"O quê? Fui parar nesse blog?! Mas como?"

“O quê? Fui parar nesse blog?! Mas como? Quem falou pro danado sobre a Cachoeira Dourada? Eu quero que esse assunto fique esquecido, diabo!”

Ouço, às 7:15 h, que aqui perto, em uma cidadezinha que se tornou quase bairro da capital, conhecida como Aparecida de Goiânia, há uma colônia de 8.000 haitianos e que, diariamente, chegam por aquelas plagas a média de 10 a 15 novos  esperançosos em busca de paz e trabalho.

Ora, Aparecida de Goiânia é des-governada por Maguito Vilela, um ex-Zé Ninguém que, apadrinhado de Iris Resende, terminou por ser primeiramente eleito Prefeito de Goiânia, depois Governador, quando fez merda de montão, inclusive esculhambou a Companhia de Eletricidade do Estado, a CELG. De tal modo foi a roubalheira e a desorganização e desadministração na Empresa, que Maguito teve de vendê-la para conseguir tapar os rombos do PMDB e quadrilheiros. Apurou quase um bilhão de dólares (1997), o que realmente não somente daria para tampar os rombos causados pelos eternos roubos políticos, crônicos no Brasil, como, ainda, daria para realizar muitas obras boas em Saúde Pública e Educação, visto que naqueles idos, a população do Município não ultrapassava um milhão de habitantes. Nem chegava a tanto. Mas, como SEMPRE acontece neste “brasil” de coitadinhos, o dinheiro sumiu não se sabe como. O próprio Maguito (com um nome destes…) declara até hoje não fazer idéia de para onde foi tanto dinheiro (só não explica é como conseguiu aumentar subitamente suas posses e adquirir fazendas, mas isto é outra história). 

Eis Cachoeira Dourada, a represa que pertencia aos goianos, mas que pelas mãos de um goiano foi retirada de Goiás. Não fisicamente, lógico.

Eis Cachoeira Dourada, a represa que pertencia aos goianos, mas que, pelas mãos de um goiano, foi retirada de Goiás. Não fisicamente, lógico.

Bem que tentou, mas não mais conseguiu voltar a botar a bunda na Cadeira Quente do Governo de Goiás. Então, como consolo, o Partidão o fez Prefeito de Aparecida e lá ele está até hoje. Sai, volta, sai, volta e vai ficando, pois o território é do PMDB e serve para consolar os que dão com os burros n’água antes de levantar vôo para paragens mais arejadas… de regalias, proteção legal e muita, mas muita mesmo, roubalheira.

Aparecida é, hoje, coitada, um arremedo da favela mais perigosa do Rio de Janeiro. Ali não há Lei, não há Hospitais nem postos de saúde, não há escolas e as que existem estão em petição de miséria. O povo local padece com a dengue e com muitas outras mazelas, como a mazela dos “de menores” que assaltam de manhã, de tarde, de noite e no romper do dia. Não há condução e, logicamente, não há emprego.

Zé Pigunço tá danado. Quer ficar bunitim pra ver se consegue outra baranga, que a antiga...

Zé Pigunço tá danado. Quer ficar bunitim pra ver se consegue outra baranga, que a antiga…

Maguito Vilela é Prefeito da pobre cidadezinha há tanto tempo que já está-se tornando um dinossauro. E não aprende nunca! Não faz obra que preste e quando faz alguma coisa é a contragosto, forçado pelos zangões da Imprensa, esta maldita que consegue sempre fugir à Regulação tão desejada por todos os imprestáveis da Polititica Nacional Brasileira, com destaque para o Zé Cachacinha e sua afilhada, a Socorro-que-já-não-sei-mais-o-que-fazer. Em tempo: Zé Cachacinha ou Zé Pigunço Barbudão, tanto faz, está malhando feito um danado e postando fotos na internet à procura de nova baranga. Quem se habilita?

Primeiro passam por aqui. Depois, se espalham e são vítimas em potencial do Crime Organizado.

Primeiro passam por aqui. Depois, se espalham e são vítimas em potencial do Crime Organizado.

Os haitianos, que já não mais são agüentados lá no Acre, que não tem nem trabalho, nem moradia nem qualquer assistência para brasileiros, quanto mais para eles, são mandados para todos os Estados da Federação. Então, esperançosos, os coitados espalham-se pelos Municípios brasileiros. Foram enganados e sonhavam que vinham para o País das Maravilhas. Pobrezinhos. Logo, logo, vão aprender que aqui é pior que lá.

"Contra o brochismo dos machões tome Way qualquer coisa. Eu recomendo com ênfase!"

“Contra o brochismo dos machões bombados tome Whay qualquer coisa. Eu recomendo com ênfase! Já estou tomando uma garrafão pra conseguir uma de cinco minutos. Mas é o bastante.”

E eis que temos uma colônia desses abandonados e injustiçados internacionais, morando num lugar perigosíssimo, sem ainda saber onde foram cair. Maguito Vilela não está nem aí para eles. Chegaram? Então, estão chegados. O Prefeito tem dinheiro ao seu dispor quando quiser (para uso próprio, bem entendido); tem carrão; tem fazendona; tem bois e vacas e tem avião de amigos, “mui amigos”. Tem até o Diabo para servi-lo! Por que acreditar que vai-se preocupar com haitianos sem eira nem beira? Emprego? Ora, o Crime Organizado sempre está precisando de mulas e gente para servir de bucha de canhão. Nada mais apropriado que gente perdida num país desgovernado, onde os Polititicas só se preocupam com suas próprias vantagens e tenta, por todos os meios, enganar os trouxas nacionais. Sabem qual é a última “sacada” dos safados? Voltar no tempo e – maravilha! – ressuscitar o já falido sistema de governo Parlamentarista. Óbvio! Por que não sacaram isto de imediato? Os eleitores de hoje não fazem a mínima idéia do que diabo seja isto. Não têm nenhuma informação do que aconteceu no Brasil Parlamentarista do passado. Assim, não poderão reagir e somente ficarão na expectativa de que isto seja realmente uma “Reforma Política”. Que merda, meu!

Mas vamos acompanhar com atenção o desfecho desta ópera haitiana com enredo shakespeariano. Será trágico e nem um pouquinho cômico.

Fome, família doente e sem se ter para onde correr, aceita-se qualquer coisa. E quando eles souberem que bandido no Brasil ganha sem trabalhar, e ganha bem, pois o soldo é de R$ 981,00/por filho, aí, então, vai ser a salvação da pátria para eles. Um revólver, um assalto aqui, outro ali, um assassinato em qualquer lugar e… Pronto! Família garantida e eles cursando a Universidade do Crime.

Quer destino pior? Nem no Haiti…