Eis o metamorfo que, de di e na TV era um "inocente" dançarino, mas na calada da noite...

Eis o metamorfo que, de dia e na TV era um “inocente” dançarino, mas na calada da noite…

Fiquei deveras curioso para saber quem era o “santinho” dançador que a “cruel polícia carioca” matou covardemente… Ao menos no entender da furiosa mãe e da chorosa Regina Casé. A Rede Globo está servindo de plataforma para a santificação de um cara que, na verdade, era um bandidão da pesada. E não é possível negar o que a foto mostra cruamente.

Talvez que a “inocente” Regina Casé, manipulada pelos “Direitos dos Manos”, tenha embarcado “inocentemente” na conversa de estar dando oportunidade a um “mano” recuperado. Pobre Regininha (Ih, danou-se! Ela também cabe na gangue dos “inhos” e “inhas”). Enganada, levou ao ar como um “lindo dançarino” um sujeito que, à noite, virava Drácula atrás do sangue de vítimas desprotegidas.

E agora, "Casesinha", como  você explica seu amor carinhoso com um bandido procurado pela Polícia?

E agora, “Casesinha”, como você explica seu amor carinhoso com um bandido procurado pela Polícia?

Aqui ao lado temos o metamorfo travestido de “morador trabalhador de uma Comunidade Carioca” e protegido e aplaudido pela apresentadora Regina Casé. Agora, a distinta está em palpo de aranha para se explicar à sociedade. Como é que ela tem a cara de pau de levar ao ar, como bom cidadão, um sujeito que era na verdade soldado do Crime Organizado?

Estou dizendo besteira? Então, expliquem a eloqüente foto do início deste artigo. E me digam se os gestos dos dois, na foto ao lado, não podem ser entendidos como uma mensagem macabra: o”dançarino da favela” parece dizer “vai levar bala, mané!” e a Casesinha parece confirmar: “tua vida vai ser cortada, bobão!”

Talvez o que tenha conquistado a Casesinha tenha sido o cabelo arrepiado e "incendiado" do metamorfo.  Afinal, ela também é afro-descendente...

Talvez o que tenha conquistado a Casesinha tenha sido o cabelo arrepiado e “incendiado” do metamorfo. Afinal, ela também é afro-descendente…

É, os valores sociais no Brasil PETRALHEIRO estão totalmente invertidos. E a TV GLOBO, quem diria, antiga defensora dos Militares, agora mais que depressa vira a casaca e adota a defesa indiscriminada de bandidos, venham de onde vierem, sejam quem forem. Afinal, a PETRALHADA é quase toda de bandidos. Só que, à diferença do metamorfo, eles usam “black tie”…

Bom, deixando a galhofa de lado, a coisa é séria. A mãe de um bandido aparece furiosa na TV jogando aquilo no Pezão que, coagido pela Imprensa, tenta se rebaixa e receber a distinta no Palácio do Governo (ou em outro lugar integrante do Governo carioca) para se “justificar” pelo crime cometido pela “Polícia Bandida” e, quem sabe? garantir uma pensão vitalícia à distinta senhora pela perda irreparável que o Brasil sofreu com a morte trágica de seu rebento.

O que fazia o metamorfo naquele local onde bandidos e policiais mandavam chumbo grosso uns nos outros? Por que diabos ele foi pular um muro às vistas da PM, num gesto que só podia ser visto como, no mínimo, suspeito? A tensão era grade e à noite todos os gatos são pardos. Se ele, tendo conhecimento de que era fichado na Polícia como criminoso, estava no local da encrenca, o que o motivou a ir ali, justo quando o diabo estava rindo de se dobrar?

Eis Maria de Fátima, a indignada mãe do"trabalhador" da "comunidade" onde viviam ela e seu filho, o metamorfo. Por que não explica o envolvimento do filho com o Crime Organizado?

Eis Maria de Fátima, a indignada mãe do”trabalhador” da “comunidade” onde viviam ela e seu filho, o metamorfo. Por que não explica o envolvimento do filho com o Crime Organizado?

Hummm… Perguntas incômodas para os defensores dos “Direitos dos Manos”, não é mesmo?

Vamos lá, Casesinha e a dupla de apresentadores do Jornal Nacional, expliquem a “comoção global” pela morte de um fichado e claramente envolvido com o crime organizado nas favelas do Rio e no Brasil todo.

Expliquem, porque não dá para o mortal comum compreender como é que pode uma organização mega, como a TV Globo, se deixar “manipular” a tal ponto. A pergunta inquietante é: a Administração Superior da TV Globo está sendo chantageada pelos manos?

Não é impossível, não, pois entre os Insolências há lídimos representantes dos “Manos”. Até de “Manos” estrangeiros, como os integrantes das FARC, cuja representação está com a maior mandatária de nossos destinos, a “Aloprada Furiosa”.

Sugestão: a TV Globo bem podia enviar a Regininha a Roma para aproveitar a onda de santificação que assola aquele teatro da fé e pugnar pela canonização rápida de mais um santo brasileiro.

Ia ser de arrepiar, não ia não?