INCITO À ANARQUIA?

Deixe um comentário

Eu fico pasmo porque ainda há quem defenda o status quo vigente.

Eu fico pasmo porque ainda há quem defenda o status quo vigente.

Não. No meu ponto de vista, não mesmo. Incito à reação ao que aí está e que nos rouba o sossego, os empregos, a paz de espírito e, pior, a nacionalidade brasileira. De tudo isto, a última é a que deve ser defendida a ferro e fogo. Um povo sem nacionalidade não passa de um bando de desprotegidos. Vejam os sírios. Eles são o exemplo. Perambulam pela Europa, que já não os acolhe de braços abertos, sem lar, sem pátria e sem dignidade. Não desejo isto para meus filhos e meus netos. De modo algum. E já disse aqui: eu só desejaria ter um dia com minha saúde e meu treinamento militar. Seria caçado e morto, é certo. Mas, antes, mandaria nada menos que uns cem ou um pouco mais “líderes camisas-vermelhas” à frente, para abrir caminho pra mim. Mais

REAJUSTE FISCAL. QUEM SE DANA COM ISTO?

Deixe um comentário

"Reforma fiscal? Pra que isso? Nosso bolo ainda está pequeno. Nosso amado PT necessita de um bolão maior que o da mega-sena, pois temos de sustentar nossos compãeiros venezuelanos e cubanos"

“Reforma fiscal? Pra que isso? Nosso bolo ainda está pequeno. Nosso amado PT necessita de um bolão maior que cem vezes o valor da mega-sena, pois temos de sustentar nossos compãeiros venezuelanos e cubanos”. Esqueçam esta história que nosso exército não irá permitir jamais.”

Reajuste Fiscal verdadeiro e extremamente necessário em nosso país seria aquele onde os políticos, tomados por uma excepcional crise de Nacionalismo misturado com Vergonha na Cara, muito mais Vergonha na Cara que Nacionalismo, se reuniriam não para discutir a cor do cavalo branco de Napoleão, como vêm fazendo e, com isto, escarnecendo vilmente de todos nós, mas a imoral e esmagadora carga tributária que pagamos para absolutamente nada em nosso benefício. São 10h e 05 minutos e o impostômetro marca a marca absurda de R$ 1.477.551.927.237,96 (um trilhão, quatrocentos e setenta e sete bilhões, quinhentos e cinqüenta e um milhões, novecentos e vinte e sete mil, duzentos e trinta e sete reais e noventa e seis centavos). Isto significa que os cidadãos e as empresas que produzem bens e serviços já pagaram a pesada carga tributária aproximada de R$ 8.928.021.989,88 (oito bilhões, novecentos e vinte e oito milhões, vinte e um mil e novecentos e oitenta e nove reais e oitenta e oito centavos) cada um. Mais

É A TREVA…

Deixe um comentário

Olhem bem as fuças deste merda. Ele vai trazer muitas lágrimas para as mães brasileiras com sua revolução proletária.

Olhem bem as fuças deste merda. Ele vai trazer muitas lágrimas para as mães brasileiras com sua revolução proletária.

https://youtu.be/S1-vPuCbAzM

Este bordão de telenovela cabe perfeitamente na situação do Brasil petralha. É o Caos; é a Treva; é o inferno Socialista-Comunista planejado e desabando com força sobre nossas cabeças. E o cabeça militar desta droga chama-se Demônio Stédile. A cada notícia das andanças desta praga pelo nosso território eu me sinto insultado até à alma. Não adianta eu me repetir constantemente: “Meu reino não é deste mundo”, pois ele é, queira eu ou não. Estou invariavelmente inserido na Lei do “Todos Somos Um” e por listo sinto ferver meu sangue nas veias quando vejo gente como esta praga andando livremente pelo meu país. Renegado! Filho de uma égua! Cretino traidor. Mais

HOME, O MUNDO TÁ DOIDO!

Deixe um comentário

Gosto muito quando ele vem me visitar.

Gosto muito quando ele vem me visitar.

Orozimbo, que andava desaparecido fazia tempo, desde que visitou a cadeia a contragosto, resolveu dar as caras. Não apresentava mais aquele ar cansado com que saíra daqui há alguns dias. Entrou, abancou-se em seu toco, pediu seu café amargo e bebericou pacientemente enchendo seu pito com o fumo oloroso. Depois, pitou meditativo, o suor escorrendo pela face negra de olhos brilhantes. Faz um calor abrasador por estas nossas bandas e não há previsão de chuva. Eu me sentei a seu lado lamentando ele não gostar de entrar em casa. Ficamos em silêncio, ele pitando e eu lendo as fofocas da ÉPOCA. Sempre o Petrolão e os enrolados nele. Em dado momento Orozimbo pediu que eu lesse em voz alta e eu o atendi. Ele ouviu todo o artigo pacientemente (A PROPINA DE PASSADENA). Quando acabei, ele riu, divertido. Estranhei e o questionei a razão do riso. Mais

A PRIMEIRA PORRADA NO ESTÔMAGO DE SÉRGIO MORO.

Deixe um comentário

"Me prender? Quem já viu santo na cadeia? Eu, hein!"

“Me prender? Quem já viu santo na cadeia? Eu, hein!”

A Polícia Federal está roendo os calcanhares do Cachacinha Maroto e, claro, ele está mexendo com pausinhos e pausões para se safar de ter que ver o Sol nascer quadrado, coisa que o Brasil não-vermelho deseja ardentemente. Por outro lado, a Desembestada do Planalto também está ouvindo as dentadas secas do cão chamado Impeachment perto de suas pernas. A zorra está geral. Até agora, os aliados petralhas no STF tinham-se mantido prudentemente calados e quietos. Mas com o chefão da Máfia do MENSALÃO-PETROLÃO-ELETRICÃO ETC… já de língua de fora e sem voz de tanto esbravejar contra o que ele apregoa ser uma injustiça (afinal, o Brasil é roubado desde quando Cabral pisou pela primeira vez na praia baiana. Se desejam mesmo punir seus ladrões há que desenterrar os do passado, julgá-los todos e, só então, chegar ao Cachacinha Maroto, coisa que irá levar de cinco a dezoito encarnações sucessivas, considerando a morosidade de nossa Justiça), os petralheiros do STF entraram em ação e de uma só tacada colocaram toda a operação Lava-a-Jato no cadafalso, para alegria dos Advogados dos larápios do Brasil. Para mim, estes advogados deviam ser fuzilados em praça pública para servir de exemplo. Eles são piores que os ladrões de colarinho vermelho, petralhas larápios f.d.p. Mais

E OS MITOS HEBRAICOS VÃO-SE DESFAZENDO. MOISÉS DEIXA DE SER “O MAGO DE DEUS”

Deixe um comentário

A Arqueologia desmitifica o Ramsés cinematográfico. O original era negro.

A Arqueologia desmitifica o Ramsés cinematográfico. O original era negro. Mas… E Moisés? Era branco?

Às vezes é nostálgico e triste ver mitos milenares serem postos por terra pela Ciência atual. Mas ao mesmo tempo, tira de sobre os ombros de milhões e milhões de cristãos não cegos pelo dogmatismo, o pesado fardo de um Medo desarrazoado a um Deus absolutamente antropomórfico. É o caso, atualmente, do intrigante mistério das dez pragas do Egito. A figura mística de Moisés, o misterioso homem de quem, até hoje, se questiona sua origem “racial”, uma parcela – os “crentes” – tendo-o como hebreu e outra – os céticos investigadores -, como filho legítimo de Ramsés II, desmorona parcialmente diante do ceticismo científico.

Quando criança ouvi pela primeira vez o mito das dez pragas enviadas por Deus sobre o Egito porque o teimoso Ramsés II de modo algum queria abrir mão de seus escravos hebreus. Desgraçadamente, para ele, este povo seria o povo escolhido do Deus hebreu e este ficou furioso com a suposta condição de humilhante e desalmada escravatura de sua gente. Ramsés era (e ainda é) descrito biblicamente como um tirano rancoroso e vingativo, que perdeu a guerra contra o Deus dos Exércitos hebreus. Mais

E AINDA ESTAMOS SOB A NOVELA DO AUMENTA OU NÃO AUMENTA IMPOSTOS.

Deixe um comentário

E nosso Erário continua engordando. Mas não adianta. Os larápios de plantão cuidam de sua "saúde" financeira...

E nosso Erário continua engordando. Mas não adianta. Os larápios de plantão cuidam de sua “saúde” financeira…

Nada se resolveu. A Presidenta Dilma, a Desnorteada do Planalto, continua sem saber o que fazer para agradar a gregos e troianos brasileiros. Uns, os Polititicas, os mais poderosos, não querem nem ouvir falar em demissão de suas claques dependuradas nos segundos, terceiros e quartos escalões do Poder. Afinal, são estes grupos de vagabundos (a maioria ganhou a vaga, mas nunca comparece para trabalhar) que sustentam e perpetuam a patifaria no comando de nossa Nação (funcionam como cabos eleitorais muito bem remunerados), conseguindo e garantindo votos a troco de favorezinhos a pedintes e acomodados de qualquer parte do país. Ou, então, agem para encontrar meios de “maracutear” nosso Erário Público, no que ajudam e muito seus “protetores”. E por falar nisto, hoje, mais ou menos às 9:30 h, o impostômetro acusava a bagatela de recolhimento na casa de R$ 1.439.812.727.689,98. A pergunta angustiante é: para onde vai toda essa dinheirama que jamais melhora nossas escolas, nossos hospitais, nossas cidades, nossas estradas, nossa segurança pública… Enfim, não melhora nada para nós que pagamos tudo isso? Mais

Older Entries

%d blogueiros gostam disto: