"Se meta a besta não, bichim! Meu exército não brinca em selviço!"

“Se meta a besta não, cumpãeiro! Ou você vota no PT, ou sua Bolsa Família vai-lhe ser retirada.”

A propaganda não é bem assim, mas a temática é exatamente esta. Carros de som, gente paga com o dinheiro público e integrantes do “Exército do Stédile” vão de porta em porta das casas, dos casebres e dos barracões de zinco de gente que vive na periferia da miséria total, colocando pavor nos corações já desesperançado de todos eles. A verdadeira situação do país não é nem ventilada de leve. A bandeira do terror é a perda do “Bolsa Família” se qualquer pessoa que não seja filiada ao PETRALHISMO ou dele não associada, vier a ganhar as eleições, sejam elas para Prefeitos, sejam para Governadores ou Presidente da República. Este é o anzol que nos prende; é o atracadouro onde o navio do Brasil se encontra preso por correntes de aço inox. Não é à-toa que a Doida do Planalto agita bem alto esta bandeira como a salvação dos miseráveis, enquanto, com seu desgoverno, vai lançando mais e mais brasileiros na fímbria do horror. Luz já não mais é “para todos”; água, a Natureza mesma está cuidando disto, evidentemente com uma ajudazinha dos polititicas que jamais se interessaram em agir proativamente para prevenir o desabastecimento do líquido que é o sustento da própria vida; escolas estão escasseando. Segurança já foi pro brejo há anos. Policial virou, na fantasia do populacho, sinônimo de assassino de pobres. O ensino fundamental é um “animal social” em extinção, exceto, é claro, aquelas escolas que adotam a cartilha da putaria entre as crianças, evidentemente editadas pelo PT para escolas petralhas.

"Até final de 2015 ele saiu vitorioso. Cansado, mas vitorioso. E o povo o apóia, mas corja, de modo nenhum..."

“Até final de 2015 ele saiu vitorioso. Cansado, mas vitorioso. E o povo o apóia, mas corja do petismo e os pobres em corpo e mente, de modo nenhum…”

É claro que a Lava a Jato colocou as maiores empreiteiras do Brasil num sal grosso do qual elas jamais sairão ilesas. Algumas estão reduzindo drasticamente seus quadros de pessoal e isto gera, sim, desemprego. Mas não é desculpa para a Doida do Planalto não dar suporte aos empresários que não são ladrões nem viciados em mamar nosso dinheiro de modo tão violento e escandaloso. Não se justifica que gananciosamente se atire criminosamente a solapar a poupança do FGTS do trabalhador honesto a fim de continuar a meter os pés pelas mãos de modo consciente e calculadamente, pois nem o Diabo me convence de que não há um plano maquiavélico por detrás dessas “burrices” que ela comete. O desemprego que aumenta a cada mês e já doou ao país um Portugal inteiro de sem-trabalho tende a crescer mais, se a Doida do Planalto prosseguir na sua política de compadrio e populismo. Rezemos para que, finalmente, o STE decida por caçar os diplomas dos dois alprados – Temer e Dilma. Este deve ser o caminho, porque, pelo STF e pelas Casas Legislativas nós estamos mal, muito mal mesmo. Nem um, nem outro, dará o primeiro passo. No STF porque há apaniguados togados que servem ao PT; nas casas legislativas por causas exaustivamente expostas pela Imprensa.

"Alivia aí pro meu lado. Quem sabe a gente consegue alguma coisa para vocês, aposentados?"

“Alivia aí pro meu lado. Quem sabe a gente consegue alguma coisa para vocês, aposentados?”

Dizem as más línguas que os antigos sócios do PT, donos das grandes empreiteiras, estão começando a se desesperar porque não vêem como escapar das grades. A prisão já dura mais do que eles imaginavam que ia durar e as perspectivas não são nada animadoras. José Carlos Bumlai, o “amigo do peito” de Lula, quer um acordo de delação premiada. Isto deve estar sacudindo as bases do PT e, claro, a força de elite já se movimenta a todo vapor para conseguir um cala-a-boca para Bumlai. Pena que não mais tenham chances de silenciá-lo como fizeram com Celso Daniel. Sim, petista que é petralha de verdade, mata sem qualquer culpa. O negócio é manter o poder a qualquer custo. Lulaça já até ousou dizer em alta voz e bom som que o Exército do Stédile está pronto para entrar em ação (claro, se o bicho se assanhar demais para seu lado. E o bicho está mais do que assanhado…). O dramalhão, quando o Carnaval passar e o cabelo dos idiotas assentar, vai continuar dentro da Câmara e do Senado. Aqui, sim, serão travadas os mais acres duelos entre os encurralados e o povo brasileiro. Que leis imorais serão aprovadas para aliviar a ladroeira e cercear a Polícia Federal? Como será que os poucos honestos que ainda existem aqui vão-se virar para sair fora do ataque legal? Com quem poderemos contar se a Doida for apeada da Cadeira Quente? Aécio Neves, além de queimado pelo Exército do Stédile entre os pé-rapados das periferias e do Norte e Nordeste brasileiros, também está começando a feder a podre, por mais caros que sejam os perfumes franceses que importe. E qualquer cupincha seu, do PSDB ou do PMDB, não será flor que se cheire. Mas há algo bom, dentro desta podridão toda: nenhum que vier, seja de que partido seja, vai querer dar continuidade ao mar de lama do PT. Nenhum será doido o suficiente para se colocar no lugar do apedrejamento popular. Assim, há a esperança de que, ao menos por um mandato, quem substituir a Doida do Planalto e não for do PT tente realmente levar a efeito um bom Governo para o povo brasileiro. Depois, quando o trem estiver recolocado nos trilhos, será a vez de pôr em ação os planos que, certamente, terão levados nos bolsos para aplicar no momento propício. Que o Brasil não se engane: seja quem seja o que vai ocupar a Cadeira Quente, seu Partido nunca lhe permitirá a correção dos rumos que o petralhismo e seu antecessor deram ao país. Assim está ótimo. Educação? Continuará na sarjeta; Saúde, na UTI; Segurança Pública, na execração dos ignorantes e assim por diante.

Ainda assim, precisamos desesperadamente enxergar uma luz no fim do túnel e com a Doida do Planalto, o PTralhismo e o Lulismo populista aloprado isto jamais acontecerá.

Estou tenso. E você?