"Ih! Não faz onda! Eu estou tentando sair de fininho, que a m... já está fedendo. Vê se me esquece, tá?"

“Ih! Não faz onda! Eu estou tentando sair de fininho, que a m… já está fedendo. Vê se me esquece, tá?”

Há muitos e muitos anos passados, havia num país chamado Brasil, um órgão muito respeitado no mundo todo. Quem conseguia entrar para nele trabalhar através de concurso público precisava ser realmente “um crânio”, alguém de grande saber em quase todas as áreas do Saber Humano, principalmente naquelas relativas às políticas internacionais. Gênios, mesmo. De que órgão estou falando? Do Itamarati, o órgão federal responsável pela DIPLOMACIA Nacional Brasileira.

Em qualquer parte do mundo, exceto no “brasil” petralheiro, até crianças aprendem desde cedo que o órgão que lida com a Diplomacia em seu país é de fundamental importância para sua Nação. E todo Governo que se presa tem muito cuidado na escolha daqueles gênios que deverão ser mandados para as Embaixadas e Consulados representativos de suas Nações. Isto já foi feito no atual “brasil” petralheiro. Mas num passado distante, algo em torno de 50 a 60 anos passados. Atualmente nossas representações no exterior estão à míngua. Até mesmo ameaçadas de corte de luz e de água, como acontece, pasmem, no Benin. Aqui os nossos diplomatas são obrigados a trabalhar à luz de velas, pois a eletricidade foi cortada. Que vergonha, Judas de Saias. E por falar em você, onde diabos é que anda escondida?

"Tem dozinho de mim, cara. Eu tô numa enrascada dos diabos e você ainda vem tripudiar sobre meu esqueleto? Tem dó!"

“Tem dozinho de mim, cara. Eu tô numa enrascada dos diabos e você ainda vem tripudiar sobre meu esqueleto? Tem dó!”

Você brigou ferozmente para continuar com sua bunda mole na “cadeira quente”. Invectivou contra seu oponente com todas as armas baixas que todos os Judas do mundo usam para desancar os que a eles se opõem. Prometeu mundos e fundos aos idiotizados por uma Educação absolutamente nula e eles acreditaram. Disse que ele é que iria aumentar impostos; disse que ele é que iria apertar nossos cintos; disse que ele é que iria deixar a Educação no fundo do poço (hoje, Judas de Saias, ela se encontra pior, pois está no sob-solo do fundo do poço, de onde vai custar muito sair). Você afirmou que seu oponente ia desempregar milhares, mas já em janeiro o desemprego está-se alastrando como só se viu nos anos pré-revolução. Agora, Judas de Saias, você lhes dá o Diabo, aos mal-instruídos, servido em prato de ferro fumegante. E os desgraçados terão de tentar comê-lo. É… Vai ser o Diabo, gente. Engolir o chifrudo é difícil. Seremos os primeiros seres humanos a fazer isto, graças ao PTzão que nos domina das profundas do Inferno em que nos jogou e onde, suponho, se esconde escafedida a Judas de Saias.

"Não, não e não! Não há desemprego. Há apenas uma arrumaçãozinha petralha nos nossos afiliados e eles compreendem isto."

“Não, não e não! Não há desemprego. Há apenas uma arrumaçãozinha petralha nos nossos afiliados e eles compreendem isto.”

Mas onde você se meteu, Judas de Saias? Por que está silenciosa como o Diabo, se é que o danado fica em silêncio?

Há um vácuo tensionante nestes seus primeiros meses de des-governo continuado. Você e seu padrinho beberrão, que lamentavelmente o câncer não levou pro outro lado, afundaram o Brasil e o reduziram a um mero “brasil” petralheiro. Um paíseco que não agrada mais nem aos famigerados vermelhões petralhas. Um paíseco que só tem a oferecer Educação Escolar de baixíssima qualidade, com ignorantes sendo aprovados à força para se tornarem cidadãos sem olhos de ver, sem ouvidos de ouvir e sem língua de falar. Sabemos, todos os que não somos vermelhos estrelados, que ao PTzão agrada sobremodo um paíseco como o “brasil” petralheiro. Mas acontece, Judas de Saias, que os petralhas também não são pessoas que sabem pensar. São aleijados mentais. Decoraram a cartilha caquética de um Socialismo há muito falido e só sabem rezar aquela ladainha pobre e repetitiva.

Não sei se você sabe, Judas de Saias, que no último ENEM nada menos que 529.374 examinandos tiraram nota ZERO na redação. E deste número aviltante, 280.903 entregaram a prova em branco, Judas de Saias. E sabe por que? Porque não foram capazes de entender absolutamente NADA das provas que lhes foram apresentadas. Quem não sabe ler, não sabe ouvir, não sabe falar, não sabe entender. E a juventude de hoje não somente não saber ler, como também nem sabe que idioma devia falar. Comunicam-se entre si através de uma linguagem cibernética que é restrita à sua burrice. Como é que tais criaturas poderiam escrever em português, se desconhecem todas as regras gramaticais deste belíssimo idioma? Mas é isto mesmo o que o PTzão quer para este “brasil’ petralheiro, né não? Que todos fiquemos ignorantes, burros de pai e mãe, só assim eles (eu não) continuarão votando nos candidatos BURRÕES do PTzão. E o que fazem os BURRÕES PETRALHAS? Em primeiro lugar, criam Universidades de Corrupção, cujos professores são os Executivos das maiores empreiteiras deste país falido, e cujas faculdades são as Empresas Públicas. Vergonha? Não, não. Não fica rico um ignorante que sofra desta coisa horrorosa chamada Vergonha. Todo rico petralha é sem-vergonha, não é, Judas de Saias? Veja, por exemplo, seu padrinho. Além de ter enricado como o Diabo, também enricou seu filhote e uma porção de outros parentes, que para tanto ele não foi besta.

Os idiotizados emburrecidos da maldita bandeira vermelha.

Os idiotizados emburrecidos da maldita bandeira vermelha.

Quem os colocou no Poder? Os idiotizados por uma Educação Sem Base. E quem a mantém, agora, no Poder, velha caquética? Os mesmos idiotizados que, neste início de calvário, desfilam pelas ruas, perdidos, sem horizonte, desempregados ou na iminência de perder o emprego. Coisas do PTzão, não é mesmo, Judas de Saias? O ideal de seu partido, Judas de Saias, é que o “brasil” retroceda aos anos pré-1964. Naqueles “saudosos” idos o povo ainda pensava, mas mesmo assim se viu desorientado, impotente diante da zorra que o Comunismo e o Capitalismo furiosos implantavam no nosso País. E quem saiu vencedor, depois de anos de bagunça? O PTzão, lógico. Os brasileirinhos daqueles idos foram perdendo o contato com a fundamentação educacional do que é ter Pátria e do que significa ser patriota. Veio o Woodstock, o endeusamento das drogas e do sexo livre (e põe livre nisto). Veio a anti-cultura e o endeusamento da burrice generalizada. E os futuros petralhas de ontem, hoje trabalharam duro para chegar onde queriam: na Cadeira Quente. E chegaram. E no que deu? Deu na redução do “brasil” a isto que se vê aí.

E para fazer o quê, eles queriam chegar ao Poder?

Eis um horrível exemplo de Escola na filosofia petralha. É daqui que saem os candidatos zerados no ENEM.

Eis um horrível exemplo de Escola na filosofia petralha. É daqui que saem os candidatos zerados no ENEM.

Afundar um país ao qual nunca foi dado uma única chance de se tornar um verdadeiro gigante como se diz que devia ter sido. E vocês, idiotizados vermelhos, destruíram a Educação brasileira. Arrebentaram as escolas do ensino fundamental. Baixaram Leis obrigando professores a aprovar até mesmo quem passou o ano “bundiando” ao redor dos muros da escola ou, pior, tascando tabefes e murros e puxões de cabelos dentro dos pátios escolares para mostrar uma valentia que, de verdade, não ultrapassou jamais os limites da estupidez humana. Tudo porque eles se tornariam no que se tornaram: mrtos-vivos no pensar, no Saber, no Conhecer e, pior, no Raciocinar.

Por tudo isto, Judas de Saias, eu a acuso de ser a maior traidora, a maior “traíra” que este país já produziu. Maior até que Calabar.

Que vergonha, Judas de Saias.