"Eu protesto! Deixa ficar como está que está muito bom!"

“Eu protesto! Deixa ficar como está que está muito bom!”

Leio, no Jornal do Brasil, uma nota da qual retirei este excerto: “O relator da matéria, deputado Alberto Filho (PMDB-MA), concluiu que a PEC não fere a Constituição e, segundo ele, pode avançar. O relatório está pronto agora para entrar na Ordem do Dia da Comissão. Hoje, os 11  ministros do Supremo são escolhidos pelo presidente da República e aprovados pelo Senado. Pela proposta, a aprovação pelo Senado será mantida, mas à Presidência caberá a escolha de somente duas vagas. As outras nove vagas serão divididas entre: o Superior Tribunal de Justiça (STJ), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Procuradoria Geral da República (PGR), a Câmara dos Deputados e o Senado Federal.” Fiquei olhando para a tela brilhante de meu computador, pesamento perdido numa nuvem de notícias desencontradas, manipuladas, onde a Câmara dos Deputados Federais é apresentada principalmente como o Antro de Ali Babá e seus 513 ladrões (sem incluir, é claro, os mais de vinte milhões de ladrõezinhos que se espalham pelas quebradas do Brasil, todos empregados públicos ou eleitos pelos Zé Nings).

Isto aqui vai virar a Casa da Mãe Joana...

Isto aqui vai virar a Casa da Mãe Joana…

Superior Tribunal de Justiça. Deveria ser um órgão acima de qualquer suspeita, mas não é. E não é porque todos os togados que estão lá dentro já vêm desde mesmo a fatídica OAB, corrompido pela MENTIRA, pela FALSIDADE IDEOLÓGICA e pela GANÂNCIA ACIMA DE QUALQUER VIRTUDE.

Ora, as Leis brasileiras são excelentes para quaisquer espertalhões que estudem a fundo o Direito. Nelas dá para se dizer sem dizer, afirmar e contradizer ao mesmo tempo, indicar a direita e apontar a esquerda sem que isto seja um conta-senso etc, etc, etc… Veja-se o discurso de Celso de M… Eu o ouvi na íntegra pela BAND NEWS e, para falar a verdade, não entendi bulhufas. Ele mergulhou nas profundas do Inferno, subiu aos céus (mas graças a Deus não se sentou à mão direita de Deus Pai), mergulhou nas fossas abismais do vernáculo e de lá lançou-se às mais altas nuvens da verborragia “vademecarum”; discorreu sobre aquilo e além; falou disto, daquilo, do porém, mas entretanto, e do porquanto, sem, contudo, ser pelo contrário, mas verbi gratia, indicou o que não devia e o que se devia em tal ou qual artigo morto de algum lugar. E tudo isto na verborragia complexa da lenga-lenga mais discursivamente inútil que pode haver – a do Direito Torto, que é o nosso. Depois de quase quatro horas de lenga-lenga e ora pois, chegou à conclusão que já era conhecida desde eras priscas: os de colarinho branco devem ser tratados com luvas de pelica e a pão-de-ló. E ainda cuspiu na cara dos Zé Nings dizendo que a grita das ruas não o impressionava. Ele trabalhava embasado “integramente” na Lei para garantir ao cidadão o mais pleno direito à defesa de sua inocência pressuposta até mesmo quando seja condenado.

O STJ é venal. Os togados de lá são comprometidos até o gogó com corruptores de todas as altas classes sociais, econômicas e políticas. Então, os três togados que irão indicar virão com vírus…

A OAB nem precisa de comentários. É a mais podre, a mais corrupta e a mais sem-vergonhamente protegida de todas as agremiações profissionais que existem sobre a face da Terra. e é a mais absolutamente intocável. Pode-se destituir Satanás do torno do Inferno, mas jamais se poderá mexer na caixa preta da OAB. Se você pensa que a “boceta-de-puta” que é o Congresso Nacional é inviolável, não faz idéia do que seja ser inviolável. No dia em que alguém resolver mover guerra contra a sujeira que há na OAB o Brasil vai sentir o que é blindagem de verdade. Pois bem, os três que forem indicados por esta imundície, virão mais sujos que os indicados pela Vovozona e pelo Lulão Safadão.

Isto aqui está precisando urgente de uma boa vassourada.

Isto aqui está precisando urgente de uma boa vassourada.

Finalmente, teremos mais três indicados pelo Congresso (Câmara dos Deputados e Senado). É preciso que se diga algo a respeito? Creio que não.

O negócio está complicado. Como tirar coelho branco de uma cartola onde a tinta é preta? Não dá. Quem poderá desatar este nó górdio que é a Polititica Nacional Brasileira? Nem o Exércio, nem a Marinha, nem a Aeronáutica, juntas ou separadas, conseguirão isto. A menos que se passe a vassourada de modo violento, derrubando tudo o que há, deixando toda a Nação a ZERO para, então, tentar recomeçar. Mas teremos tempo para tanto?

Somos a nação reconhecidamente LESMA em tudo que se tenta fazer. Nada, aqui, anda apressado, exceto o dinheiro público que escorre para fora dos cofres públicos, desaparecendo imediatamente nas contas dos senhores corruptos e de seus cupinchas, os corruptores.

O SUPREMO DIFICILMENTE SERÁ REALMENTE UM SUPREMO, respeitado, acreditado e apoiado pelos Zé Nings aos quais traiu vergonhosamente nesta peça bufa, a mais bufa de todas que já se encenou sob este céu de anil.

Não é à-toa que no nosso céu está fincada uma cruz, lembrando aquela que os romanos usavam para torturar e matar seus perseguidos e seus desafetos. Esta cruz não é algo a ser admirado como um símbolo do Cristo, mas algo a ser estudado como um sinal de que aqui só encarna a escória espiritual de todas as nações do passado.

.