Vimos alguma coisa sobre os chakras e creio que, se você é leigo neste assunto, foi muita coisa o que aprendeu. Até aqui tenho buscado fazer que você compreenda que o seu Verdadeiro Ser está muito além do que seu pensamento vulgar pode alcançar. Você, como a maioria da humanidade atual, vive pelo Elemental Físico e pensa que agindo aqui e ali do modo que julga ser correto porque todos assim o afirmam, principalmente os padres e os pastores, está salvo e irá ganhar os céus, quando se for. Mas creio que já lhe desponta na Mente duas idéias altamente incomodativas: 1ª) não há céu. Pelo menos no sentido cristão deste termo. 2º) A salvação – ou Iluminação – não é absolutamente fácil de ser alcançada. Há dezenas de crenças que ensinam que você pode saltar etapas e se tornar um iluminado bastando agir de tal ou qual modo. Isto não é verdadeiro, pois a Natureza não dá saltos. Entretanto, há ações recomendadas pelos taoistas que são muito válidas, como é o caso, por exemplo, de se praticar a gentileza. Em qualquer situação, seja gentil. Isto, eu lhe garanto, não é fácil, visto que nosso Elemental Físico é eminentemente medroso, odioso, egoísta e possessivo. Mas ensinar-lhe a gentileza como boa e necessária é um tremendo caminho já palmilhado na Senda da Evolução. Se os atuais muçulmanos praticassem a gentileza e a hospitalidade que seus ancestrais praticavam, certamente não haveria terroristas no mundo. Mas isto não aconteceu nem acontece porque o atual império mundial, EUA, nunca primaram por ser gentis com os outros povos. Nem eles, nem seus aliados, a maioria esmagadora que se diz cristã. Eu, particularmente, acredito que o Cristo se entristece quando olha para a Terra e vê o que os homens fazem dizendo-se cristãos. Ser Cristão é seguir os ensinamentos do Cristo e isto é tudo o que um cristão não faz. O cristão apega-se a mímicas inúteis, a rituais fúteis e a gritarias idiotas, como se Jesus fosse surdo. No entanto, esquecem do que Ele mesmo disse: “Quando quiseres orar, entra em teu quarto, fecha tua porta e ora em silêncio ao teu Pai que está nos céus. Ele te dará conforme teu merecimento”. Caramba! Existe algo que se possa dizer que seja mais objetivo que isto? Duvido! No entanto, os “omens” se aprazem construindo templos luxuosos, vestindo roupas esmeradas, comprando carrões para mostrar que Deus lhes deu aquilo de presente porque frequentam tal ou qual religião. Apegam-se à letra morta da Bíblia, aglomeram-se em horários determinados naqueles templos pomposos e sacodem a Bíblia ao ar aos berros de “Aleluia! Aleluia” e outros que tais. Alguns, seguram copos d’água diante de câmeras de TV, careteiam furiosamente e se contorcem como se estivessem com dor de barriga, ordenando a Deus que abençoe e fluidifique aquela água. Depois de bradar um pedido que esconde uma ordem peremptória, descontraem-se e dizem, convictos, olhando direto para a câmera: “Pronto! agora, irmão, você pode beber seu copo d’água que Deus fará um milagre por você!” HIPÓCRITAS! VÍBORAS! Como podem ousar-se crer capazes de dar Ordens ao Inominado? Foi contra os antepassados destes biltres atuais que Jesus se insurgiu e foi pelas mãos deles que foi parar na Cruz. Mas, como diz o velho adágio popular: “Deixa estar que o que é deles está guardado!”

Esquema do Chakra Muladhara ou Chakra raiz. Suas bocas se abrem no períneo e se volta para baixo.

Esquema do Chakra Muladhara ou Chakra raiz. Suas bocas se abrem no períneo e se volta para baixo

Você se lembra deste esquema, não é? Deve ter notado que ele apresenta três “bocas” para o chakra Físico-denso.  A primeira, abre-se no subplano Etérico, a segunda no subplano Superetérico e a terceira no subplano subatômico. Não há bocas (ou vórtices) que se abram nos subplanos atômicos de quaisquer Planos de Matéria Cósmica e você já deve saber a razão para isto. Pois bem, cada um de nossos chakras possui vórtices nos 343 subníveis em que se organizam os subplanos do Plano de matéria cósmica considerada. Entretanto, não é possível estudar todos eles, até porque nenhum pesquisador ocultista conseguiu realizar esta hercúlea tarefa. Assim, consideram-se somente os vórtices que se abrem nos Sete Subplanos dos Sete Planos de Matéria Cósmica que constituem nosso Corpo nos seus três Elementais. Nestes vórtices transitam milhares de átomos ultérrimos portando em suas espirilas outro tanto de qualidades energéticas, dentre as quais o Prana é fundamental para a vida de nossos corpos materiais no Físico, no Astral e no Mental. Você, agora, pode estar-se perguntando: “É possível a alguém controlar este fluxo de prana, controlando o fluir dos átomos ultérrimos que o carrega?” A resposta é SIM. Seu cérebro é um poderoso eletroímã para os “mundos superiores” ou Mundos de Matérias mais sutis que esta em que nos encontramos. Assim, seu pensamento, que ocorre na matéria dos subplanos inferiores do Plano de Matéria Mental, atuam vigorosamente sobre os átomos ultérrimos que se encontram nestes subplanos (primeiro, segundo, terceiro e quarto subplanos, contados do mais denso para o mais sutil). Você já sabe que tais subplanos compreendem aqueles onde os pensamentos são rûpa, ou sejam, com formas. Assim, se você se concentra, por exemplo, na cor rosa e visualiza um jorro desta cor descendo do Sol e inundando todo o seu corpo, uma verdadeira cachoeira de átomos  ultérrimos”rosados” cai sobre seus chakras, principalmente sobre o chakra Anahata e dele se distribui para o Svadhisthana esplênico, de onde flui para todos os órgãos do seu corpo. Estes átomos rosados trazem não somente a saúde emocional, pois estimulam vigorosamente pensamentos e emoções positivas, eufóricas, como também a saúde para os órgãos físicos densos. Mas não basta que uma cachoeira de átomos coloridos se despeje sobre você, sobre seus chakras. É necessário que, usando de sua Vontade, você os dirija para o órgão que deseja que seja atingido por eles. E é aí que o bicho pega, pois geralmente as pessoas são fraquíssimas em concentração. E se não conseguem ficar concentrada em um determinado objeto por tempo superior a 15 segundos, não conseguirá, logicamente, manter sob controle o fluxo dos átomos coloridos que lhe chegam, atraídos pela sua força psicológica.  Então, primeiramente você deverá praticar exercícios de concentração para desenvolver esta capacidade em si mesmo.  Vai encarar?

Bom, mas vamos, agora, voltar à idade de Jesus. A Religião Cristã diz que Ele foi crucificado aos 33 anos, mas pesquisas históricas levadas a efeito por pessoas altamente especializadas dizem que há fortes e significativos indícios de que Jesus tinha 46 anos ao ir parar no madeiro. Ou seja, sua idade seria 13 anos maior que aquele que Lhe atribuem. Isto desmorona todo aquele sistema simbólico mostrado no artigo anterior? A resposta é: NÃO.

A idade suspeitada implica os números 4 e 6, ambos altamente esotéricos.

A idade suspeitada implica os números 4 e 6, ambos altamente esotéricos.

Vejamos o novo esquema, considerando a idade suspeitada de Jesus. No primeiro esquema o número 4 = 1 + 3. O número um é o Próprio Inominado, o Criador de Todas as coisas e simultaneamente o Incriado. O número 3 é o triângulo com o vértice para o alto, ou seja, o Espírito humano que se esforça para ascender. A União do UM SAGRADO com o TRÊS HUMANO resulta no símbolo do triângulo inscrito no Círculo. E o Círculo é o símbolo geométrico para o UM. O triângulo com o vértice para cima, símbolo do Espírito Humano, inscrito no UM, transmite a mensagem que os ocultistas de todas as seitas repetem: “Todos somos UM”.

Agora, no segundo esquema temos dois triângulos ou seja (3 + 3). Quando eles se entrelaçam dão o Signo de Salomão, cujo significado, você já sabe, é o mesmo que o do esquema superior, mas bem mais sofisticado porque transmite a idéia da Iluminação do Espírito Humano, sua Plena Conscientização que o faz um Nirmanakaya. Na realidade, é possível que o Cristianismo Simbólico tenha apenas ocultado o número 4 da idade de Jesus, mantendo somente o número 33 do esquema ao lado. Mas no esquema completo temos a seguinte mensagem: “Primeiro, devemos vencer a Matéria (o quadrado). Depois, temos de nos individualizar através do domínio de nossos elementais (o traço vertical simbólico do UM). A seguir, temos de voltar nossa atenção e todos os nossos esforços no sentido do Oculto, do Verdadeiro Caminho, da Verdadeira Religião (o triângulo com o vértice para cima) e, finalmente, temos de intimamente nos tornarmos Um com o Todo (amar a todos os seres indeterminadamente, sem apego, sem preferências, reconhecendo-os como nossos irmãos; o triângulo dentro do círculo). Só depois disto é que o Espírito de Deus se voltará para nosso Espírito e buscará descer até ele para, então, iluminá-lo (os dois triângulos representativos do 33).

Então, você agora pergunta: “Por que alterar a idade de Jesus, se ambas levam ao mesmo resultado?”

A resposta é: Porque se desejava deixar aos olhos de todos, mas somente enxergados pelos olhos dos iniciados, os segredos do Ocultismo Cristão. E este segredo está centrado na Coluna Vertebral Etérica e em seus vórtices de energia, que têm muito haver com as Sete Sephirot abaixo da Tríade Divina (Kether, Hockmah e Binah).

Se a idade de Jesus era mesmo a de 46 anos, ela não permitia que ali fosse ocultado, mas deixado simultaneamente à vista, o Segredo da Escada de Jacó, necessário à compreensão da mensagem bíblica. Poderia haver a tendência a se valorizar mais o primeiro esquema e aos poucos perder-se o simbolismo muito mais sagrado do segundo. Os que escreveram a Bíblia (e os que a trabalharam séculos depois, suponho eu) buscaram deixar à vista dos que “tinham olhos de ver” (usando a enigmática frase do Cristo) os segredos que não podiam ser colocados às claras para um povo totalmente violento, ignorante, que primava em estimular as qualidades más do Manipura. Atualmente, aqueles segredos foram revelados e estão ao alcance de qualquer um que se sinta “chamado” para o Ocultismo. No entanto, mesmo com a poderosa Imprensa publicando tudo, só os escolhidos conseguem sentir o chamamento. Os que não se enquadram neste grupo, têm os livros nas mãos, folheiam-nos e os devolvem às prateleiras com um bocejo de desinteresse. Eles não têm “olhos de ver nem ouvidos de ouvir”. E, tal e qual aqueles antepassados ignorantes e rudes de outrora, os atuais imperialistas modernos também são violentos, apegados a valores materiais e a bens e riquezas passageiras. Por isto, o chamamento não os atinge e eles, mesmo tendo a Revelação diante dos olhos, não a enxergam.

A Árvore do Bem e do Mal ou Árvore Sephirotal, o Esquema sagrado do Homem.

A Árvore do Bem e do Mal ou Árvore Sephirotal, o Esquema sagrado do Homem.

Aqui eu revelo segredos que são guardados a sete chaves em muitas ordens esotéricas. Mas quem não é chamado, não me lê. Se aqui entra, sai rapidinho, pois não está capacitado para entender e apreender o que ensino. No momento atual, crítico para a Evolução do Homem, a humanidade vive ativamente o lado negro da Força, ou seja, ela estimula intensamente as qualidades más do Manipura. Mentira, Usura, Ganância, Violência, Falsidade, Luxúria, Desejo, Materialismo, Niilismo, Culto à Brutalidade, tudo isto e muito mais está muito estimulado neste chakra, o primeiro da Identidade Humana. Bondade, Caridade, Fraternidade, Amor, Paz, Verdade e outras virtudes neste chakra não estão ativas. São qualidades escondidas, disfarçadas dentro da maldade que gerencia o Coração Humano. E considerando que somos usinas poderosas na geração de forças cósmicas, imagine o leitor o quanto de forças negativas geramos e que ficam a imantar o planeta que habitamos e desrespeitamos. Toda esta energia é fruto de nosso KARMA COLETIVO (não esquecer que karma = movimento) e, logicamente, todos nós teremos de retificar tal karma. Isto pode ser feito por livre e espontânea Vontade do Homem que temos em nosso Ser, atuando pela Sephirot Hesed, a Justiça Misericordiosa Divina, ou forçados pela Sephirot Din, a Lei Divina, aquela que cobra sem considerações nem piedade.

Nosso Planeta sofre grande interferência da raça humana em seu ciclo perfeito. Todos vemos que há algo muito perigoso acontecendo com o tempo, com as estações, com os dias. Os dias não têm mais 24 horas, mas apenas 22 horas e esta é a razão de percebermos o “tempo” passar como se voasse. E não sou eu quem afirma isto, mas a Física, confirmando as previsões Maias. Afirma-se também que esta mudança não acontece somente com nossa Terra, mas sim com todo o Cosmos. É a obediência a uma Lei inalterável do Espaço. Vamos obrigatoriamente e sem escapatória caminhar para a consciência da Quarta Dimensão. Não é um estado físico, mas um estado psíquico. Quem não estiver preparado para isto; quem estiver mergulhado no niilismo materialista não passará para a próxima etapa evolutiva do nosso sistema Solar. O que lhes vai acontecer é motivo de muitas especulações, Científicas ou Religiosas. Não nos interessa o que ainda está por vir, mesmo que este porvir seja quase imediato na consideração planetária. Há uma medida de tempo, chamada de Ressonância Schumann, um conjunto de picos do espectro eletromagnético, que há milhares de milênios se mantinha em 7,83 ciclos por segundo. A partir de 1980 ela vem crescendo lentamente, dizem os cientistas. Agora, apresenta-se em mais de 16 ciclos por segundo, o que indica a aceleração do  tempo e a diminuição concomitante das horas do dia. Isto é Física, logo, Ciência credenciada no niilismo materialista da humanidade atual. A respeito desta Ressonância há uma grande quantidade de debates e você pode encontrá-los procurando no Google. Uns acreditam na sua validade – inclusive Leonardo Boff. Outros, ridicularizam-na. Seja como seja, o certo é que todos sentimos e percebemos as alterações do Tempo e isto não é discutível. O tempo está alterado. Os dias estão mais curtos. As estações mudaram visivelmente em qualquer parte do mundo físico. As temperaturas estão alteradas, terrivelmente mudadas para pior. Os eventos sociais tendem claramente para a violência em toda a parte e isto certamente tem alguma relação, senão toda relação, com a influência desta alteração no psiquismo humano. É ridículo buscar-se a PAZ através da GUERRA. No entanto, é o que mais se vê atualmente. As pessoas não valorizam a vida humana. Ninguém mais se condói da morte de outrem. Seu cadáver estirado no chão quase não desperta nenhuma reação de piedade. As pessoas vêem as cenas com inumana indiferença e as películas cinematográficas colaboram tetricamente para o condicionamento deste comportamento desumano. Dizer que isto não é anormal e que não tem relação com mudanças cósmicas é, no mínimo, obtusidade lamentável ou comportamento intencionalmente malicioso.

Toda a terrível confusão que geramos ao nosso redor e no Espaço que circunda a Terra tem assustadora relação com o despertamento errado de nossos Chakras. Já não estamos somente descendo em direção ao “fundo do poço”. Estamos em queda livre vertiginosa e nesta condição não há como sustar o choque final. Se o Cristo cumpriu com o que estava nas Escrituras, nós cumpriremos o vaticínio de Suas palavras, pois como Ele mesmo disse: “Passarão céus e terras, mas Minhas palavras não hão de passar”.

Quer saber quais foram Suas palavras? Então, leia a Bíblia. Não sua letra morta, mas o que está oculto atrás dela.

Até nosso próximo encontro e

NAMASTÊ!