O Horizonte dos POLITITICAS está ficando escuro...

O Horizonte dos POLITITICAS está ficando escuro…

Os brasileiros entraram em nova briga com o Governo da Vovozona e do Rio de Janeiro. Desta vez contra a privatização do petróleo brasileiro. Dilmona está com cólicas intestinais com tantas revoltas populares que seus conselheiros garantiam que não iam durar. Mas está durando. Pior, está-se alastrando pelo Brasil inteiro. Os POLITITICAS, cegos como sempre, ainda acalantam o sonho de que podem continuar enganando os Zé Nings ad infinitum. Não percebem que o buraco ficou mais embaixo. Como têm o pescoço duro pela arrogância do título de “Insolência” que ganharam depois do Dia Nacional da Democracia Brasileira, não podem olhar para baixo, para o patamar onde se debate sufocado os Zé Nings de todo o território nacional. Eles, os POLITITICAS, estão de olho duro e bocas babando em outubro de 2014. É quando seus filhotes candidatos à nova safra de POLITITCAS vão ter vez e poderão ingressar de mala e cuia, para nunca mais saírem, na fedentina das Casas Legislativas do Brasil.

Pensa, Lulão, pensa mesmo. Um dia, quem sabe? Você vai conseguir ir além da lenga-lenga marxista-leninista que por toda sua vida lhe dirigiu passos, emoções e pensamentos...

Porra! Cheguei! Finalmente estou na cadeira quente e não vou largar daqui nunca mais!”

Quando o Lulão finalmente conseguiu sentar seus fundilhos de Zé Ning na Cadeira Quente da Presidência do Brasil, veio cheio de arrogância contra os Militares. Imbuído até à alma da filosofia marxista-leninista, ele deixou as Forças Armadas sucateadas. Abandonou os Oficiais subalternos tanto quanto os Superiores no quesito soldo. Entregou-se à orgia de se tornar o mais bajulado estadista entre os demais. Até hoje não compreendi a razão disto. Até o OBAMA bajulou o Lulão. Isto, fez um estrago danado na Identidade doente de nosso idiota ex-barbudão. Idiota é modo de dizer, pois de tanto viver, comer, suar e beber polititicagem, o Lulão se tornou PROFESSOR com Pós-Doutorado neste assunto. Até foi reconhecido por isto e foi graduado em universidades de renome, que, só por isto, tiveram seu lustro manchado. Mas vamos deixar nosso “abutre nacional marxista-leninista-democrata-imperialista-etc, etc, etc…” de lado, e vamos voltar ao feijão com arroz que é a situação cada vez mais desorganizada e caótica que se espalha pela nação.

Os Governadores dos Estados sempre desprezaram as Forças Armadas. Em uníssono vinham gritando contra elas e acusando-as sem cessar de serem assassinos cruéis etc, etc, etc… As polícias a soldo dos Governadores cometem mais assassinatos que as Forças Armadas durante o tão propalado Regime de Exceção. No entanto, isto é de somenos para os POLITITICAS RANCOROSOS DOS IDOS DE 60. O que eles gostariam de ver era os militares se debulhando em lágrimas de “arrependimento”, de joelhos diante deles, os “injustamente caçados de outrora”. Isto os faria ter orgasmos de prazer sádico. Só que Militar não dobra o joelho diante de civil nem que a vaca tussa.

O tempo passou.

Os corruptos ainda mandam no Brasil. E creio que ainda mandarão por um longo tempo, mas sempre com úlceras de medo...

Os corruptos ainda mandam no Brasil. E creio que ainda mandarão por um longo tempo, mas sempre com úlceras de medo…

Os desmandos políticos atingiram as raias do absurdo, no Brasil. As Leis foram aviltadas até se tornarem protetoras dos criminosos em detrimento dos honestos. Os valores se inverteram e a tudo o que é novidade neste quesito IMORALIDADE ou AMORALIDADE os polititicas aplaudiram de pé. A corrupção nos três Poderes fede até na China, emanada daqui, do Brasil. Mas os polititicas não acreditavam que os Zé Nings pudessem compreender que eles tinham voltado exatamente para esculhambar o Brasil, como era o desejo que acalentavam desde quando eram jovens desmiolados a serviço de pensamentos espúrios.

Mas os Zé Nings, de tanto apanhar e de tanto ouvir e ler sobre a desgraceira e o exagerado desrespeito dos POLITITICAS ao Povo e à Nação, puseram-se em pé de guerra. “Não vai dar em nada” disseram os multimilionários marqueteiros políticos. Mas deu.

E como deu.

Greve, greve, greve! O povo começa a estrebuchar, mas os arrochos continuam firme e forte.

Greve, greve, greve! O povo começa a estrebuchar, mas os arrochos continuam firme e forte.

Os professores cariocas acenderam novamente a chama da grita, que ia esmorecendo ao correr do tempo. E a chama que eles acenderam incendiaram vários guetos de Zé Nings que não sabiam o que fazer nem como fazer. Então, foram novamente para as ruas. Desta vez sob bandeiras as mais diversas, partidárias ou não. O que não mais se aguenta são o descaramento criminoso dos criminosos de colarinho branco e sua desfaçatez na gerência da coisa pública. O Brasil pegou fogo novamente e, desta vez, com o petróleo no meio. E onde há petróleo e fogo há necessariamente incêndio.

O Brasil está incendiado.

A esperança é a COPA. Pensam os POLITITICAS que o advento da COPA vai serenar os ânimos por pelo menos mais quatro anos, o suficiente para que o PT consiga avançar em sua filosofia idiota e totalmente perdida, que está levando nosso país para o fundo do poço.

Emoções aqui se externalizam furiosamente.

Emoções aqui se externalizam furiosamente. Mas a alegria dura pouco. E a realidade volta a pesar nos ombros dos cidadãos, depois que saem da catarse coletiva.

Mas o que irá acontecer na COPA? O ódio popular vai num crescendo e poderá chegar ao ponto de não respeitar nem a “maior paixão dos brasileiros – o futebol”. À boca pequena (e à grande também) afirma-se que os cartolas já acertaram que o time de futebol brasileiro vai ganhar a COPA. Até porque é uma necessidade urgente dos POLITITICAS. Com o caneco nas mãos é provável, mas não certo, que o populacho se acalme. Será? Bom, vamos ter mais ou menos a indicação do que irá suceder quando chegarem os dias fatídicos das competições. De mistura com os fanáticos por futebol e a massa de manobra sempre aluada e perdida no tempo e no espaço, estarão firme e forte os black blocs, os inconformados e os injustiçados. Esta mistura é explosiva e creio que Dilmona já sentiu a pressão. Por isto está fazendo uma coisa impensável até o ano passado: conclama o EXÉRCITO para sossegar o povo e esmagar-lhe a vontade que eles, do PT,dizem ser “soberana” (só não se sabe aonde).

Temendo os protestos, Sérgio Cabral apela para a Vovozona e esta o atende. Conclama o EXÉRCITO, a mesma força armada que eles do PT vêm insultando até as raias do perigo, para CONTER O POVO REVOLTADO.

O PT apelando para o Exército? Os PMDEBISTAS E PSDEBISTAS gritando por socorro às forças armadas? Que viravolta danada, né não?

Como se comportarão os estrelados do Exército? Quero dizer, até quando eles se disporão a servir de cassetete político para bater no lombo dos Zé Nings que têm o dever de defender? É o que vamos ver nesta novela idiota que o PT e a Vovozona, sob a batuta do Lulão safadão escrevem para o Povão Burrão representar. O certo é que os Zé Nings defendem o que é do Brasil para o Brasil, pensamento que está pari passu com aquele das Forças Armadas Brasileiras.

Quem viver verá.