Não fiquemos em hesitação. Vamos em frente!

Não fiquemos em hesitação. Vamos em frente!

Leio, no Portal da Câmara dos Deputados Federais, que a TV e a Rádio Câmara lançaram um concurso sui-gêneris Seu título: “A HORA É AGORA”. Seu objetivo: elaboração de programas inéditos sobre temas ligados à mobilização social para conquista de direitos. O prêmio será concedido às sete melhores propostas e cada proposta vencedora ganhará um prêmio de R$ 70.000,00 (se fosse para polititicas este prêmio seria de R$ 7.000.000,00 para cada um. Mas vamos deixar isto de lado, né? É coisa de somenos). As inscrições vão até o dia 16 de setembro deste ano e o Concurso versará sobre os seguintes temas:  iniciativas de mobilização política não-partidária; a política no cotidiano das pessoas; cooperativismo; favelas; sustentabilidade; mobilidade; movimento negro; diversidade e tolerância de orientações sexuais e afetivas; democratização da comunicação; acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiências; intolerância religiosa; respeito às minorias; adoção; histórias que tenham relação com os objetivos do milênio; e direitos e garantias fundamentais previstos pela Constituição.No comunicado também se lê que: “O concurso tem como objetivo dar visibilidade às iniciativas de organização da sociedade que visam transformar a realidade e garantir direitos sociais, coletivos e de minorias. Os programas devem registrar experiências que, direta ou indiretamente, buscam promover a conscientização e a participação política”. Para maiores informações visite o link a seguir: (http://www2.camara.leg.br/comunicacao/institucional/).

Bom, esta é uma iniciativa muito inteligente e abre para os Zé Nings uma porta “deste tamanho” para falar DENTRO DO ANTRO SAGRADO DOS POLITITICAS. Se os cabeças dos movimentos sociais que ultimamente tiraram o sono de muitos “ratos do Poder” souberem aproveitar a oportunidade, hão de se empenhar em selecionar dentro do universo em que militam, “crânios” premiados capazes de bolarem programas que trarão uma força poderosa ao povo desamparado e desapadrinhado POLITICAMENTE. Eu gostaria de poder estar entre os pretendentes, mas não entendo nadica de nada de Mídia Falada, Escrita e Televisiva. Daí que só posso ficar na torcida.

Tenho uma sobrinha, a filha de minha irmã, que se formou em Jornalismo e se ela fosse mais aplicada na profissão bem que poderia tentar uma vaga. Mas seu diploma, depois de conseguido, ficou dependurado na parede. Uma pena. De qualquer modo, a iniciativa da TV e RÁDIO CÂMARA está de parabéns. O povo precisa se sentir por dentro do Poder. Precisa se aproximar com mais segurança dos “Poderosos” senhores Feudais modernos. Esta é uma oportunidade única para que as lideranças populares, APARTIDÁRIAS, consigam colocar para os antolhados por anos e anos de polititica inútil o que realmente a Nação Brasileira quer e precisa ter de seus políticos.

O negócio não é fácil. Após aprovação do projeto o vencedor terá de encarar uma defesa oral de seu trabalho, onde serão pedidos muitos detalhes técnicos. Mas vale a pena.

Há um esforço sincero de um grupo de pessoas que entendem que os Zé Nings têm direito de mandar e decidir dentro da Casa que foi criada para servi-los e, não, ao contrário, como querem e vêm impondo os senhores feudais modernos de um Brasil ainda no século XII no que toca à Política.

Assim, em frente, brasileiros e brasileiras. Aproveitemos a oportunidade e boa sorte.