Gente. tem de ser da esquerda para a direita e vice-versa. Assim, conciliamos nossos partidos.Eu sei. É assim que faço.

Gente. tem de ser da frente para trás e  vice-versa. Assim, conciliamos nossos partidos. Eu sei. É assim que faço.

Você sabe como usar o papel higiênico? Sabe nada, inocente. Quem conhece bem como você – e todos os brasileiros – deve usar o papel higiênico são os senhores Polititicas. Eles sabem tudo sobre sua casa. Se você pensa que é um cidadão livre é um idiota, inocente.  Veja se não estou com a razão: eles aprovaram a Lei da Palmada, que diz como e quando você deve interferir com a formação cidadã do bichinho engraçadinho que foi parido por sua esposa ou por você mesma que me lê, se é uma mulher (as desviantes aqui não contam). Você tem de dialogar com seu pestinha, quando ele, em acesso de birra, se jogar no chão em pleno coredor do mais movimentado shopping de sua cidade, aos gritos histéricos e irritantes. Bater no desgraçadinho? Jamais! Chame os bombeiros… Não, não. Eles não servem. Vão pegar o diabinho à força para retirá-lo do lugar do incidente e isto é violência contra a criança indefesa (veja o ECA, a Lei da Palmada e uma porrada de outras sapientíssimas Leis invasivas de seu lar em defesa dos indefesos, mas atentados diabinhos reencarnados porque a turma lá de cima não aguentava mais os espíritos rebeldes deles). Então, que tal chamar a PM? Não, cruz credo! Se você é carioca e chamar a PM seu desgraçadinho corre sério perigo de levar uma bala perdida  ali dentro. Vai que mandam um troglodita da Força Naconal? Já pensou? 

Eu não estou de birra!  Estou treinando canto clássico, ignorante!

Eu não estou de birra! Estou treinando canto clássico, ignorante!

Abrace o pestinha revoltado porque você não pôde comprar a última algema psicológica lançada no Mercado Cibernético-mania e o cubra de beijos para que todos os idiotas à sua volta não se vejam tentados a denunciá-lo aos DIREITOS DOS MANOS por sua crueldade para com seu diabinho já escravo do Mercado Cibernético-mania. Não leve em consideração os tapas, as mordidas e os arranhões que ele lhe imporá, pois, afinal de contas, é um diabinho indefeso, ora pois! E nunca se esqueça que todo cidadão, agora, é um vigilante de sua previsível crueldade. Eles têm nas mãos uma arma de cujo ataque ninguém pode se defender: o Galaxy III Slin. Ele(a) pode fotografá-lo(a) e num átimo aquela foto denunciante estará em todo o mundo com uma denúncia “justiceira” contra sua crueldade de mãe (ou de pai). Afinal, atualmente, os pais não sabem nem amar nem educar sua prole e, por isto, tomam o precioso tempo de Suas Insolências em questiúnculas de somenos. Por isto mesmo é que os operarários empregados na construção das tão mal-faladas Arenas tiveram tempo de sobra para desviar fabulosas quantias do dinheiro público. E consideremos que você, como eu, sabemos que todo brasileiro já nasce corrupto (exceto aqueles protegidos pelas sapientíssimas Leis dos Srs. Polititicas). Estes são honestíssmos, mormente se são donos de empresas podres de ricas.

Quando eu crescer vou esganar esses dois, eu juroooooo!!!!

Quando eu crescer vou esganar esses dois, eu juroooooo!!!!

Alguns blogs gossipeiros (este neologismo é meu mesmo) afirmam que crises de birra são como chuvas de verão. Assim como chegam, vão sem deixar rastro. Acredita nisto, inocente? Pois é. É por causa de gente assim, inocente, que nossos “pobres” Polititicas perdem seus preciosos dias de árduo trabalho em defesa das novas instituições desejadas ardentemente pela Aloprada do Planalto e seu Partidaço, para se dedicar a fazer leis que nos ensinem a educar nossa prole. Somos jumentos que sabemos procriar, mas não sabemos educar. É preciso que as Insolências se debrucem sobre nossos lares e, com uma lupa, escarafunchem nossas vidas íntimas, a fim de criarem leis que nos regulem até no banheiro, como é o caso, agora, da Lei do Papel Higiênico no Lar. 

A demora na construção desta ferrovia é tão extensa quanto a visão que temos ao olhá-la nesta perspectiva.

A demora na construção desta ferrovia é tão extensa quanto a visão que temos ao olhá-la nesta perspectiva.

Obras atrasadas por anos, como a construção da Ferrovia Norte-Sul que ficou 25 anos parada e ensejando o desvio de bilhões de reais pelos desgraçados dos operários contratados por empresas honestíssimas, como a Odebrecht e similares, ficaram assim apenas porque as estúpidas famílias basileiras, com destaque para as mais abastadas, integrantes das classes C, D e E, atrapalharam a pauta de votação do Congresso Nacional, obrigado que foi a se envolver em acirrados e longos debates sobre como regular  o lar dos Zé Nings nacionais.

"Vai bater na bunda da tua mãe, diabo!"

“Vai bater na bunda da tua mãe, diabo!”

Agora, depois da Lei da Palmada, os Polititicas Nacionais descobriram que, pasmem, as famílias brasileiras não sabem como limpar corretamente o fio-fó. Vai daí que situação e oposição já se engalfinham em debates acirrados sobre uma Lei específica, que ensine os desgraçados eleitores a limpar corretamente seus rabos. Só que os do PTzão querem que a Lei determine que o papel higiênico seja usado da frente para trás, lá embaixo, e com a mão esquerda, jamais com a direita. Já a oposição quer que o papel seja esfregado de trás para a frente e com a mão direita, jamais com a esquerda.

"Tem de ser da frente para trás, de conformidade com nosso pensamento. Eem vez de papel higiênico, tem de ser com lixa número dois, companheira Dilma!"

“Tem de ser da frente para trás, de conformidade com nosso pensamento. E em vez de papel higiênico, tem de ser com lixa número dois, companheira Dilma!”

O impasse está em que não pode haver uma terceira mão que acomode os ânimos acirrados dos direitistas e dos esquerdistas. Talvez, então, seja melhor legislar sobre o implante de um terceiro braço no eleitorado brasileiro, mas a hipótese mal foi aventada e já o PTzão criou uma quizumba danada. Quer que este braço cibernético seja implantado atrás do corpo e abaixo da linha da cintura, para facilitar o acesso ao fio-fó do infeliz, coisa que tem agradado em cheio a turma do “ai jisus!”. Mas a oposição defende a idéia de que o implante seja feito na frente do corpo, na linha média entre os ombros, de modo a facilitar também a utilização da tercera mão na manipulação dos genitais, quando não estiver fazendo sua principal função. Isto, esta hipótese, agrada em cheio a turma do “faz assiiiiiimmmmm!!!!”

"Segura firme que eu vou arrancar o escalpo dele!"

“Segura firme que eu vou arrancar o escalpo dele!”

Enquanto suas Insolências se engalfinham nesta discussão meritoríssima, a Nação fica à deriva. Os motoristas, estes comunistas desgraçados (na visão dos direitistas, pois na visão dos esquerdistas eles são capitalistas fracassados), fazem greve porque querem sugar o parco dinheiro dos senhores donos de empresas de ônibus. Como pode uma coisa destas, gente? Será que os motoristas não pensam nos partidos políticos, não? Por acaso desconhecem que são os empresários do transporte coletivo que mais contribuem com a caixa dois dos partidos que nos infernizam a existência? Olha, já tem Insolência disposto a ir pedir a Exu que azucrine a vida dos grevistas. Talvez fazendo criar bolhas ardentes em seus rabos para  que, quando forem fazer aquela porcaria no”bocão”, não possam sentar e se melem todo. E melados, não possam usar o papel higiênico porque a raspagem fará doer os países baixos desesperadamente. Só que Exu anda danado da vida com a bancada evangélica e não acredito que vá dar trela ao pessoal lá de riba. Por isto, a saúde do brasileiro classe média, média baixa e miserável a mais não poder vai ficando abandonada, aliás como já acontece desde quando o diabo era inocente, e os Zé Nings vão continuar morrendo à míngua nas portas dos hospitais.

Mas não faz mal não, gente. Na medida em que morrem os classes miserável e média baixa, cresce, compensatoriamente, os classe média alta (a dos bandidos de segundo escalão) e alta (a dos colarinhos brancos e dos paus-de-fogo refinados, como fuzis AK-47 e bananas de diamites).

Mas enquanto oposição e situação não encontram um meio-termo, a nação se caga toda, o pleito no qual a Aloprada do Planalto será “re-eleita” à revelia do povo danado da vida com ela se aproxima e entre ele e nós, os cagados do Brasil, há menos de 20 dias, vem que vem o acontecimento do milênio para os brasileiros: a Copa idealizada e comprada a peso de ouro pelo Lulão Cachaça… Cala-te boca!