"Putz! Mexeu com o cara errado, meu!"

Putz! Mexeu com o cara errado, meu!”

— Quem é você para questionar o Espiritismo?

Fiquei olhando para aquela pergunta sentindo uma revolta se revolver em meu íntimo. “E quem você pensa que é para me questionar?” Era o pensamento que me fervilhava no íntimo. Respirei fundo e tentei me acalmar. Ultimamento ando sem paciência com tudo e coisas de somenos me irritam profundamente. Quem sou eu? Eu sou um Homem, é isto que eu sou. Um homem livre de peias. Peias tolas, que só os imbecis aceitam porque perderam a capacidade de questionar, inquirir, perguntar, indagar e ir buscar sua própria resposta. Disse Yehoshua: “Em verdade em verdade vos digo: quem não for igual a esta criança não entrará no reino dos céus. Poucos são os que compreendem suas palavras claríssimas. As crianças perguntam sempre; procuram sempre; exploram sempre. E se não fosse sua curiosidade e sua inconformidade, que dura até sua entrada na adultícia o mundo não teria avançado um passo no combate à ignorância dos envoltórios espirituais. Eu sou uma das crianças a que Yehoshua se referiu” e este pensamento queria explodir numa revolta contra quem me fizera aquele questionamento que me fez sentir ofendido.

"Manda ver, cara!""

“Manda ver, cara!””

Sim, eu sou um Homem. Não chego à estatura de um Yehoshua, mas sou um Homem acima dos homens comuns. Não aceito antolhos. Nunca os aceitei. Eu sempre fiz minhas opções sem considerar os “isto pode, isto não pode” que pseudos sábios ou guias religiosos ou leigos usam para cercear a liberdade de seus semelhantes. E ensinei a muitas pessoas a também serem assim.É porque nos deixamos antolhar que se criam Leis ignóbeis, que mandam liberar assassinos de policiais tão logo sejam presos, ainda antes mesmo de o cadáver descer à sepultura. É porque nos deixamos antolhar que Deputados metem os pés pelas mãos na certeza da impunidade e editam leis imorais como estas a que fiz referência. Você, que me questionou, é um antolhado que nem mesmo tem consciência disto. Vive por seus Elementais, para tristeza do Deus que mora em seu íntimo esperando pacientemente que sua consciência mortal avance um pouco mais e lhe dê condições de se rebelar contra os “isto pode, isto não pode”.

"Vejam bem, ele fala metaforicamente. Não sigam suas orientações. São tiradas somente filosóficas, nada mais. O PT é o Partido e não tem pra ninguém!"

“Vejam bem, ele fala metaforicamente. Não sigam suas orientações. São tiradas somente filosóficas, nada mais. O PT é o Partido e não tem pra ninguém!”

TUDO PODE NO HOMEM ENCARNADO E PARA O HOMEM ENCARNADO. E pode se dar um castigo à altura da sanha assassina dos que empunham armas de modo irresponsável para tirar a vida de quem trabalha para a segurança de seus semelhantes. Sou contra, fundamentalmente contra a desumanidade das Leis que os Deputados fazem aprovar com suas pompas podres e seus falatórios deletérios. Quem dera que no Brasil houvesse mais Homens com H maiúsculo. Não precisamos de heróis de pés de barro, como Neimar, por exemplo. Precisamos de heróis anônimos, que agindo como firmeza fazem a diferença. Heróis como o juiz Moro que, no silêncio de seus esforços, está colocando os patifes deste país a se mijarem de medo, embora com seus corações podres cheios de maldade e ódio.

Eu sou um Homem, meu desconhecido “amigo”. Para mim não há mais antolhos. Chega! Descobri sozinho, a duras penas, que não vim para cá para me cercear seguindo o caminho do medo dos que não ousam nada. Enfrentei desafios que, tenho certeza, te-lo-iam feito encher as bombachas, como dizem os gaúchos. E não minto: senti medo. Senti pavor, mesmo. E muitas vezes até chorei acovardado. Mas tive de ir em frente porque só podia contar comigo mesmo. E de repente, quando, passando do terror ao ódio destrutivo e desesperado, eis que de algum lugar totalmente fora do alcance dos que seguem os “isto pode, isto não pode”, me chegou o socorro inesperado. No momento crucial em que eu ia partir para a violência sem freios, eis que alguém me socorreu. E este alguém nunca era deste tempo em que eu vivo e vivia. E eles, invisíveis para meus olhos, fizeram verdadeiros milagres para me safar de situações das quais eu só sairia matando ou morrendo. 

Se você não pode reagir sozinho, reaja em grupo. Mas reaja. Não seja um cordeiro sempre pronto para a tosquia. Nem você nem ninguém veio a este mundo para ser um covarde e explorado por seus iguais que o colocam à prova para seu próprio bem. Os petralhas estão aí desafiando a todos nós. Eles criaram as condições ideais para que você, que agora segura a tocha da vida deste país, se revolte e vá à luta sem temor ou com temor, não importa. O que importa é REAGIR e não baixar o cangote para a canga da servilidade covarde. Estou chegando aos 80 e não mais tenho o vigor que tive na mocidade. Além disto, sei muito bem, em meu íntimo, que o que eu vim fazer aqui; que os desafios que escolhi enfrentar, eu os enfrentei com êxito. Estou no estaleiro, mas fiz por merecer este descanso. Agora, se você ainda está abaixo dos 50, o tempo é seu. Mostre que também é um Homem e parta para a luta.

Mostre a si mesmo que também é um Homem.