O Átomo Ultérrimo e o Pensamento

1 Comentário

Miss Mundo. Não há como imaginá-la diferente.

Miss Mundo. Não há como imaginá-la diferente.

Quando, há já algum tempo, escrevi sobre os Planos de Matéria que existem no Universo, relatei que a Teosofia ensina que o Plano de Matéria Mental se subdivide em Sete Subplanos que, por sua vez, agrupam-se claramente em dois grupos. O primeiro grupo é composto dos três subplanos constituídos de matérias mais sutis que aquela que constitui os outros quatro. Em todos estes sete subplanos o átomo ultérrimo transita com uma velocidade assombrosa. Traz em suas espirilas finas as mesmas energias das quais já falamos, mas com a diferença de que aqui elas se apresentam com um brilho intenso, indescritível e inimaginável para nossa imaginação. Mais

Átomo Ultérrimo, Palavra e Vontade

4 Comentários

Mente Corpo e Emoção em uma só vibração. O Tai-Chi-Tchuen é lindo porque não se prende apenas a técnicas de defesa e contra-ataque.

Para entender Teosofia é preciso ter a paciência e a persistência de um praticante de Tai-Chi-Tchuen

Bom, como eu previa, minha audiência caiu vertiginosamente. Da média de 92 consultas por dia ao meu blog, hoje tenho somente 41 interessados no que escrevo. Ao menos esta pequena quantidade me diz que no mundo todo ainda há aquelas três pessoas que poderiam salvar Sodoma, segundo a história de Ló. Como, porém, não escrevo para as multidões burras, pois, para estas, creio que não há mais remédio nem nenhuma irmã Teresa de Calcutá que os possa salvar, tudo está nos conforme. Então, vou continuar.

Nós vimos que o átomo ultérrimo é realmente o Lúcifer de que nos falam as Escrituras. Ele tanto pode trazer a Luz clara, brilhante e saudável, quanto nos pode trazer a luz escura, opaca, doentia. Mas não tem qualquer responsabilidade nisto. Como um Arcanjo, Lúcifer não se suja. Se a luz se tornou sem brilho, doentia, repulsiva, todo o trabalho desmerecedor foi obra única e exclusiva de nós, animais humanos.

Vimos, também, que em se tratando do Corpo Astral de cada um de nós, também conhecido como Corpo Emocional, as funções do Átomo Ultérrimo se complicam bastante. Primeiro, porque ele, nesta dimensão sutil da matéria, move-se a uma velocidade inimaginável. Segundo porque se torna altamente sensível ao direcionamento que o Poder do Pensamento lhe inflige. O Corpo Emocional situa-se entre o Corpo Mental, de matéria muito mais sutil que aquela do Plano Astral, e o corpo denso, nosso organismo fisiológico. Então, nosso Corpo Emocional sofre a influência tanto do Corpo Mental quanto do Corpo Orgânico. Podemos dizer que o Corpo Emocional é a forja onde trabalha o Espírito humano. Mais

Átomo Ultérrimo Astral ou Emocional

3 Comentários

Localização da Hipófise na cela túrcica (www.brasilescola.com)

Localização da Hipófise na cela túrcica (www.brasilescola.com)

Quando se trata de Corpo Emocional o estudo do átomo ultérrimo se complica. Nosso organismo fisiológico é regido imperativamente pelo sistema hormonal. Nada nele funciona sem hormônios em ação. Nem mesmo o famoso sistema nervoso pode alguma coisa sem depender dos hormônios. A Glândula Hipófise, que se situa na parte inferior do crânio, numa cavidade no osso dentro da qual pode ser levemente pressionada com a ponta de nossa língua premindo o “céu” da boca no palato mole, isto é, na parte de trás, perto da úvula, por exemplo, é uma importante “fábrica de hormônios” indispensáveis ao nosso organismo. Tão importante ela é para nosso sistema equilibrado de vida orgânica que a Natureza a colocou num lugar inacessível.

Agora, vamos adentrar um pouco a Psicologia. Todos sabemos que o ser humano é altamente condicionável. Somos seres que vivemos através do condicionamento constante. E na atual sociedade globalizada os condicionamentos manipulados nos mantêm sob cabresto curto. A gente pensa que é livre, que tem livre arbítrio, mas se se estuda detida e atentamente a vida social que se leva, verifica-se que o tal livre arbítrio não existe na realidade. Ou somos compelidos a agir desta ou daquela forma por força de Leis escritas ou tacitamente aceitas e impostas pela comunidade onde se vive, ou somos induzidos subliminarmente a emitir comportamentos que são totalmente desnecessários e que, na verdade, só redundam em tensão e apreensão para nós, principalmente no que diz respeito ao Mercado de modo geral. As propagandas através de todos os meios de comunicação estão aí como prova disto e a televisão se tornou um terrível instrumento de envenenamento da opinião pública. Através dela e de seus arautos, os repórteres, tudo tem de ser aceito e deve ser praticado, por mais imoral, amoral ou indecente que de sã consciência possa parecer. Democracia, eis o “abre-te sésamo” de que os repórteres e os polititicas se servem para escancarar as portas da Imoralidade à Ética e à Moral humanas. Aprisionados neste sistema inescapável, o ser humano que o criou e o mantém, isoladamente não possui forças para dele fugir.

Quanto mais consumistas e quanto mais inseridos no meio mercadológico, onde tudo é “mercadoria”, do corpo à Ética e à Moral, mais condicionável a gente se torna. Na Sociedade Tecnológica atual, nossa vida, desde quando damos o primeiro vagido, já está pré-programada pelo Mercado. Da tesoura que nos corta o umbigo que nos liga à nossa mãe através da placenta até o berço onde somos deitados após as limpezas de praxe, tudo é ditado pelo Mercado. Não temos como fugir a isto. E o Mercado mexe sem escrúpulos em nossos sistemas orgânicos sempre visando explorá-lo em favor do Lucro. Mais

Átomo Ultérrimo: O Anjo Luzbel e Lúcifer, Ao Mesmo Tempo

11 Comentários

O Arcanjo que nos visita diariamente é o desconhecido e temido Lúcifer

O Arcanjo que nos visita diariamente é o desconhecido e temido Lúcifer

“E o Arcanjo rebelde foi precipitado nos infernos por Jeovah, contra quem ousou se rebelar”. Mais ou menos assim inicia-se a saga do Demônio Cristão, chamado de Lúcifer, depois de ter sido Luzbel. Lúcifer, sinônimo de Demônio, aquele mesmo que se imagina de chifre e rabo e que a Igreja Católica tomou de empréstimo aos mazdeístas e fez popular e temido no mundo cristão. Onde está aquele arcanjo, outrora tão amado de Deus? Onde se esconde? Nas profundezas da Terra? Em algum lugar invisível bem ao lado do nosso mundo objetivo, mas mayávico? Que cara tem? Que tipo de corpo possui? Aquele corpo horroroso que os filmes fantasiosos de Hollywood nos mostram?

Não. Ele continua trabalhando feliz e contente, sob a batuta invisível e irreprimível do Criador de todas as coisas. Ele continua trazendo da Mansão de Deus a vida e a vitalidade para todas as Formas no nosso sistema planetário. Penetra constantemente em nosso corpo; vitaliza nossas células; organiza nossas emoções e ordena nossos pensamentos. E tudo isto silenciosamente, sem alarde, sem preconceitos, sem preferências. Ele é o objeto de nosso estudo: o Átomo Ultérrimo.

Você pode estar estranhando o que digo, mas veja: quem é Luzbel? Ou melhor: que significa este nome? Luzbel significa a bela luz, a Luz da Revelação do Oculto. A Luz da Criação, pois o átomo ultérrimo é o fundamento da Criação Divina. Se ele não tivesse sido engendrado em primeiro lugar, nada mais teria tido oportunidade de existir. E ele contém em si uma luminosidade esplendorosa, graças às Energias Divinas que guarda em suas espiras. E, após construir o Plano de Matéria Divina, lançou-se para baixo, para a construção dos Planos de Matéria Cósmica mais densos, mais pesados, até a construção deste Plano de Matéria Densa de nossa Terceira Dimensão. Nesta descida ele se transformou de Luzbel em Lúcifer, cujo nome significa o portador da Luz. Eis, pois, a explicação para o mito cristão que oculta o significado transcendental da Criação em toda a sua grandeza. E esta grandeza tem como base o infinitesimal e indestrutível Átomo Ultérrimo. Coisas de Deus, não é mesmo? Mais

Continuando a Aprender sobre o Átomo Ultérrimo

Deixe um comentário

Não dá pena? Está esquelética. Coitada!

Não dá pena? Está esquelética. Coitada!

Incongruência ou o quê? A famosíssima (e, para mim, feíssima) Giselle Bundchen está fazendo uma propaganda horrorosa, anti-família e anti-casal. A moça, claro que por dindim, trabalha para a SKAY HDTV. Em uma das propagandas, ela, como uma dona de casa comum, se esfalfa limpando o chão. Fala alguma coisa (eu nunca entendo o que diz) e seu gordo, displástico marido, abandonado flacidamente sobre um divã, olha-a por sobre os ombros e pergunta: hann? O desgraçado está literalmente grudado na tela de TV que a SKAY enche de filmes bestas. Bundchen sai furiosa e escouceando a vassoura, enquanto o pobre imbecilizado escravo da Skay não percebe que seu casamente está indo pro ralo… Na outra propaganda, ele chega de viagem, abandona as malas no chão ainda na entrada da sala. Ela, a Bundchen, vem abraçá-lo como faria qualquer dona de casa ao ver seu marido chegar de viagem. Mas o infeliz, apertando-a contra o peito, rodopia e já com o controle em mãos, liga a TV na SKAY. É… O Ricardão já deve estar-se aprontando para entrar em ação na próxima cena… Ô propagandazinha mais infeliz! A mensagem clara é: CUIDADO! A SKAY VAI ACABAR COM SEU CASAMENTO! Sinceramente, quem bolou tais burrices merece uma cacetada bem forte no crânio pra ver se consegue pensar alguma coisa que preste.

E já que estou malhando o judas, vamos a mais uma observaçãozinha, desta vez, agradável. A vovó Dilma está espanando o Ministério dos Transportes. E tome cabeças rolando escadaria abaixo. A vovó não aparece muito na Mídia, como fazia seu “cabo eleitoral”, o Lulão. Mas a danada não pensa duas vezes para sanear por baixo o Serviço Público. E como dizia meu mestre de Tai-Chi, uma árvore não se sustenta se se lhe cortam as raízes, ela vai acabar derrubando os tubarões da ladroagem tirando-lhes a sustentação de base. Boa, Dilmona. Até que enfim alguém faz algo no sentido de sanear a Polititica brasileira. O PR (gozado, não consigo ver na letra “R” senão “RATOS”) está bufando. Afinal, são 800 milhões que deverão voltar, se não todo, mas ao menos mais da metade, aos cofres públicos. Boa, Dilmona! Começo realmente a gostar de você. Mas é bom que eu faça uma ressalva: não sou petista e desconfio visceralmente deste partido. Nele também abundam ladrões de todas as espécies… Perguntem à INTERNET e verão. Mais

Mudando de Assunto, Vamos Falar do Oculto?

Deixe um comentário

E assim ficou ele. Sua vida parou aqui...

Corpo de um pobre guerrilheiro morto em algum lugar perdido no mundo...

Não sei de vocês, mas eu estou entorpecido com os noticiários. Em todos a tônica é o necrológio nacional e mundial. Morreu em uma enchente aqui; foi atropelado e morto ali; foi assassinado em um assalto; foi estuprada e estrangulada… E vai por aí a fora. Que saco! A Televisão parece que acha que todos os humanos gostam que se babam de notícias de morte. Será que os repórteres pensam de verdade que somos um bando de defuntos, de mortos-vivos? Sim, só se tratando de um mundo de mortos-vivos é que seríamos necrófilos. Já prestaram a atenção que é muito raro a TV Globo começar seu noticiário com uma boa notícia? Sempre aparece aquela cara teatral da repórter, falando com entonação de catástrofe mundial para impressionar o ouvinte e soltando o primeiro necrológio da série que foi reservada como aperitivo para nosso café da manhã. Isto só varia quando se trata de escândalo político. Aí, a chamada inicial, sempre feita com aquela cara de catástrofe mundial, é o tal escândalo. Eles, os repórteres, parece que não sabem que escândalo político, no Brasil, é cafezinho. Pipoca até nos vilarejos mais distantes e esquecidos de Deus e dos homens,exceto, é claro, dos polititicas. Mais

CORRUPÇÃO NÃO É APANÁGIO DO BRASIL.

Deixe um comentário

Tony Blair, uma das vítimasPor todos os países do mundo este mal é um câncer indebelado e atuante. Deteriora tudo; avilta o que de melhor a Mente humana concebeu; emporcalha a dignidade de uma nação. Enfim, a corrupção é o produto final da associação Ignorância, Avareza, Ganância e Incivilidade. Eis o quarteto que gera a maldita filha chamada CORRUPÇÃO.

Por ganância de audiência e lucro fácil, tablóides ingleses como o “The Sun” ou o “Sunday Times”, entre outros, mergulharam a Inglaterra num escândalo gigantesco. E à medida que se puxa o cordão, mais e mais sujeira aparece preso a ele. MORALIDADE, DIGNIDADE, HONRA, RESPEITO, LIMITES, tudo isto os tablóides sensacionalistas desrespeitam em nome de uma esquista “Liberdade de Imprensa”. Será LIBERDADE ou LIBERTINAGEM? Difícil diferençar.  Ao lado temos a foto de Tony Blair, uma das vítimas dos grampos vergonhosos de Rupert Murdoch. Eu creio, salvo melhor juízo, que ainda quando se trate de um crápula de marca, a inviolabilidade de sua vida privada deve obrigatoriamente ser respeitada. E faz parte desta vida o que tal pessoa faça no seu serviço. Só aos órgãos competentes policiais cabe o direito de vasculhar as ações de tais pessoas e puni-las quando devidamente comprovadas as suas culpas e responsabilidades. Não é um tablóide sensacionalista que deve, por ganância, pôr em risco a moral e a dignidade de alguém cujas decisões foram tomadas em momentos complexos do sistema “democrático” em que a maioria vive.

O assunto é complexo, pois quando é que termina o limite do honesto e se inicia o terreno da corrupção? Aqui, no Brasil, são revistas que se especializam em colocar às claras os escândalos políticos ou não. Mas quando o fazem não apelam – ainda – para grampos ilícitos. Repórteres investigativos e atilados são postos a trabalhar na “cola” do suspeito até quando tenha posse de documentos e outros artefatos que realmente embasem a acusação que fazem. Mais

Older Entries