiam seus apóstolos e mais atrás vinham os quase setenta e cinco homens aos quais ele passara a designar como seus discípulos, porque sempre estavam presentes onde quer que estivesse e sempre prestavam a máxima atenção ao que ele pregava. Yehoshua vinha observando a aura daqueles homens e percebendo que elas iam clareando cada vez mais, quase chegando à beleza da aura das mulheres que também estavam quase sempre presentes às suas reuniões. Elas eram muito mais numerosas, mas o Mestre não lhes dava maior destaque porque sabia que o povo hebreu tinha as mulheres em menor consideração do que a que dedicavam às suas ovelhas. Mais

A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO- (CXXXV): O EMBATE

Deixe um comentário

Yehoshua

Naquele dia Yehoshua mostrou a todos o Poder que possuía.

— Ouvi, certo dia eu ouvi — começou Yehoshua e um silêncio se fez tão logo sua voz soou clara e sonora. Falava em koiné, o grego vulgar e a língua mais falada naqueles tempos — um hebreu julgando Pôncio Pilatos. Sobre o Prefeito romano ele emitia juízos censurosos e acusadores. Também tenho ouvido hebreus falando mal dos rabis de Jerusalém, os quais, segundo quem emitia seu juízo depreciativo, eram criminosos. E o faziam, garantiam eles, baseado no que vos tenho pregado. Quero deixar bem claro que eu não julgo a ninguém, mas vós tendes motivos de sobra para serdes julgados por quem de direito; eu busco corrigir os tremendos enganos que propositadamente alguns de nossos rabis levam avante com vistas a tão somente obterem lucros materiais e, pior, cultivarem a preguiça, vivendo no luxo e no gozo de prazeres pelos quais nada fizeram por merecer que não iludir o povo e usufruir do trabalho dele em seu próprio benefício. Luxúria e Prazer sem esforço próprio não dignificam as autoridades em nenhum lugar deste mundo. Não há nos livros sagrados hebreus nada que autorize reis, imperadores e rabis à exploração desrespeitosa daqueles que justamente trabalham e produzem para todos. Ao contrário, encontrareis nesses livros que reis e governadores têm o dever de zelar pelo bem estar do povo ao qual devem reger. São seus guardiães e lhes compete administrar a riqueza comum com honestidade e eqüidade com vistas tão somente ao bem-estar de todos. Mais

ESTAMOS NO OLHO DO FURACÃO. A CALMARIA É PRENÚNCIO DE TEMPO PÉSSIMO.

Deixe um comentário

Carreta de Boi tomba na BR-101

Bois que morrem quando há acidentes como este, na BR-101, não são descartados. São aproveitados nos frigoríficos, mesmo que em estado de putrefação. É o que dizem ex-empregados de grandes frigoríficos.

Três anos. Sim, três anos foi o tempo em que pacientemente a Polícia Federal fuçou e escarafunchou o ninho de ladrões ocultos em pelo menos três superintendências do Ministério da Agricultura. Uma no Paraná, outra em Minas Gerais e uma última, até agora, em Goiás. Rolava propina para veterinários, fiscais e gerencias ministeriais em todos estes Estados. E esse dinheiro maldito destinava-se a induzir os trabalhadores venais destas Instituições a falsificar certificados de garantia de qualidade para os frigoríficos envolvidos no crime de atentado à Saúde Pública Nacional, logo, um crime de lesa-pátria. Aliás, como é a praxe, os crimes onde há dedo de políticos são sempre desta classe. Eles não deixam por menos: atentam diretamente contra nosso povo de algum modo que nos é sempre altamente prejudicial. Sei que não digo nada de novo. Nenhum furo de reportagem, ainda bem, graças a Deus. Afinal de contas, sou blogueiro, não repórter profissional. Minha profissão é a Psicologia e desta me aposentei faz é tempo. Quando escrevo algo dentro da Psicologia é apenas por saudade de uma Ciência que ficou para sempre em minha alma. Mais

A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO- (CXXXIV): PÔNCIO PILATOS COMEÇA A SE PREOCUPAR COM O PREGADOR DE NAZARÉ.

Deixe um comentário

Yehoshua

Yehoshua sabia o que acontecia no palácio de Pôncio Pilatos. Sabia do perigo que aos poucos se formava sobre  sua pessoa. Mas prosseguia com seu plano.

Era noite e Pôncio Pilatos não conseguia conciliar o sono. Havia duas preocupações em sua mente. Primeira, um lictor, como Sulpício, estar fortemente impressionado com um pregador hebreu. Certamente isto era para incomodar. Um lictor não poderia deixar transparecer tanta admiração por alguém da escória humana, como eram todos os hebreus. Um lictor era o anunciador do Magistrado ao povo. Ia à frente segurando um feixe de varas que informavam a quem as olhasse a importância do homem da Lei. Quanto mais varas segurasse o lictor, mais importante e mais Poder Legal o Magistrado teria. Um lictor era, pois, alguém importante e necessário nas funções dele, o Prefeito daquele lugarzinho miserável. Devia ser espião, claro, mas jamais um admirador do inimigo e, certamente, hebreus eram inimigos do Império. E se o tal pregador era hebreu a conclusão lógica era que ele também se transformava numa ameaça provável, No entanto, seu lictor não conseguira fugir à magia do tal pregador milagroso. Talvez devesse ir conhecer pessoalmente o sujeito… Mais

Older Entries