O Ovo Áurico quiçá seja tão complexo quanto uma Nebulosa. O que dele apresento aqui é somente um tira-gosto...

O Ovo Áurico quiçá seja tão complexo quanto uma Nebulosa. O que dele apresento aqui é somente um tira-gosto...

 E já cá estamos de volta, né mesmo? O Ovo Áurico é complexo, extremamente complexo. E esta complexidade não é dele, mas de nossos karmas, isto é, de nossas Ações. Esclareço que faço distinção entre Movimento e Ação. Movimento, para mim, é tão-só uma ação física muscular. Andar, por exemplo, é um movimento automático. Bocejar é outro exemplo de movimento automático, assim como espirrar ou tossir. O movimento é natural à Vida, desde mesmo quando surge no Plano Divino até quando se manifesta nos seres animados e inanimados do mundo Denso. Ação, ao contrário, implica uma responsabilidade muito grande para o indivíduo. Ação implica movimento e intenção; direção e sentido. O Movimento é inerente ao Elemental Físico. A Ação é inerente à Mente, à Psique, sendo que uma não é sinônima da outra, mas sim que a psique é a parte da Mente que se encontra adequada e moldada de conformidade com a Aprendizagem Social e as aquisições realizadas durante milênios de Evolução. Foi criada para não somente inserir o Elemental Físico no sistema social altamente complexo que engendrou, como também para obrigá-lo a avançar arduamente no caminho da Evolução Material. Assim, recomendo ao meu leitor que tenha sempre em mente que diferencio conceitos vulgarmente tomados uns pelos outros. É o caso de movimento e ação; sexo e cópula, Personalidade e Identidade. Estas diferenciações não são criações minhas, mas nasceram em mim em função do muito que tenho lido em todas as áreas do Conhecimento Humano que posso ler e compreender.

Bom, mas você viu que está ligado ao seu Ovo Áurico como um feto se liga à placenta no ventre materno. Ninguém nota esta ligação porque o Ovo Áurico é constituído de matéria sutilíssima, muito além da densidade do átomo químico mais sutil que existe aqui na Terceira Dimensão. Para o Ovo Áurico, o Mundo Denso não existe, por isto, você é livre para ir e vir sem se sentir tolhido por ele. Além do mais, o Ovo Áurico aumenta de volume na mesma proporção em que você aumenta seu intelecto através da aprendizagem. E isto é tanto mais intenso quanto mais sua aprendizagem se volte para o Sagrado.

Profissional que exerce um "trabalho humilde", mas que é feliz com o que faz. Isto o espiritualiza muito mais do que o político que exerce sua profissão voltado para a corrupção e a vergonha.

Profissional que exerce um "trabalho humilde", mas que é feliz com o que faz. Isto o espiritualiza muito mais do que o político que exerce sua profissão voltado para a corrupção e a vergonha.

A aparência do Ovo Áurico, no indivíduo comum (e não me refiro àquele que não tem instrução ou que exerce trabalho “humilde”, não. Faço referência, aqui, a doutores, políticos, embaixadores etc… que, ainda quando possuindo grande sapiência intelectiva, seu saber está restrito aos fenômenos da Terceira Dimensão) é a mesma que a de um ovo de galinha com a ponta fina voltada para cima e a ponta mais grossa voltada para baixo. Explico. Os Elementais Mental e Emocional de tais pessoas são predominantemente eivados de pensamentos e emoções materiais, sociais, que acontecem na dimensão rûpa, isto é, com forma (imaginação). Por mais puras que sejam tais cargas energéticas, se se prendem aos valores e à ética moral do Social, não elevam o indivíduo espiritualmente. Para que isto aconteça é necessário que os Elementais Mental e Astral (ou Emocional) sejam adestrados para pensar e agir com intenção humanizada, caridosa, visando à espiritualidade e, não, ao lucro material de qualquer qualidade ou a quaisquer tipos de apego. Quando isto acontece, o Ovo Áurico se expande muito e sua aparência muda. A ponta fina volta-se para baixo e a grossa para cima, indicando que aquele indivíduo está-se desapegando do materialismo e se voltando para o Espiritual.

Quem trabalha com amor no que faz também se eleva espiritualmente, principalmente se gosta do que faz porque tem consciência de que seu trabalho visa o conforto, a saúde e o bem-estar de seu semelhante, independentemente de como este semelhante o olhe, se com desprezo, piedade ou compreensão e agradecimento pelo que está recebendo. Quem trabalha porque gosta de trabalhar e o faz sem visar qualquer lucro, apenas pelo prazer de se doar (mesmo quando esteja exercendo um emprego assalariado, devo ressaltar, pois aqui cabe a sentença do Cristo: “Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”), preenche seu Ovo Áurico com as luzes do prazer verdadeiro, do amor sem apego, da alegria de viverO gari da foto é famoso no Rio de Janeiro porque trabalha sempre de bom-humor e demonstra que gosta do que faz. Tem consciência do valor de seu esforço. Ele, diante do Altíssimo, tem muito mais valor que o mais rico e poderoso governante deste mundo. E certamente isto se deve a que seu Ovo Áurico reflete para a visão superior um estado de pureza e de elevação muito melhor que o da maioria dos que vestem paletó e gravata. Mas preciso ressaltar que nem Deus nem Cristo são contra os que exercem o Poder venal. Ambos sabem muito bem que este poder é absolutamente indispensável à Evolução do Espírito, pois constitui uma senda árdua, mas que tem de acontecer para que os impulsos instintuais do Elemental Físico sejam disciplinados pela necessidade do bem-estar e da segurança da maioria. Aliás, diz a Teosofia, que ninguém chega ao ápice do Poder Venal por acaso. Aquele espírito está enfrentando o maior desafio de sua Evolução. Durante várias encarnações batalhou buscando chegar lá em cima e provavelmente a maioria deles tinham em mira agir com lisura, bondade e honra. No entanto, tais espíritos devem enfrentar o karma nacional e mundial e muitas vezes tais karmas são absolutamente contrários aos seus propósitos altruístas. A queda que muitos levam é dolorosa. No Brasil, por exemplo, são muito poucos os  políticos que não enveredam pelos ínvios caminhos da “polititica” e se perdem da Senda no lamaçal da corrupção. Com certeza chorarão lágrimas de sangue quando despertarem do “outro lado” e verificarem que não fizeram nada do que se tinham programado fazer. E o pior é que executaram uma quantidade enorme de Ações mal intencionadas que, agora, terão de voltar para corrigir e de uma postura muito mais dura, muito mais árdua do que tiveram quando aqui ocupavam o Poder. Talvez por isto o Cristo tenha sentenciado: “Não julgueis para não serdes julgados”. De certo modo, todos nós um dia ocupamos o ápice do poder num momento de nossas vidas. Quer ver só? Se você constituiu família, por menos membros que ela possua você passou a ocupar o Poder naquele grupo e tem a obrigação de conduzir seus membros a um bom termo. Os que me lêem e que têm família, sabem muito bem o quanto é difícil e árdua esta tarefa, mormente nos dias atuais. A maioria dos pais e das mães desta época dita pós-modernista fracassa fragorosamente quando é levada a ocupar esta posição de Poder. Se você é militar de carreira, vive exercendo uma posição de Poder e tem sob seu comando, sob sua responsabilidade, centenas de vidas que deve dirigir com sabedoria e comedimento. Se você é Gerente de pessoas em uma grande empresa também sente o peso da responsabilidade que assumiu pelos que lhe devem obediência em função das metas estabelecidas pela organização. Se você exerce o magistério tem em suas mãos, por um punhado de anos, a vida de centenas de pessoas ainda em formação e sua obrigação para com elas é tremenda. Seus karmas (seus movimentos) têm necessariamente que se transformar em Ações diariamente e você tem de segurar o leme destas ações com muita cautela, pois poderá fracassar na missão que se atribuiu. Os choques emocionais, os conflitos íntimos que toda pessoa enfrenta, goste ou não disto, vão ressonar em seu Ovo Áurico e é necessário uma boa dose de Sabedoria para saber dosar estes conflitos, amainando-os com reações emocionais positivas, ainda quando esteja enfrentando grandes batalhas e grandes injustiças. O que digo é somente um estímulo para seus momentos de lazer. Aproveite-os para refletir. Vai-lhe fazer bem.

Vejam o resultado, no Elemental Físico, da entrega da pessoa à droga. E quando se chega a isto, não há arrependimento que ajude.

Vejam o resultado, no Elemental Físico, da entrega da pessoa à droga. E quando se chega a isto, não há arrependimento que ajude

Agora, vou falar um pouco do quanto de mal causa ao Ovo Áurico os vícios que as pessoas cultivam. Começo pelos vícios concretos, como o tabagismo, o alcoolismo, a drogadicção (maconha, cocaína, crack, oxy etc…).  Estes vícios atingem em cheio o Elemental Físico e o viciam rapidamente porque respondem ao impulso deste elemental pela busca do sexo (= prazer) a qualquer custo. A jovem da foto acima e ao lado nos mostra o quando de desgraça o vício da droga traz para o infeliz que a ele se deixa subjugar. Se nós pudéssemos entrar no coração dessa jovem certamente que ficaríamos chocados com o desespero que assombra dia e noite seu Elemental Emocional. Desespero que irá causar-lhe tremendo sofrimento quando finalmente tiver de deixar esta casca destruída por sua escravidão a ela. O Ovo Áurico de uma pessoa em tais condições está todo esburacado e fragilizado. E quando um Ovo Áurico chega a tanto são necessárias várias encarnações para se recompor. Encarnações nas quais o Espírito tem de atuar com todo esforço para impedir que a pessoa na nova vida continue enveredando cada vez mais pelo caminho da auto-destruição, pois é possível a qualquer um em tal condição simplesmente destruir a proteção de seu Espírito e isto é uma calamidade terrífica. E uma pessoa em tal estado transporta para sua nova vida os karmas que se deixou executar sem qualquer esforço para combatê-los e corrigi-los. Nascerá já com uma “fraqueza” para as drogas e não escapará à tentação. Se não contar com uma família bem estruturada e com pais dedicados e cuidadosos, que desde o início de sua nova vida tenham conduzido este espírito para a Ação constante (por exemplo: a prática de Artes Marciais; ou de Ginástica Olímpica etc…) enfim, para a prática de uma atividade que lhe tome todo o tempo disponível a fim de não lhe permitir ficar à-toa, certamente que este espírito terá boa chance de se safar vitoriosamente da encrenca em que se meteu. Mas se nasceu em uma família cujos cabeças são fracos e desinteressados pelos filhos, então, suas chances são quase nulas… Mas este é um assunto que vai ocupar mais uns quatro ou cinco artigos. Então, vamos retornar para o tema atual.

Como já disse anteriormente, através do cordão de prata todas as sensações assim como todas as emoções e todos os pensamentos ficam gravados no Ovo Áurico do indivíduo. Não tal e qual foram moldados na Matéria Densa, mas sim na forma de vibração tonal. Vibração que interfere terrivelmente com a Matéria que corresponde ao Corpo Elemental que está transmitindo aquela onda tonal ao Ovo Áurico. Se a onda tonal vem através do Duplo Etérico (que é de onde realmente parte a primeira capa do Fio de Prata), ela vai incrementar a energia emocional disfórica que a Ação do indivíduo estimulou no seu Elemental Emocional. Esta energia vai endurecer de modo desastroso o envoltório de Matéria Astral do Ovo Áurico. Nos locais onde as ondas tonais daquela qualidade se concentram, uma cor densa, escura, começa a surgir, mostrando que ali, naquele local, o fluxo do Átomo Ultérrimo está prejudicado. O endurecimento daquele local irá impedir que o Ovo apresente sua característica intrínseca que é a elasticidade, pois com esta característica ele pode ampliar-se ou encolher-se para corresponder à qualidade dos sons que lhe chegam na forma de cores. O endurecimento em determinado local da “casca” do Ovo Áurico propicia seu rompimento e isto é um desastre sem tamanho para o Espírito que o habita. Rompido o envoltório protetor do Ovo Áurico, tudo que for forma de vida elemental, artificial ou natural, tem condições de nele penetrar. E ao nosso redor, no Mundo Etérico e no mundo do Primeiro Subnível do Plano Astral, vivem, pululam as mais terríficas criaturas elementais. Por exemplo: diante de um açougue, quem pode ver nos planos mais sutis enxerga vermes que muito se assemelham àqueles que são encontrados nas terras dos cemitérios. E exalam odores terríficos. São corpos semelhantes àquele da lesma ou das minhocas, só que muito pior quanto ao aspecto. Aqueles vermes que se arrastam pelo chão dos açougues seguem os que são carnívoros e se este tem um buraco em seu Ovo Áurico, um daqueles vermes pode por ele penetrar ali. Como são seres do Mundo Etérico, não podem atacar nenhuma estrutura áurica que seja de matéria mais sutil, mas podem atacar, e atacam, sofregamente o Duplo Etérico. Cravam nele suas ventosas, através das quais sugam toda a energia que advém da ingestão de carnes pela pessoa carnívora. A fome de carne, então, aumenta intensamente na pessoa assim assediada. Como a ventosa do verme está em algum lugar do Duplo Etérico que corresponde a um dos órgãos da digestão (estômago, fígado, baço, duodeno, intestino delgado, intestino grosso, reto etc…) com o decorrer do tempo estes órgãos se enfraquecem energeticamente e ficam propensos a ulcerações que podem levar ao desenvolvimento de cânceres incuráveis e avassaladores. Se tais vermes são oriundos do primeiro subplano astral, que está bem próximo do Plano de Matéria Densa, seu ataque é mais danoso e muito mais perigoso, pois este verme pode prender sua ventosa no próprio cordão de prata. Se isto ocorre, a pessoa tende a apresentar fraqueza intensa, emagrecimento inexplicável, neurastenia crônica, constante ataque de náusea, tonturas e dores de cabeça, fraqueza generalizada e tendência a crises de pânico.  É suscetível a qualquer tipo de doença e tende a desencarnar até mesmo antes do tempo de que dispunha para viver aquela existência. Tem alta probabilidade de sofrer de sonhos tenebrosos, apavorantes, que o levam a despertar aos gritos, com intenso pavor.  Como o leitor pode ver, este assunto é seriíssimo e não devia ser do desconhecimento das pessoas, mormente daquelas que têm tendência aos vícios do Elemental Físico.

O vício do carnivorismo escraviza a pessoa a um Astrossoma terrível. Além disto, facilita o ataque por vidas elementais toscas e perigosas.

O vício do carnivorismo escraviza a pessoa a um Astrossoma terrível. Além disto, facilita o ataque por vidas elementais toscas e perigosas.

Agora, se o carnívoro junta ao vício da carne aquele da ingestão de bebida alcoólica, mesmo que com a desculpa de que é só durante o churrasco, a coisa se complica para o Ovo Áurico. Um ou dois churrascos movidos a álcool não fazem muito dano, embora o ideal é que não aconteça nem o primeiro. As bebidas alcoólicas, assim como quaisquer outras drogas, inclusive remédios, desprendem de si uma grandiosíssima quantidade de átomos ultérrimos cheios dos eflúvios etéricos de suas fórmulas. Estes átomos estão, numa metáfora grotesca, enlouquecidos com a carga energética de total destoamento com o fluir harmônico da Evolução. Acelerados, eles penetram no Ovo Áurico por todos os lados e o agridem como se fossem balas disparadas por um Ar-15. Os estragos são grandes e nunca em um único lugar, mas em todo o Ovo Áurico. Ao menos nas camadas mais densas da Matéria Astral que compõem sua estrutura externa. A coisa é tão violenta que até a Matéria Mental da camada interna do Ovo Áurico é atingida e danificada. Imagine, agora, que a pessoa é viciada no alcoolismo e toma como desculpa toda ocasião para entornar alguns goles. Neste caso o estrago é uma desgraça para o infeliz. Os átomos ultérrimos desprendidos da carne ingerida traz em suas espiras as emoções de medo, revolta, raiva, impotência, ódio que o animal assassinado sentiu pelos homens que o sacrificaram. Estas vibrações emocionais vão aumentar a carga emocional disfórica que o carnívoro humano já possui em si e reforçam qualquer tendência dele para a violência. Por outro lado, esta carga emocional é muito prejudicial ao Elemental Físico e o predispõe para doenças cardíacas, doenças circulatórias e outras afins. Também influem fortemente na estruturação da Psique, levando-a a se tornar mais afinada com pensamentos e imaginações ruins, pesados, o que predispõe o Elemental Físico para ações más. Estou resumindo muito tudo o que há para ser dito a respeito deste assunto. Mas meu objetivo é somente despertar a atenção de quem me lê para o perigo que ronda a todos os que, ignorantes deste assunto, se deixam arrastar pelos apelos do mundo rude, primitivo, próprio do Elemental Físico. Mormente para chamar a atenção de algum leitor que “fuma maconha por diletantismo”, achando que ela é “legal” e não lhe faz nenhum mal. Cuidado. O mal que o vício da maconha causa, se não se manifesta de imediato no Elemental Físico irá, com toda a certeza, manifestar-se prejudicialmente no futuro, talvez até na sua próxima existência.

Vou continuar ainda por mais alguns artigos a discorrer sobre os males que as Ações desreguladas da pessoa acarretam para seu Ovo Áurico. No entanto, já me estendi por linhas demais neste artigo. Então, a gente se encontra em breve.

Até lá

NAMASTÊ!