Eis como um colarinho branco é conduzido pela polícia. Isto é ou não é insultuoso?

Eis como um colarinho branco é conduzido pela polícia. Isto é ou não é insultuoso?

Finalmente, “patrioticamente” (e descaradamente, semvergonhamente e filhodaputistamente) os senhores deputados cassaram, constrangidos pela luz dos refletores e pela TV lhes mostrando as caras vampirescas ao Brasil (aos que podem pagar para assistir o triste espetáculo da vergonha nacional), o mandato do f.d.p. Danadon. Faltaram 42, o que já os indica como coniventes com os patifes. Ao menos estes, ainda que fugindo à aparição pública, deixaram entrever a que vieram ao Poder.

Esse aqui é o Paulinho riso frouxo, fio. Tá arrebentando de dinhêro robado. Entoce, vai lá! assarta ele tombém!

É piada! Nova era na política? Faz-me rir!

E agora, com a cara vermelha de satisfação (não pela cassação, mas sim porque eles conseguiram um meio de passar a bola pra frente), um deputado, Sérgio Zveiter, diz que “agora começa uma nova era na Câmara dos Deputados”. Quando um polititica faz uma declaração, é preciso levantar as orelhas bem alto, pois aí tem coisa.

Henrique Alves, um que devia ter sido cassado há muito tempo, pois não é flor que se cheire, mas continua sentado na cadeira de Presidente da Câmara para vergonha do Brasil, diz que a Câmara pretende alterar a Constituição através de mais uma PEC, jogando para o JUDICIÁRIO a responsabilidade da decisão de cassação do mandato de eleito (deputado ou senador). Bom, agora, encurralados, eles tratam de se livrar da batata quente. Antes, com os peitos estufados de “orgulho corrupto”, brigaram ferozmente pelo direito de se atribuírem tal dever. Confiavam que nunca o voto aberto seria aprovado. Ainda não se sabe bem porquê, mas o certo é que a turma da corrupção viu seus anseios afundarem. O voto aberto foi aprovado e eles se viram acuados. Por pouco tempo. Já arranjaram um meio de fugir ao cerco.

"É isto aí, meu caro eleitor. Mas você não vai mudar seus hábitos e vai continuar sendo uma ovelha no meu redil, não é mesmo?"

“É isto aí, meu caro eleitor. Mas você não vai mudar seus hábitos e vai continuar sendo uma ovelha no meu redil, não é mesmo?” (esse aí é Henrique Alves)

Passando a batata quente para o Judiciário, fica mais fácil livrar a cara dos companheiros corruptos sem ter que aparecer na mídia como safados traidores do Brasil. É que o JUDICIÁRIO é muito mais corrupto que o LEGISLATIVO. Vai daí que é fácil comprar os senhores togados para que livrem a cara dos bandidos. E melhor: ninguém pode julgar nenhum togado. Aí o brasileiro se ferra de vez. A corrupção, finalmente, vence a guerra.

Ora, eu sou radical ao extremo. Ou se dá um Golpe de Estado e se toma o poder, adotando a filosofia castrista do “paredón” para todos os que aí estão (do vereador aos ex-presidentes), ou se cai de joelhos diante do Crime Organizado de Colarinho Branco. Eu não vejo medidas paliativas intermediárias. Estamos no fundo do Poço. Não, estamos mesmo é no sub-solo do fundo do poço.

Assim como fizeram com ele, façam com os que seguem a mesma trilha: aterrorizar pelo assalto e pela violência.

Assim como fizeram com ele, façam com os que seguem a mesma trilha: aterrorizar pelo assalto e pela violência.

Fiquei todo aceso quando a meninada do Rio de Janeiro se uniu e partiu para o contra-ataque. Pegaram bandidinhos pés-de-chinelo e os fizeram tremer de medo. Aí vieram os eternos defensores de bandidos bradar na TV. Por pouco tempo. A mulher que pensava que ia se destacar como humanitária quase sujou as calcinhas com a chuva de críticas e ameaças que recebeu porque estava defendendo a bandidagem. Bom, eu pensei, agora o povo vai mostrar que pode, que finalmente compreendeu o que eu venho pregando há séculos: REAJAM. Partam para cima. Não há bandido que tenha coragem, ainda quando armado, se se vê acuado por um grupo de pessoas furiosas partindo para cima deles aos gritos de “PEGA! MATA!”. E depois da surra, os que escaparem com vida, tremerão de medo só de pensar em tentar de novo fazer algum assalto. Mas meu entusiasmo esfriou, pois a meninada não manteve a determinação. Com medo de serem taxados de criminosos (pois TV e Defensores dos Direitos dos Bandidos já começavam a fechar o cerco sobre eles), se aquietaram. Não, não. Continuem, pelo Amor de Deus! É assim que vamos mostrar ao mundo o quanto estamos abandonados à nossa própria sorte pelos que elegemos e que, lá em cima, só pensam em levar vantagem a qualquer preço. Cacemos os bandidinhos pés-de-chinelo. Entre eles há os arruaceiros que apenas acham divertido aterrorizar os covardes. Há centenas de exemplos de marginais que nunca precisariam de assaltar e matar indefesos cidadãos porque nasceram em berço de ouro. Mas fazem isto porque sabem que a impunidade está ao lado deles. Estes são piores que os pés-de-chinelo, pois os últimos são acuados ou pela falta de oportunidade, ou pela escravidão às drogas.

Você não precisa ter um corpo musculoso como este. Você só precisa ter coragem.

Você não precisa ter um corpo musculoso como este. Você só precisa ter coragem.

Moçada carioca, não arreglem. Continuem. Cada vez com maior organização e mais encarniçadamente. Cacem os assaltantes, cacem os vendedores de drogas (matem-nos, pois estes já não mais têm recuperação) e aproveitem, cacem também os políticos locais. Dêem o exemplo para o Brasil. A moda pega. Aqui, tudo vinga. Se não se faz uma revolução pra valer, então, abramos a temporada de caça a criminosos. Do pé-de-chinelo ao corrupto. Divirtam-se e, aproveitando, limpem o Brasil. A paulada, a vassourada, a marretada, a estilingada, a arco-e-flecha, a atropelamento, a seja lá que diabo for, mas cacem os desgraçados.

Não esperem ficar fortes, parrudos, como o Arnold Schwarzenegger. Não são músculos, mas CORAGEM, DETERMINAÇÃO, UNIÃO. Estas são as qualidades que se necessita em um povo para derrubar a ditadura dos corruptos. 

Este gesto é um insulto. Até quando vamos suportar a tirania deles?

Este gesto é um insulto. Até quando vamos suportar a tirania deles?

Basta de ver as caras corruptas nos invadindo as residências falando as mesmas mentiras; chega de nos depararmos ano após anos com os mesmos corruptos de sempre a escarnecer de nós. Basta de tanta falta de vergonha, de tanta falta de patriotismo, de tanta falta de humanidade. O Serviço Médico Público continua uma desgraça. Aqui, em Goiânia, um senhor, que viajou 300 km para vir fazer uma cirurgia de rins (pelo SUS) e que está em estado crítico, já na mesa de cirurgia foi dispensado pelo médico porque no último minuto a ele foi comunicado que o hospital não estava com a máquina pronta e disponível para realizar a cirurgia (e ela se encontra ali há mais de um ano). O senhor, um idoso, foi para a rua ainda trajando a roupa da sala de cirurgia, protestar. Estava há 24 horas sem alimento, suando e tremendo de fraqueza. Só assim forçou o hospital a encontar um jeito de realizar a cirurgia. Se vai sair vivo dali, ninguém jamais saberá. Mas se morrer, seria válida a sua morte se o Brasil se unisse a ele em protesto contra a palhaçada do MAIS MÉDICO. Não precisamos de mais médicos. Precisamos de hospitais dignos, de gerentes hospitalares que não sejam filhotes de políticos. O Brasil precisa de verdade é que os patifes aprendam Administração Pública. Aprendam a realizar PLANEJAMENTO e acima de tudo APRENDAM A NÃO USAR O DINHEIRO PÚBLICO EM BENEFÍCIO PRÓPRIO.

Ex-Deputado Federal ele perdeu as estribeiras. É um cangaceiro no Poder. Manda e desmanda como quer. Onde está a PF?

Ex-Deputado Federal, Mizael Vaz, perdeu as estribeiras. É um cangaceiro no Poder. Manda e desmanda como quer. Rouba aos milhões e milhões. Onde está a PF?

Aqui bem próximo, a apenas 16 km de distância, existe o Município de Senador Canedo. Pois bem, a bandidagem política é tanta que o secretário de finanças se vestiu de caubói e armado de trinta e oito foi pessoalmente ameaçar de morte um blogueiro que vem denunciando as patifarias que ali se faz. Eu entrei em contato com uma repórter da VEJA, contei o que lá sucede, mas a dona queria que eu lhe entregasse um documento por onde se basear para se lançar a campo. Fala sério. A palavra do cidadão não vale? Por que um cidadão mentiria a este respeito? Qualquer repórter com culhão que venha a Senador Canedo, em menos de 30 minutos vai ficar de cabelo em pé diante do que ali se faz em nome e por ordem do prefeito. Matam-se pessoas como se matam cães raivosos. E nada é feito. A justiça não pode se mover porque o Judiciário é mais corrupto que o Legislativo. E se se mexer naquela casa de maribondos vai-se chegar rapidinho ao Governador do Estado e a muitos enfatiotados no Poder. O que a Imprensa está esperando?

Bom, você, que me lê e que tem coragem, junte-se a mim e façamos força para que a Imprensa finalmente levante a “m” daquele município. Por ali, gente, há dezesseis anos que bilhões e bilhões de dinheiro público some pelo ralo. É muita grana para não ser investigada. Passe este artigo adiante. A quantos amigos vocês tenham. Que em algum lugar alguém que possa se mexer o leia e decida agir. O escândalo vai desaguar no propinoduto dos pmdebistas/psdebistas. E é um baita propinoduto, podem crer.

Ou nos unimos contra eles, ou eles, já unidos como estão, nos transformarão em seus escravos à custas das Leis bandidas que aprovam entre si.