Este ícone do poderio bélico americano já não intimida ninguém.

Este ícone do poderio bélico americano já não intimida ninguém.

Os EUA estão num braseiro vivo, principalmente no que diz respeito ao nosso país. Por serem gananciosos e desejarem a supremacia soberana sobre todos; por acreditar piamente que são de verdade os xerifes do mundo, estenderam sobre todas as nações seus tentáculos venenosos com a desculpa esfarrapada de que tenta se prevenir de ataques terroristas. É o que dá entregar a defesa da nação a cabeças “enquepadas”. O quepe militar serve tão-só para emburrecer os que deles se servem para se sentirem homens e poderosos. O verdadeiro e mais valente homem que já pisou este planetinha insignificante nunca tocou em uma arma. E até hoje não houve quem se lhe igualasse.O militar deve obedecer e não decidir. Um Presidente da República, por sua vez, tem a obrigação e o dever de jamais servir-se das forças armadas para conquistar ou impor sua vontade à Nação, a qualquer custo e a qualquer preço. Um Presidente serve-se das forças armadas como um instrumento, o último, de intimidação daqueles que desejarem desrespeitar a soberania do país que governa. 

Vade retro, mundo! Eu sou o Xerife!!!

Vade retro, mundo! Eu sou o Xerife!!!

Os EUA se julgam, no meio político-militar, os superpoderosos e invencíveis, mas secretamente sabem muito bem que o buraco é mais embaixo. Não são somente eles que possuem o cacete atômico, não. Não são somente eles que dominam o espaço aéreo da Terra, não. E não são somente eles que se sevam na guerra a torto e a direito, não. De tanto venderem guerras pelo mundo, ensinaram aos demais países a se armarem. Foi um marketing demoníaco que deu certo por algum tempo. O mundo todo comprou bilhões de fuzis e outros artefatos produzidos por mentes defeituosas a título de “defesa”. Só em sucata de armamento abandonado nos territórios onde os malditos “marines” estiveram a título de “pacificar o povo levantado em armas”, estima-se que há nada menos que o assombroso número de dois bilhões entre fuzis, pistolas, metralhas, baionetas etc… Eles nem se dão ao trabalho de levar consigo, de volta aos EUA, as armas com que aniquilaram centenas de pessoas. Deixam-nas como sucata, pois é preciso continuar alimentando as fábricas destas coisas malditas e o melhor é abandonar aquelas já usadas para que o dinheiro dos impostos pagos pelos norte-americanos suma nos cofres dos “senhores da guerra”. Quanto à sucata do diabo, há sempre os catadores que as recolhem e as vendem para os países terceiro e “quartomundistas”….

O mais teimoso de todos os Nings brasileiros conseguiu chegar lá em cima. E realmente deu um banho de esperteza...

“Fale mal, mas fale de mim. Assim fico o tempo todo na onda… ah, ah, ah”

Desde os tempos do Lulão Safadão que os EUA tentam nos vender pela metade uns aviõezinhos de segunda para equipar nossa aeronáutica. Com a ressalva de que receberemos as carcaças, mas não a tecnologia para os desenvolver aqui, em nosso território. Ou seja: ficaríamos “ad infinitum” dependendo da compra de novas aeronaves para repor ou substituir as danificadas ou ultrapassadas. Isto é o sonho dourado de qualquer país imperialista. Mantêm os demais sob seu domínio e ainda lucram com tal manobra. 

Mas aí veio a Vovozona danada de esquerdista. E os burros militares norte-americanos meteram seus focinhos sem qualquer respeito no lamaçal brasileiro. E se fu… Agora, fula da vida por ter sido PEGADA no vaso sanitário estirando a veia do pescoço, Vovozona se bandeou de mala e cuia para o lado dos Russos. E está em vias de fechar negócio com aquele país, que promete não somente vender-nos suas aeronaves mais poderosas, em pé de igualdade com aquelas norte-americanas, como, ainda, passar-nos a tecnologia de sua fabricação. Aliás, a RÚSSIA já fez isto com a Índia e esta domina perfeitamente a tecnologia do “stelth”, que é a que está em vias de cair nas nossas mãos, graças à curiosidade sem limites (motivada por um medo também sem limites) dos milicos norte-americanos.

Eis o que li no http://port.pravda.ru/russa/21-10-2013/35448-0/:

"Vão espionar a mãe deles, fazendo m... no banheiro da casa deles, ora bolas!"

“Vão espionar a mãe deles, fazendo m… no banheiro da casa deles, ora bolas!”

“A delegação militar russa, chefiada pelo ministro da Defesa, Sergei Shoigu, visitou o Brasil e o Peru com o tema principal de negociações sobre o fornecimento de armas no valor total de cerca de US $ 1,7 bilhões. A Rússia está a fortalecer a sua posição no mercado de armas na América Latina”. “No Brasil, as autoridades russas e brasileiras combinaram assinar os contratos discutidos anteriormente para o fornecimento de sistemas de defesa antiaérea Panzir -S1 e complexos individuais Igla 9K38 no valor de mais de um bilhão de dólares. Além da compra dessas armas com assinatura prevista para meados de 2014, o ministro brasileiro da Defesa Celso Amorim anunciou um outro passo importante no estreitamento da cooperação militar com a Rússia: a possibilidade de o Brasil participar no desenvolvimento do mais avançado jato militar do mundo neste momento, o Sukhoi T-50. Outro assunto que passou a fazer parte das conversas entre o Brasil e a Rússia na área militar é a aquisição de caças Su-35, incluindo a possível transferência de tecnologia para a sua produção para substituir os atuais Mirage 2000”. “A Rússia,  inspirada pelo Brasil não ter assinado o contrato com os americanos, agora pretende vender seu caça Su-35, oferecendo o desenvolvimento conjunto de aeronave da quinta geração T-50. Este caça de quinta geração é caracterizado pelo alto índice de informatização a bordo e pelo chamado voo furtivo, ou seja, capaz de escapar aos radares possuindo a tecnologia stealth. De acordo com os planos do governo russo, os aviões vão começar a chegar para Força Aérea Russa em 2016. A Rússia já tem a experiência de desenvolvimento conjunto do T-50 com a Índia. De acordo com os representantes da empresa indiana Hindustan Aeronautics Limited (HAL), que está realizando a construção do jato, as partes  concluíram o projeto preliminar do avião, provisoriamente chamado  de  FGFA. As negociações estão em andamento sobre os seus detalhes.  Sem ser a Rússia, que tem neste momento cinco protótipos desse caça em teste, apenas os EUA possuem um aparelho similar, o F-22”.

"Escutando o que não devem, é? Pois vão ver só uma coisa..."

“Escutando o que não devem, é? Pois vão ver só uma coisa…”

Viu só no que dá espionar uma PRESIDENTA fazendo aquilo no banheiro? (aqui, o banheiro a que me refiro é o Congresso Nacional). Pois é. E o caldeirão do mundo está em ebulição pela trampolinagem estadunidense. Há outra vovozona que também não gostou nem um tiquinho assim de ter sido espionada nas “oreia”, quando fazia fofoca com o PRESIDENTE da França. A talzinha é a enfezada Angela Merkel. A Chanceler da Alemanha não vai deixar isto barato, não. E olha que a dona de lá é cem vezes mais poderosa que a dona de cá. E tem muito mais tino comercial, político guerreiro. Desta vez os norte-americanos puseram as bundas num formigueiro vivo. E o pior é que, quando eles começarem a se coçar pra valer, o mundo todo vai tremer…

ARMAS! ARMAS! ARMAS! Será que o bicho homem não aprendeu nada através destes séculos de guerras sangrentas, onde nada foi resolvido positivamente pelo uso do trabuco? No final, quem realmente conseguiu apaziguar os ânimos esquentados foi a Diplomacia. Sempre. Primeiro, o rugido do “homo das cavernas” despertado pela fúria dos conquistadores, principalmente dos que visavam a riqueza dos outros. Depois, o derramamento inútil de sangue, acobertado por histórias maquiadas de “heróis”, necessárias para mitigar a culpa dos cabeças das desgraças. A seguir, quando só resta o vazio e o fedor de sangue coagulado e de cadáveres putrefatos, vem a Diplomacia. Ponto. Tudo resolvido…

É, vendo o mundo de um ângulo exterior; vendo o bicho homem lá do alto, a gente conclui que Yehoshua se deixou matar à-toa. A índole humana continuou corrupta e de Seu tempo para cá, só piorou.

Disse Ele que “nem uma folha de uma árvore cai sem que seja pela Vontade do Pai”. Se é assim, só se compreende a corrida armamentista rumo ao inevitável holocausto mundial, como um plano do Criador para ou exterminar de vez Sua experiência que deu errado, ou peneirar até o último grão, a raça humana apodrecida por tantos e tantos séculos de loucura.  Imaginem o Brasil com uma poderosa aeronáutica, armada até os dentes e com aviões “primeiromundistas” em capacidade de destruição. Coloque aí outra Vovozona (esta que aí está esquentando a “Cadeira Quente”, apenas prepara o caldeirão. Outra virá que vai servir a sopa) também toda troncha para o pensamento marxista-leninista-burradista-estupidista-sanguinarista etc, etc, etc… Junte esta nova vovozona com as que vão tomar as rédeas da Colômbia, da Venezuela, da Argentina, do Paraguai etc e tal, e visualizem a “m” federal que vai acontecer para os lados dos americanos. Acho que eles vão buscar desesperadamente descobrir para onde diabos foi a Atlântida; e quando descobrirem, vão dar um jeito de trazer o continente afundado de volta à superfície para, então, povoá-lo com seus descendentes, a fim de que a vindima continue como deve ser segundo o sonho dos irmãs do norte…

Como eu disse: o que nos faz humanos é nossa infinita capacidade de sermos maus…