Nosso "Bat-Man" mostra que é mais forte que o Superman Americano.

Nosso “Bat-Man” mostra que é mais forte que o Superman Americano.

Numa penada braba e cruel, o Barbosão negou ao Dirceuzinho o direito de sair da cana para a liberdade de “trabalhar” num escritório de advocacia. Que crueldade, gente. Qual foi o crime de Dirceuzinho? Ora, isto não tem qualquer importância, pois há muito mais gente criminosa soltinha, soltinha, neste torrão que Deus nos legou. Por que, então, o Dirceuzinho, que já amargou uns mesesinhos na cadeia especial que lhe dedicaram, não tem o direito de voltar a flanar livre, leve e solto entre seus pares, como acontece com o Collorzinho, o Garotinho, a caríssima consorte deste sujeitinho safado e outros, muitos outros, mesmo?

Nosso "Bat-Man" não cobre a cara. Ele é macho e não teme os PTralhas.

Nosso “Bat-Man” não cobre a cara. Ele é macho e não teme os PTralhas.

Gente, convenhamos: Dirceuzinho foi e continua sendo uma das mais poderosas “Insolências” do PTzão e um Insolência de tal porte não pode ser constrangido a nem mesmo cruzar a repulsiva porta de um presídio. Que mancha horrível no curiculum tão ciosamente cuidado por ele, não é não?

Com certeza o PTzão vai fazer uma manifestação de desagravo ao insulto inominável do Barbosão ao herói nacional da Polititica Brasileira.

Mas, como o Bat-Man é duro na queda, Dirceuzinho ainda vai continuar amargando mais uns poucos meses a cana dura que lhe foi imputada pela Nação através da penada do nosso negão.

"Quando eu for a Imperatriz do Brasil vou mandar te queimar em praça pública, crápula!"

“Quando eu for a Imperatriz do Brasil vou mandar te queimar em praça pública, crápula!”

Aloprada do Planalto com toda a certeza vai aparecer trajando preto em protesto à crueldade do Bat-Man brasileiro. Ideli que se cuide, pois vai apanhar de língua por causa da iritação da outra. Talvez até sobre para aquela que foi colocada na PETROBRÁS com a missão de aguentar pancada e cobrir escândalos. Ao menos até depois do dia fatídico para os brasileiros. O dia em que a Aloprada será reeleita diante da estupefação dos brasileiros revoltados, que ainda não compreendem que votar em qualquer candidato do PTzão é doar seu voto para a velhota destrambelhada.

E vamos que vamos! O Bat-Man, depois do encontro com a Aloprada do Planalto, está balançando em sua determinação de não entrar para uma das “locas” de ladrões – o Partido Político. Afinal, ser ameaçado pela todo-poderosa de ir para a fogueira é de tirar o sono. Esse negócio de morrer torrado em praça pública já foi abolido até da Santa Madre Igreja. Mas aqui, nesta terrinha de Deus, ninguém foi assado ao vivo e a cores. A Aloprada poderá ser a primeira a inaugurar o espetáculo e usando um “carvãozinho” rebelde, rebelde…

Se segura, Bat-Man. Se eu fosse você me agüentaria no Supremo até o último segundo. As locas não são seguras, eu lhe garanto…