Dilma contesta

“Não é bem assim não! Não é bem assim não! Os Petralhas são honestos. O que não prestou foi a sobra dos PMDBISTAS que nos ensinaram o caminho das pedras! Não votem no PMDB. Nós ainda somos melhores. Nós roubamos, negamos e não devolvemos nada!. E VIVA O PT, DESGRAÇADOS!”

Acabaram-se os três dias de liberação das repressões brasileiras – repressão sexual coital; repressão da liberdade de ir e vir;  repressão do direito de protestar sem baderneiros para bagunçar e polícia despreparada e, por isto, pronta para bombardear gente pacífica; repressão ao direito dos petralhas de roubar à granel e afundar a Petrobrás etc, etc, etc… Agora, vem o tempo do desespero, da revolta, da frustração do voto mal dado, do arrependimento tardio, do salve-se quem puder, enfim: vêm os dias de desespero, que levarão os pobres e favelados Zé Nings brasileiros a puxar até arrancar os pentelhos de raiva, frustração e arrependimento.

Para dizer numa palavra tudo, vem o tempo da Agonia no Calvário. O Calvário dos beócios que se deixaram doutrinar pelo petralhismo espertalhão.

A agonia de não saber quanto irá custar o outrora famoso pãozinho francês; a agonia de não ter certeza de que amanhã o preço da gasolina de seu carro será o mesmo que o de hoje; a agonia da expectativa da descoberta de mais roubalheira levada a cabo pela quadrilha dos petralheiros, que não serão punidos pelo JECA (José Eduardo Cardozo). A agonia de saber que no meio do ano o brasileiro antigo classe-média terá descido para a classe pobre e se verá obrigado a trocar o colégio pago de seus filhos pelas escolas preparatórias para o Crime Organizado chamadas, quase sempre, de Colégios Públicos Estaduais e Municipais… Enfim, vão chegar os tempos de puxar o pixaim em desespero. Nem precisa esperar muito. Já em março o bicho pega.

VAMOS TER A AGONIA de viver num país de burros encabrestados que, apesar do miserê que vamos enfrentar, ainda serão capazes de votar no LULAÇA Cachaça EM 2018, para que ele dê continuidade às bandalheiras petralhas e eleve ao panteão de heróis nacionais gente como José Dirceu e quadrilheiros que tais.

A expressão facial e os olhos refletem a Alma. E esta é a Alma dos que são religiosos muçulmanos. Horrível, não?

A expressão facial e os olhos refletem a Alma. E esta é a Alma dos que são religiosos muçulmanos. Horrível, não?

E tudo começou lá no Oriente. Houve, outrora, uma religiãozinha danada de ruim chamada de islamismo. Lá no passado, os cristãos tiveram que tomar das armas para sossegar a sede de dominação demoníaca que se apossara dos fanáticos daqueles idos. E correu foi sangue. Dos dois lados.

O mundo avançou e, diz-se, civilizou-se. Não sei eu o que diabo é isto, pois neste mundo civilizado o que mais se vê são humanos desumanizados a ponto de se tornarem bestas feras. Os bandidos do Rio, de São Paulo e de outras grandes capitais brasileiras estão aí para comprovar 100% do que digo. Mas a “civilidade” moderna repudia a reação dos que se sentem espremidos entre a Lei da civilidade humana, e a “des-Lei” dos aloprados e doentes de todos os níveis psicoemocionais e cívicos possíveis e imagináveis. Eis de volta os fanáticos do Islamismo.

O troféu de um islamista fanático: a cabeça de uma criança cristã. Até quando?

O troféu de um islamista fanático: a cabeça de uma criança cristã. Até quando?

E decapitam pessoas espalhando vídeos de seus crimes impunes e horríveis pelo mundo; e explodem bombas por todos os países europeus, pondo os branquelos de pelos arrepiados; e pregam a violência em nome de um deus ao qual chamam de ALÁ. E recrutam idiotas na Europa (gozado, ainda não apareceu um goiano querendo alistar-se entre eles. É de espantar, visto que onde há merda no mundo, há um goiano mergulhado nela. Antigamente eram os cearenses, mas estes perderam a coroa para os goianos) para que viagem pelos países europeus metralhando pessoas e dizendo que estão lavando a honra de Alá. Cruz Credo! Sou mais as baianas que preferem lavar as escadarias da Igreja do Senhor do Bom-fim com água de cheiro, mesmo.

A bestialidade religiosa levada ao extremo estarrecedor da violência nestes tempos ditos civilizados.

A bestialidade religiosa levada ao extremo estarrecedor da violência nestes tempos ditos civilizados.

Vocês querem saber o que eu sugiro às Nações Unidas? Que aprovem o lançamento de uma bomba atômica com a potência igual à daquela que transformou em cinzas Hiroshima, sobre o território onde está a cabeça da víbora do Islamismo aloprado. Se preciso, mais umas duas ou três. Pronto. O restolho que sobrar, deverá ser capturado e degolado na beira-mar, de preferência no mesmo local onde degolaram cristãos.

Adiferença é que a degola deve ser feita com serrote bem cego e o carrasco deve demorar um dia todo, torturando o máximo possível os danados. Assim, estarão cristãmente preparando os condenados a chegarem ao Inferno já mais ou menos acostumados com a dor. Ao menos os cristãos mostrarão que são mais piedosos, né não?

O Papa Francisco que me perdoe, mas eu não arredo pé do que penso e aconselho à ONU, uma entidade inútil, onde milhões de dólares são embolsados pelos que lá dizem representar o Mundo e não fazem nada que preste, a fazer: mandar aqueles diabos, totalmente carbonizados, para um encontro fraterno com o Chifrudo-mór lá nas profundas. E que seja de um inferno cristão, para que eles não reclamem as tais 72 virgens a que julgam ter direito pelo sacrifício de terem morrido pela sua fé aleijada.

"Heróis" do Morro da Covanca - Rio de Janeiro. Culpados? Polititicas e OAB.

“Heróis” do Morro da Covanca – Rio de Janeiro. Culpados? Polititicas e OAB.

No Brasil mata-se por imitação, por esporte, por vingança, por “amor”, por rancor, por direção perigosa, por incivilidade total e absoluta, por partidarismo idiota e mal-intencionado, por viciação em drogas das mais esdrúxulas que possa haver no mundo. No Brasil petralha mata-se por tudo e por nada. Apenas, mata-se. Mas só se mata os idiotas que ainda acreditam na civilização. Os que já se libertaram destas amarras estúpidas e deram asas às suas bestialidades avoengas (isto é, que vêm de muito longo no nosso passado ancestral) estão livres para matar. E podem fazer isto com toda a segurança do mundo, pois aqui, a Lei não manda prender. Ao contrário: manda soltar assassinos, ladrões de colarinho branco, estupradores, parricidas, matricidas, fratricidas e vai por aí. Matar é esporte nacional brasileiro. Pra que Lei idiota que manda cercear a liberdade de matar livremente por qualquer dá-cá-o-pau?

Nosso futuro Presidente da República indo para seu calvário - uns diazinhos numa prisão especialmente preparada para ele, tadinho...

Nosso futuro Presidente da República indo para seu calvário – uns diazinhos numa prisão especialmente preparada para ele, tadinho…

E entre nós, matar é coisa de Zé Ning idiota e iletrado. O píncaro da glória, agora, é ser militante petralha. E de boa estirpe, isto é, que tenha galgado altos degraus na hierarquia do Partidão. Não interessa as raízes familiares que possua o candidato, pois aqui, ao contrário do que acontece entre os hebreus, a árvore genealógica não importa. A história de cada um começa quando ele dá seu primeiro vagido e termina quando ele ou morre a bala, ou à míngua na porta ou nos corredores dos hospitais públicos (ou filiados a uma OS -Organização de Saúde, os famosos Planos de Saúde), ou em casa mesmo, sem amparo e cercado de parentes desesperados e impotentes. Quem veio antes dele e lhe deu existência e quem a ele se segue por descendência já era. Não tem relevância. A história de cada um é a história de cada um e fim. Nosso país não cultiva a memória de nada, absolutamente nada. Por isto mesmo ele não tem HISTÓRIA.

"Que qui é isso, parceiro! No meu tempo os PMDBISTAS não eram tão gulosos. Claro que metemos a mão, mas de leve, bem de leve...!"

“Que qui é isso, parceiro! No meu tempo os PMDBISTAS não eram tão gulosos. Claro que metemos a mão, mas de leve, bem de leve…!”

E é porque não temos memória de nossa História que estamos de novo reescrevendo um antigo e recente calvário – o retorno da inflação, a desvalorização de nossa moeda perante o dólar, o afundamento de nossa única empresa de vulto internacional – a PETROBRÁS, e o retorno dos que jamais foram a lugar algum porque não podem levantar os fundilhos que estão parafusados nas cadeiras do Legislativo, do Executivo e do Judiciário. Revistas e jornais de peso (em que pese o esforço dos petralhas, principalmente de Lulaça Cachaça e de sua afilhada, a Aloprada do Planalto, que desejam ardorosamente “a regulação da Mídia”) estão dando o alerta por todos os lados. As passeatas em protesto pela perda de empregos já começaram. E daqui até 2018 só irão crescer. Tomara que cresça tanto que incomode nossas silenciosas (???) Forças Des-Armadas (mas nem tanto). 

"Eu não queria isto, juro! Por causa disto vou ficar sem aparecer no palco da Glória, o que me dói tanto que me faz chorar... buuuuuu!!!"

“Eu não queria isto, juro! Por causa disto vou ficar sem aparecer no palco da Glória, o que me dói tanto que me faz chorar… buuuuuu!!! Eu morro de inveja do Lula snif,snif, snif… Ele nunca desapareceu um segundo sequer do palco da Glória e ainda saiu nos braços dos idiotizados, que glória! BUUUÁÁÁ!!!

A gasolina subiu de preço, mas ninguém fez passeata contra isto, pois, ainda que subliminarmente, todos sabemos que temos o dever de nos sacrificar para que a PETROBRÁS consiga tampar o tremendo buraco que os ladrões do PT fizeram em seus cofres. Passado o momento azado para a grita nacional contra esta desfaçatez da Polititica Nacional Brasileira, agora é abaixar os chifres e fazer como fazem os búfalos do pantanal mato-grossense: puxar a canga. Teremos de fazer força até estufar as hemorróidas, para, finalmente, ajudar um petralha aparentemente honesto (deve ser doente), no esforço de recolocar a PETROBRÁS nos trilhos de novo. Só assim a Aloprada do Planalto voltará à ribalta e poderá MENTIR novamente, com aquela convicção de que só os idiotas são capazes de apresentar (ou um extremamente mau polititica, como é seu caso).

É claro que a Europa está dando todo o respaldo necessário para que, uma vez salvada a PETROBRÁS (se é que o “santo” petista Aldemir Bendine vai conseguir igualar-se ao Homem de Nazaré e fazer um milagrão daqueles em menos de 4 anos), a Aloprada possa retornar com aquela burrice que lhe é endêmica e voltar a dizer asneiras de todos os tamanhos e qualidades, com aquela convicção dos alienados, para toda a nação brasileira ouvir e ver (e todo o resto do mundo sufocar o riso, pois na verdade, o que há de Dilmas por aí não é brincadeira. Aliás, o ditado popular tem de mudar e passar a ser: cada país tem a Dilma que merece). 

"Tá danado de fedorento, mas se é pra livrar nossos padrinhos, vou à luta!"

“Tá danado de fedorento, mas se é pra livrar nossos padrinhos, vou à luta!”

Mas a Novela Petrolão do PTzão ainda não chegou na parte de maior suspense, não. A coisa vai ficar imoral mesmo é quando a turma dos togados tiver de aplicar a Lei (que, aqui, não vê os cidadãos como iguais perante ela). Segundo a VEJA, o JECA (Ministro José Educardo Cardozo) já tomou a si as vestes de bombeiro e está agindo para “apagar o incêndio” que os não-Insolências querem fazer aumentar até engolfar os santos petralhas Lulaça Cachaça e Aloprada do Planalto.

Ele já se comprometeu, segundo a VEJA, a aliviar a banda da quadrilha do bilhão e isto quer dizer que ninguém vai ficar apodrecendo atrás das grades nem as empresas para as quais trabalham vão deixar de continuar mamando nas tetas do Estado. Claro que elas terão de fazer um jejum por algum temo, coisa de somenos, visto o dinheirão que já amealharam com a petralhaça descontrolada que vicejou e, com a ajuda de São Dirceu, logo, logo, voltará a vicejar. Talvez não mais na PETROBRÁS, que sabem que não ficará de pé nem daqui a cem anos, mas com certeza há dezenas de outros veios a serem explorados e eles certamente os encontrarão e explorarão.

É só esperar para ver.

A não ser que a Mãe Natureza, que, segundo os cientistas, vai premiar os norte-americanos com uma seca de transformar o sangue em poeira,decida olhar também para os destrambelhos daqui. Se isto vier a acontecer por lá, por aqui o tempo vai virar o diabo roendo pequi. E olha que a previsão para os EUA são de 40 anos de seca de rachar. Mas, prevenidos, eles já estão construindo um montão de usinas para dessalinização da água do mar e se não tomarmos cuidado, logo, logo, tirarão patente e transformarão os oceanos em bem americano. Assim, quando os polititicas nacionais brasileiros se virem acossados pela sede e começarem a realmente pensar em beber água dessalinizada, já que a água desmerdizada não vai dar pra quem quer (que o digam os paulistas), o “brasil” terá de pagar royalties aos irmãos do norte pelo uso da água salgada.

BUÁÁÁÁÁÁ!!!!!!