Nem só de adoração viveu Ele. Diz Aslan, que ele foi um grande zelota.

“Pai, me ouve. Faz isto não que vai dar o maior bode do Universo. Eu já estive com eles e sei como é que é…”

Para mim, esta é uma pergunta totalmente absurda, mas há quem acredite piamente nesta lorota, como é o caso dos protestantes de quaisquer seitas. Eles acreditam que no final dos tempos (?) os bons “herdarão a Terra” e serão ressuscitados, ou seja, retomarão o corpo que deixaram aqui sob as mais diversas formas de “morte”. Mesmo os cremados não terão chance: vão retornar. Não se sabe é se ganharão um corpo revisado e novinho em folha. O que se sabe é que serão ressuscitados dos mortos e ganharão a vida eterna sobre esta casquinha de noz que vaga pela bilionésima parte, da trilionésima parte, da quadrilionésima parte, da duodecilionésima parte do Espaço.

Bom, considerando a infinitude incomensurável que somos nós diante da Criação, até que não seria má idéia dar de volta aos idiotas seus corpos refeitos e uma vida “eterna” até o final do atual manvantara (em que pese o pedido do Homem de Nazaré). O que diabos eles iriam fazer? Perambular pela terra com cara de babaca e olhando idiotamente para o alto em agradecimento à prisão perpétua recebida conforme seus desejos? Uma vez que não mais morreriam, como é que se safariam da sede, da fome, do calor e do frio? Como é que se arrumariam com as hecatombes e catástrofes periódicas que o planeta continuaria a lhes apresentar, visto que se trata de um planeta ainda jovem na medida temporal cósmica? Como é que se arrumariam com o dilema eterno do coito? Nasceriam mais espíritos perfeitos ou somente eles é que ficariam nesta eternidade finita? “Havendo coito, haverá cornudos e corneadas”. Tão certo como dois mais dois ser matematicamente igual a quatro. Mas isto lançaria todo mundo de volta ao princípio… Que complicação, não? Própria para um Criador da dimensão do Espaço onde vivemos todos e tudo.

A Terra Prometida pós-mortem terá de ser bem-comportada. Nada de enchentes nem de tufões, senão...

A Terra Prometida pós-mortem terá de ser bem-comportada. Nada de enchentes nem de tufões, senão…

Ou será que o Criador, de pileque, lhes daria, também dias eternos sem noites eternas, num planeta totalmente esdrúxulo diante de Seu Plano, onde não mais haveria mudanças de temperatura, nem catástrofes e hecatombes homéricas? E lhes premiaria com uma saúde absoluta com corpos sem necessidades nenhumas, inclusive as sexuais? Ora, mas se fizesse isto não estaria dando um paraíso na Terra e, sim, um inferno em vida. Qual é a graça de viver sem o acicate da cópula? Perguntem a qualquer pastor se ele gostaria de viver cá em baixo eternamente ao lado de uma dona boazuda sem sentirem qualquer atração sexual entre si. Duvido que diga “sim”. Talvez o Deus de Abraão, Isaac e Jacob deverá resolver o dilema dando aos “salvos” corpos ressuscitados, mas com uma pequena alteração: sem órgãos genitais… Mas como é que urinariam? Ou será que tais corpos não sentiram nem sede nem fome? Então, como é que se manteriam vivos na Eternidade sobre a Terra? E os ressuscitados, sendo ainda humanos, não iriam fazer uma greve de fome ou de qualquer outra necessidade, na grita pelo retorno de seu corpo totalmente como era antes da ressurreição, com o “careca” e a “perereca” prontinhos para mandar brasa? Hummm… Acho que o Deus de Abraão, Isaac e Jacob se meteria numa enrascada que nem o Diabo gostaria de enfrentar…

Imagine os ressuscitados furiosos porque tomaram consciência de que estavam capados pela eternidade. Que diabo de prêmio é este em que o premiado sai perdendo? Isto só acontece na Polititica brasileira com relação aos Zé Nings. Na Eternidade? Não é nem pensável, quanto mais admissível.

"Eu só volto se minha dondoquinha aqui voltar comigo. Se não acontecer isto, vai ter greve entre os mortos, eu garanto!"

“Eu só volto se minha dondoquinha aqui voltar comigo. Se não acontecer isto, vai ter greve entre os mortos, eu garanto!”

E já imaginaram o Lulasca e a Aloprada ressurrectos? A probabilidade é enorme, pois quando a coisa aperta aqui em baixo e especificamente no Brasil, todo Polititica vira evangélico. Aliás, não somente eles, mas a turma toda da pesada. O que tem de traficante que virou santo evangélico não está no gibi. O bicho vai pegar? Aleluia, irmãos, Aleluia em nome de “Jisus”! Voilà! Eis que rapidamente encontram uma saída para os apuros em que se meteram. Foi assim e continuará sendo assim, pois a bancada evangélica tem prioridade junto ao Senhor. Afinal, todos aprenderam a gritar “Aleluia” em uníssono e a ter tantos quantos milagres desejam, desde que, é claro, o dízimo seja gordo…

E no Brasil, põe gordura nisto aí, gente.

Se duvidam, perguntem às empreiteiras brasileiras, onde a turma da Diretoria e a maioria dos executivos engravatados são contribuidores assíduos das caixinhas evangélicas…

Ouvi dizer, não garanto que não seja coisa de despeitado PTBISTA ou PMDEBISTA, que estão acontecendo reuniões secretas entre os petralhas, onde se discute qual é o polititica da atualidade que deverá ser escolhido para ter seu nome enviado ao Papa Francisco a fim de que este crie o primeiro São Corrupto declarado no Vaticano. Sim, declarado, pois até lá, pasmem, há corruptos à granel. Mas todos à sorrelfa, como manda a tradição cristã católica. Francisco que o diga. Soube que o coitado anda dormindo apenas com um olho, enquanto o outro fica alerta, vigiando portas, janelas e entradas secretas temeroso de um sicário armado com um punhal acerado pronto para lhe enfiar no coração “rebeloso”.

"Eu apoio o Lula. Afinal, tô na cadeira quente do Planalto por culpa dele. O diabo que se cuide!"

“Eu apoio o Lula. Afinal, tô na cadeira quente do Planalto por culpa dele. O diabo que se cuide!”

O Lulasca, dizem as más línguas, declarou aos gritos que só aceita voltar com três condições: a) sua baranga tem que ter prioridade de retorno entre as mulheres; b) O PT tem de retornar tal e qual se foi daqui, antes de o Paraíso voltar a ser criado; c) a turma da pesada que foi presa pelo desmiolado do Joaquim Barbosa tem de vir salva. Nada de inferno para eles. Se qualquer uma destas condições não for aceita pelo Criador, ele vai fundar um sindicado Contra Deus, que defenderá a bandeira: Lula para a Criação já! O novo PT ressurrecto batalhará para colocar o LULA-LÁ  no lugar do padrinho do Negão do Supremo, o desgraçado que quebrou a regra e desafinou o violino petista. E o movimento LULA-LÁ NO LUGAR DO CRIADOR já anda assanhando todos os petralhas do planeta. Afinal, o ex-barbudão ainda tá mandando no pedaço. Se duvida pergunte à Desmiolada.

É claro que a bancada evangélica não está nada satisfeita com o assanhamento deste petralha malandro. E o Marco Feliciano ou o Malafaia, como ficam? Se alguém tem de assumir um lugar de Ministro, no mínimo, ao lado do Criador é um dos dois. Nada de Lula-lá. Só se for lá nas profundas, ao lado do chifrudo e bem amarrado, senão o desgraçado vai bagunçar o inferno, principalmente se der de cara com o Guevara ou o Fidel Castro, o amor imorredouro da Aloprada do Planalto. Aí mesmo é que a vaca de Satã desce o barranco e se atola no brejo. Ele vai ter de chorar muito no ombro do Criador, ora se vai!

Bom, por esta pequena resenha dá pra ver que esperar retornar através da ressurreição para esta terrinha dos infernos é pior que sentar nos chifres de Belzebu. A Terra não apresentará novidade dia após dia. Nada de terremotos; nada de vulcões; nada de tsunamis; nada de furacões; nada de enchentes; nada de secas; enfim: nada de nada. Tudo certinho, certinho. A ponto de dar náusea, principalmente no pessoal das Licitações que, sem ter o que fazer, vão ficar desesperados com os senhores “Disputados” em desespero por querer alimentar a caixinha de seus partidos sem ter como. Os humanos, tudo indica, virão sem as genitálias, pois desde sempre a Igreja Católica demonstra cabalmente que ter isto foi o que fez o caldo da raça desandar de vez. Mulher vai vir bonita, senão a grita vai colocar o Espaço surdo por dez manvantaras e pralayas. E vai ser o diabo aguentar uma boazuda ao lado sem poder fazer nada. Isto é céu para padre, já treinado nesta abstinência. Mas para os pés rapados? Não dá. Tem de ter aquela fugidinha da hora do almoço, senão perde a graça.

É… Melhor é abdicar da ressurreição à moda cristã. Melhor é ficar lá por cima mesmo, fazendo uma cera à espera que o Criador destrua tudo isto aqui e decida recomeçar de modo mais acertado, pois esta experiência de agora foi um total fracasso.

O Brasil é a prova viva disto.