"Me prender? Quem já viu santo na cadeia? Eu, hein!"

“Me prender? Quem já viu santo na cadeia? Eu, hein!”

A Polícia Federal está roendo os calcanhares do Cachacinha Maroto e, claro, ele está mexendo com pausinhos e pausões para se safar de ter que ver o Sol nascer quadrado, coisa que o Brasil não-vermelho deseja ardentemente. Por outro lado, a Desembestada do Planalto também está ouvindo as dentadas secas do cão chamado Impeachment perto de suas pernas. A zorra está geral. Até agora, os aliados petralhas no STF tinham-se mantido prudentemente calados e quietos. Mas com o chefão da Máfia do MENSALÃO-PETROLÃO-ELETRICÃO ETC… já de língua de fora e sem voz de tanto esbravejar contra o que ele apregoa ser uma injustiça (afinal, o Brasil é roubado desde quando Cabral pisou pela primeira vez na praia baiana. Se desejam mesmo punir seus ladrões há que desenterrar os do passado, julgá-los todos e, só então, chegar ao Cachacinha Maroto, coisa que irá levar de cinco a dezoito encarnações sucessivas, considerando a morosidade de nossa Justiça), os petralheiros do STF entraram em ação e de uma só tacada colocaram toda a operação Lava-a-Jato no cadafalso, para alegria dos Advogados dos larápios do Brasil. Para mim, estes advogados deviam ser fuzilados em praça pública para servir de exemplo. Eles são piores que os ladrões de colarinho vermelho, petralhas larápios f.d.p.

"Renanzinho, a gente cassa ela ou dá mais um tempo para ver como é que fica?"

“Renanzinho, a gente cassa ela ou dá mais um tempo para ver como é que fica?”

A situação da Desembestada do Planalto é que deve chamar toda a atenção da nação brasileira. Ela está absolutamente tranqüila demais e diz de boca cheia: “Eu não vou cair”. Aos trancos e barrancos avança a onda na Justiça para a concretização de sua cassação. Mas a Desembestada está firme na certeza de que não vai cair. Por que?

Tenhamos em conta que recentemente foram vistos militares venezuelanos de má catadura saindo de um avião militar à meia-noite nas terras do Centro-Oeste brasileiro. Também tenhamos em conta que foi amplamente noticiado os encontros de guerrilheiros da FARC, ELN, M-19 etc… em São Paulo com amplexos carinhosos dos sectaristas petistas. Até onde nós temos em nosso estômago o câncer latente dos fuzis assassinos de guerrilheiros destas facções prontos a entrar em  ação se se “ousar” realizar o impeachment da Desembestada do Planalto? Não será porque tem certeza de contar com estes vermes vermelhos que a Veremelhona Desembestada finca pé e se crê inarredável?

"Eu não vou cair e vocês que falam mal de mim que se cuidem quando eu for sagrada Imperatriz do Brasil!""

“Eu não vou cair e vocês que falam mal de mim que se cuidem quando eu for sagrada Imperatriz do Brasil!”

O jogo do xadrez político está quente. A situação econômico-financeira chegou ao ponto ideal para uma revolução do proletariado contra o Poder Constituído – logicamente, não contra a Desembestada do Planalto nem contra seu padrinho traidor do Brasil, mas contra os que são contra ambos, sacou? Desorientados, encurralados entre a fome e o desemprego avassalador, com a moeda do país despencando num abismo horrível, os brasileiros estão impedidos de pensar com clareza e com a atenção presa ao estômago seu e de sua família, muito mais que preso aos acontecimentos mórbidos que sacodem as bases de nossa fragilíssima democracia. O ambiente para uma “contra-revolução do operariado” contra a burguesia está no ponto ideal. O estopim deve ser o impeachment da Fera Acuada na Cadeira Quente.

Mas acontece que nós temos uma “arma secreta” que está quietinha demais nos quartéis. Sim, falo dos militares cujos “estrelados” já andam dando declarações de alerta para os traidores do nosso Brasil. Em havendo a cassação da Desembestada do Planalto e ocorrendo a invasão de guerrilha em nosso país, as Forças Armadas têm tudo para sair dos quartéis e “sentar a pua” como fizeram na Segunda Guerra Mundial. Mas, gente, lembremo-nos de que Castello Branco já se foi desta para melhor. Ele era bonzinho. Os que vêm aí, vêm babando nas gravatas contra a corja de patifes que ainda pensam que são os tais. Aí, sim, penso eu, o Brasil vai conhecer o que é uma ditadura de verdade. E muita gente “vermelha” não vai gostar nem um pouco…

Guerrilheiros pensam que só porque sabem fazer guerrilha nas florestas levam vantagem. Ledo engano. O Exército brasileiro tem o quíntuplo de contingente de soldados treinados em guerra na selva. Todo o 3º Regimento de Infantaria, onde eu servi em São Gonçalo, Niterói, é, agora, um Regimento de Infantaria de Guerra na Selva. E podem crer: o Terceiro R.I. não é de brincadeira. O pessoal lá é quente. E bota quente nisto.

Mesmo assim, se acontecer o pior, muito civil vai conhecer a dor de perder entes queridos por atentados terroristas, o que é uma pena. Vamos ganhar, mas muito sangue será derramado por conta desse absurdo que aí está, apodrecendo os Três Poderes.

Que lástima.