ESTOU COM ELE E NÃO ABRO

1 Comentário

Eu não sei quem é o distinto, mas estou com ele e não abro. Nada de “carinh0” com quem só pensa em levar vantagem a qualquer custo, até mesmo ao custo da vida de um cidadão que paga impostos e suporta os petralhas no Poder. Nada de passar a mão sobre a cabeça de safardanas que vivem pelo e para o crime. Se eles se arrogam o direito de matar a qualquer um que lhe caia na antipatia, deixando famílias e famílias chorando a dor da perda de alguém amado, então, que também provem do mesmo remédio amargo. É verdade, sim: BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO.

UM DIÁLOGO INTERESSANTE

Deixe um comentário

Nós escondemos em nosso íntimo verdadeiros furacões emocionais dos quais não temos coragem de  falar...

Nós escondemos em nosso íntimo verdadeiros furacões emocionais dos quais não temos coragem de falar…

Felício e Vera chegaram quando eu estava atarefado com a casa. Itroduzi-os na sala de estar e os deixei esperar que terminasse o que fazia. Então, vim sentar-me com eles.

— Que surpresa — disse eu —, pensei que se tinham mudado de cidade.

— Bom, é que a gente tem andado um tanto ocupado — disse Felício, com um sorriso amarelo. Aceitei a desculpa, embora sabendo que o motivo do desaparecimento do casal era outro.

A conversa versou sobre futilidades e superficialidades. Eu percebia que o casal não sabia como colocar a razão mesma de sua vinda a minha casa, mas deixei que se esforçassem para encontrar o meio de falar isto. O dilema era deles, não meu. Mais

ALERGIA, UM ASSUNTO SERIÍSSIMO. CUIDADO COM ELA.

1 Comentário

Esta praga cresce muito e fica alto, enleando-se nas nossas pernas e podendo até nos derrubar.

Esta praga cresce muito e fica alto, enleando-se nas nossas pernas e podendo até nos derrubar.

Ando às voltas com um maldito capim chamado de pé-de-galinha que infestou a área diante da varanda de minha casa e decidi cortá-lo com a máquina de cortar grama. Que desastre! O desgraçado enrola no fio de náilon e o quebra, obrigando-me a cada dois minutos a parar a máquina para puxar mais fio. Decidi trocar o fio de náilon por um de aço encapado. Desastre maior. O peste do capim simplesmente quebra em menos de cinco segundos este fio e o que dele sobre se abre em dez pequenos fios que, enrolados, davam o fio original. E tem mais: às vezes ambos, o fio de náilon e as hastes do capim se enroscam e o motor da máquina dana a fazer fumaça e quase pegar fogo. Voltei ao fio de náilon e assim fiquei das 8 horas até quase o meio-dia e só consegui roçar dois metros quadrados. Pior: à noite tive uma reação alérgica que me lembrou muito a que eu tinha há mais de dez anos, chamada de “febre do feno”, quanto fui levado ao Centro Espírita Bezerra de Menezes. Êta capinzinho amaldiçoado! Mais

MAIS BOLSONARO. APESAR DE ESTAR NO CESTO DE MAÇÃ PODRES, ELE NÃO É PODRE.

1 Comentário

Este homem impresisiona. Ele não escolhe lugar para dizer o que nós, “cá de baixo” pensamos. Ele põe no ar toda a revolta que ferve nos corações dos que integram a “maioria coartada” e que não tem voz para defender suas posições. Só por isto ele merece o apoio de todos nós, que integramos a “maioria coartada”. Ouçam tudo. É longa esta reportagem, mas TEM DE SER OUVIDA COM ATENÇÃO.

VAMOS ESCOLHER ESTE PARA À PRESIDÊNCIA COMO ALTERNATIVA À VOVOZONA!

1 Comentário

https://www.youtube.com/watch?v=ybote10acL4

Vamos escolher este para Presidente da República do Brasil. Ao ouvi-lo eu me emocionei. O Deputado JAIR BOLSONARO fala minha língua e a língua de mais da metade dos brasileiros que ainda amam este país. Eu concordo em gênero, número e grau com seu pensamento. Nem vou-me alongar porque ele, em seu desabafo, diz o que eu teria dito até com mais veemência. 

FIM DO MUNDO? FIM DOS TEMPOS? FIM DO FUTURO? AFINAL, QUAL É O FIM?

Deixe um comentário

"Não caiam na besteira de se revoltar contra mim. A porrada vai doer, podem crer. O Brasil é do PT e ninguém tasca."

“Não caiam na besteira de se revoltar contra mim. A porrada vai doer, podem crer. O Brasil é do PT e ninguém tasca.”

Todos nós, letrados ou não, cultos ou incultos, já percebemos que não é só no Brasil que os dirigentes perderam o Norte e estão à deriva. Todos ou já demonstram um apego feroz ao Poder, ou são apegados latentes, como a Vovozona e seu Mentor, o Lulão Beberrão. Quando e se o brasileiro se revoltar contra os des-Governos que se seguem um após outro e “la em cima” ainda estiver um êmulo dos Petralhas, veremos que este êmulo se atirará insanamente contra a vontade do Povo. Aqui, como no mundo, os Dirigentes, ainda que eleitos pela Vontade do Povo (que se afirma utopicamente que é soberana), jamais obedecerão a esta Vontade, quando ela se manifestar contra seus desvarios ou suas roubalheiras Mais

DE QUEM É A CULPA?

6 Comentários

Lágrimas não sensibilizam um coração empedernido.

Lágrimas não sensibilizam um coração empedernido.

Minha irmã e minha filha, ao lerem meu post anterior, ficaram cheias de medo. Minha irmã é do tempo em que tamanha violência não existia e nunca foi pessoa de pensar em defesa pessoal. Mas minha filha, que cresceu dentro de dojôs e praticou as mais mortais lutas que existe, não devia ser tão medrosa nem, muito menos, fantasiosa. Sua primeira reação foi me telefonar para me dizer que agora ela, a mãe e o irmão podem estar correndo risco, pois os sujeitinhos aprendizes de safados agem aqui nas redondezas e podem marcar nossa casa para se vingar etc, etc, etc…

Meu Deus! Não podemos viver com o rabo entre as pernas, sempre. Quando o cão mete o rabo entre as pernas até um vira-latas sem importância cresce para cima dele. Os dois jovens vão ficar sem falar por, pelo menos, quatro meses. E durante este tempo vão sentir muita dor de garganta e terão imensa dificuldade de engolir alimentos como faziam, antes. E quando a dor cessar, falarão com dificuldade e terão sempre problema com a garganta. Vão levar no mínimo um ano para retornar a não sentir dor, mas com certeza não falarão como antes. Um castigo bem merecido. E tenho certeza de que em vez de alimentar desejos de vingança eles alimentarão é o desejo de nunca mais se deparar com “velhinhos desamparados”. Mas o que é mais importante, eles estiveram bem perto da morte e sentiram na pele o que é MEDO DE MORRER. E esta recordação sempre os fará relutar em voltar a assaltar. Mais

Older Entries

%d blogueiros gostam disto: