Eis a foto do site que anunciou a prisão do Lula ontem, dia 19. Como ando aos tapas com o calor que Satã em pessoa faz descer sobre o Centro-Oeste (na rua diante de minha casa a temperatura chega fácil aos 50º C às 11 horas, embora se diga na TV que a temperatura é de 30º C), não tenho tido nem coragem de escrever. Minha casa, que sempre foi gostosa, fria no calor, agora parece um forno e tenho de manter toalhas molhadas em todas as janelas (5) para suportar a secura do ar. Nem mesmo tenho ânimo de consultar as notícias na Internet. Não vi nada na Folha de São Paulo, logo, fiquei com a pulga atrás das orelhas. No entanto…

Será verdade? Se é, por que toda a Imprensa, exceto este site, ficou em silêncio? Tenor ao Exército do Stédile? Ou à invasão venezuelana para libertar o bufão petralha?

Será verdade? Se é, por que toda a Imprensa, exceto este site, ficou em silêncio? Temor ao “Exército do Stédile”? Ou à invasão venezuelana para libertar o Herói petralha?

 Se realmente havia uma negociação para que a prisão se desse de modo discreto, sem algemas ou com elas escondidas sob um paletó, por que hoje, domingo, perdura o silêncio sobre este fato de relevância fundamental neste momento periclitante em que vivemos, graças à cria de Lula, Dilma Rousseff?

Eu me entristeci com a notícia.

Eu me entristeci com a notícia.

Minha reação foi estranha até para mim mesmo. Fiquei triste, pode? Por minha mente passou a recordação do que ele fez pelo país e, diga-se a bem da verdade, Lula safou o Brasil de uma situação vergonhosa, humilhante e inglória em que a dupla satânica PMDB/PSDB o havia lançado.

Com ele na prisão, se é que é verdade, o que vai ser do Brasil? Que partido vai-se opor à dupla satânica, em cujas fileiras militam indivíduos que jamais farão qualquer movimento em benefício real de nossa Nação?

O PT, graças a um punhado de sem-vergonhas gananciosos, esfacelou-se e vai custar uma eternidade para se reerguer, se é que algum dia fará isto, considerando o que a Dilma vem fazendo destrambelhadamente. Ela é doente. Digo isto há mais de ano e continuo afirmando. Não podia de modo algum ter sido guindada à Cadeira Quente. E perdura, em mim, a interrogação nunca respondida: por que Lula a indicou como sua substituta, se sabia quem era ela? É claro que um sujeito esperto como ele nunca desconheceria a patologia da mulher que indicou para o substituir.

Olha aqui pros baderneiros, ó! Eu sou do metiê, não vou-me curar à baderna.

Ela fez este sinal para seus correligionários petistas? Ou para toda a Nação?

Lula confessou a um presidente sul-americano que, para Governar o país, era necessário mergulhar na corrupção. Se não agisse assim, não conseguiria fazer nada. Ele sabia em que saco de gatos estava entrando e, no entanto, entrou. Mérito para ele. Eis o que saiu num site de credibilidade – http://www.infomoney.com.br/: “É a única forma de governar o Brasil”, teria confessado Lula a Mujica sobre mensalão – InfoMoney .

Mujica, por sua vez, insistiu em defender Lula e afirmou que “Lula não é um corrupto como (Fernando) Collor e outros ex-presidentes brasileiros”. Acho que o Presidente uruguaio se enganou. Se Lula não era, por que se tornou? Podia até ter suportado o crime por algum tempo, mas ele mesmo, tendo as Forças Armadas e a Polícia Federal sob seu comando, bem podia ter começado um combate sem tréguas e bem rápido. Seu nome brilharia na História do Brasil. Mas não. Preferiu entrar para a gangue, seguindo o ditado que diz que “em terra de sapos, de cócoras co eles”. Só que brasileiro não é sapo. Corruptos até podem sê-lo, mas a Nação, não.

Vejamos o que a Mídia vai trombetear a partir de amanhã. Afinal, este fato HISTÓRICO não pode ficar abafado por muito tempo…