Com esta gangue a América do Sul vai de mal a pior...

Com esta gangue a América do Sul vai de mal a pior…

A resposta é a nenhum. Infelizmente não há um único partido político que realmente tenha o Brasil como seu objetivo principal. Todos, sem exceção, visam não ao Poder como se pensa naturalmente, mas ao dinheiro público. Quem não sabe disto? Alguém pode estar-se perguntando. Eu respondo: os miseráveis dependurados nas Bolsas-esmola. Para mantê-los mais ainda no cabresto, a Aloprada do Planalto aumentou o valor destas desgraças, evidentemente metendo a mão em alguma outra fonte de renda pública que não a PETROBRÁS, pois está está “quente demais” para se mexer na sua grana, agora. Esta medida populista vai colocar o país mais perto do descontrole enconômico-financeiro? É claro que vai, mas o que importa, senão a vitória nas urnas da protegida do Partidão e do Lulão Cachaça? Ninguém no PT pensa no Brasil, assim como, não nos enganemos, ninguém no PSB ou no PDT, ou no PMDB, ou no PSDB, ou em qualquer outra sigla coloca o país em primeiro lugar. Senão, vejamos.

Da passeata pacífica à ação decidida e irreversível há muito espaço para os petralhas ocuparem. Acorda Brasil! Isto é urgente!!!

Da passeata pacífica à ação decidida e irreversível há muito espaço para os petralhas ocuparem. Acorda Brasil! Isto é urgente!!!

Lula: “A candidata é Dilma”. Entretanto, ele, mais do que qualquer outro, sabe muito bem que a Aloprada do Planalto fracassou estrondorosamente na condução dos nossos destinos. No entanto, em vez de buscar um modo de corrigir os erros da Aloprada do Planalto, ele fecha os olhos para o país na beira do precipício e nos empurra a doida pelos olhos a dentro, embora saiba com certeza que ela nos jogará no precipício do desespero, tão logo reassuma o Poder. É nojento. É repulsivo. É revoltante. Em um país árabe ou ex-comunista, isto já seria motivo para o povo ir às ruas dispostos à guerra. Mas aqui… Bom, o que cria expectativa de ação é o maldito futebol. Podemos perder o sossego em nosso futuro próximo, desde que ganhemos (?) a maldita Copa. Uma burrice sem tamanho, pois quem vai ganhar tudo tudo mesmo, são os tubarões d FIFA, para nossa incomensurável vergonha.

Esta coisa absurda é Rui Falcão. Sendo "da antiga" ele devia ser mais patriota e menos petralha. Mas não é.

Esta coisa absurda é Rui Falcão. Sendo “da antiga” ele devia ser mais patriota e menos petralha. Mas não é.

Rui Falcão, o Presidente do PT, defende ferrenhamente formalizar “solenemente” a indicação da doida como pré-candidata ao Poder. Ele, também, demontra claramente que não está nem aí para o desastre que se anuncia no futuro imediato do país com a reeleição da “peste vermelha” para a Cadeira Quente por mais longos 4 anos. Diz ele que faltam seis meses para o dia da eleição. Daqui até lá, não há tarefa mais importante do que obter, nas urnas, um segundo mandato para a companheira Dilma. Um outro mandato ainda melhor que o atual, com novos avanços, novos direitos, novas oportunidades, reformas estruturais urgentes e imprescindíveis” (Citado em Folha de São Paulo).

A pergunta angustiosa é: o que Rui Falcão entende por “ainda melhor que o atual”? Melhor para quem? Noventa e novo por cento que a resposta “oculta” é PARA O PT e os PETRALHAS. E o Brfasil? Ora, este é a vaca leiteira cujo leite não tem fim. Ao menos para os PETRALHAS e afins.

"Eu é que não digo nem a pau, Juvenal!"

“Eu é que não digo nem a pau, Juvenal!”

O que ele quer dizer “com novos avanços”? Certamente refe-se à ação renovada dos MENSALEIROS soltos pelos togados vendidos ao Partidão, vez que o Bat-Man vai cair fora antes do final do ano de 2014. Aí, sim, os “avanços” serão novos e estarrecedores… Não é, Ruizinho? Vejam só! Ele se enquadra como uma luva na gangue dos “inhos”. Que lástima, gente.

E o que ele entende por “novos direitos”? Sendo PETRALHA-mór, temos de tremer dentro das calças quando ele abre a boca para falar de “novos direitos”. Certamente tais direitos não serão para os Zé Nings em geral, mas somente para os acabrestados ao PT, que pagam religiosamente a contribuição partidária todo fim de mês, como fazem os evangélicos escravos do delírio do passado hebraico.

Pior que tudo é quando fala de “novas oportunidades”. O que ele insinua subreptíciamente com esta declaração? A quem dirige a mensagem cifrada, tão bem bolada que pode ser veiculada amplamente porque a massa ignara jamais apreenderá a ameaça velada nela existente? Creio que ela é endereçada ao furioso e, momentaneamente impotente, “doentinho da Papuda”, de quem o “Lobo Mau” insiste em não reconhecer a doença passageira e oportunista que acomete o coitadinho desde que foi mandado prender, embora ele não tenha aberto mão da tensão terrível que é manter-se na crista da onda, mesmo lá de dentro da cadeia. Mas se os chefões do PCC podem, por que cargas d’água ele não? Um celularzinho não faz mal a ninguém, se duvidam, peguntem aos manos em féras forçadas…

"Vocês vão se fu, cumpade. E nós vamos vencer, ah, ah, ah!"

“Vocês vão se fu, cumpade. E nós vamos vencer, ah, ah, ah!”

E me dá um tremendo calafrio na espinha ao ler que ele sonha com reformas estruturais urgentes e imprescindíveis. Pensem bem: reformas estruturais. Nada pode ser mais vago e, ao mesmo tempo, tão prenhe de significado que esta afirmativa. Que estruturas o Ruizinho avisa a alguém que estão necessitando de reformas? Com toda a certeza não é o atual e imoral Código Penal. Também não é a tão cantada Reforma Política, onde os direitos imorais auto-concedidos dos políticos sejam abolidos radicalmente. Também não se trata de reformar a imoralidade que é o domínio dos Partidos sobre a Nação Brasileira, nem, tampouco, mudanças no sistema eleitoral indecente que nos impingiram, por nossa culpa, nossa culpa, nossa máxima culpa. Não, nada disto. O que o Ruizinho preconiza para quem tem “olhos de ver e ouvidos de ouvir” é  o domínio total do PTzão sobre o Brasil; é a eliminação absoluta dos direitos que temos a duras penas conquistado, como a liberdade de imprensa e o direito à livre expressão do pensamento. As reformas urgentes e imprescindíveis visam à submissão total e absoluta do país à filosofia PETRALHA: Brasil para peralheiros e tiraniquinhos de republiquetas de banana, como a Venezuela, que segue o pensamento arcaico dos Castros.

E viva a cntinuidade macabra, né não?