"Estou sendo perseguido injustamente. Só vejo uma saída para esta perseguição injusta: é eu me lançar candidato em 2018!"

“Estou sendo perseguido injustamente. Só vejo uma saída para esta perseguição injusta: é eu me lançar candidato em 2018!”

Lula retorna à velha cantoria, aquela da vitimização, já tão desgastada, mas sempre eficiente no meio lulopetralha, e, pasmem, se oferece para retornar à Cadeira-Quente. Não, certamente, para fazer alguma coisa que preste, pois seus larápios – na maioria – já estarão soltos e poderão retornar ao assalto aos Cofres Públicos. O retorno, contudo, é uma chance de procrastinar sua prisão. Mas para isto, ele precisa primeiro conseguir engabelar todo o país, como fez da primeira vez, quando foi a hora dos pessedebistas “parirem” o bicho-papão petralha. Sim, sim. Eu já disse no FACE: foi o PSDB que gestou e pariu o Lulopetralhismo. Não fosse o desgoverno deles, que “tucanizaram” tudo o que tínhamos de bom, fingindo vender para o estrangeiro e levando uma “baba” incalculável para seus caciques, o povo brasileiro não se teria deixado levar pela raiva e, ainda que com alguma consciência de que estava cometendo um risco sem fim previsível, optou por premiar o PT com o LULA-LÁ. E lá se veio o sapo barbudo para o Planalto e aí…

Lindo, mas assassino implacável.

Lindo, mas assassino implacável.

O tucano é uma ave de rapina. Ataca não os pássaros adultos, mas sim seus filhotes indefesos. E os engole inteirinhos. Pois bem, quando FHC e sua trupe escolheram este pássaro para os representar já estavam avisando a toda a nação quem eles eram. Mas, desinformados, os brasileiros (que só adoram o que existe nos EUA e FRANÇA. Quanto a esta, vão-se dar mal. Os muçulmanos vêm aí e a França não será mais aquela que já foi…), mas como eu dizia, os brasileiros não se deram conta do aviso. Agora, os tucanos podem dizer que, ao menos nisto, não mentiram.

A “débâcle” do tucanismo não serviu de lição aos brasileiros. Tanto assim que mergulharam de cabeça no lamaçal que vem a reboque em toda a ideologia Socialista (ou Comunista vestida de roupagem nova). Se você não faz idéia do que seja a linha-mestra desta ideologia, leia no Google. Ali ele diz bem claramente que ” Socialismo é uma doutrina política e econômica que prega a coletivização dos meios de produção e de distribuição, mediante a supressão da propriedade privada e das classes sociais“.

De uma coisa não se pode dizer o contrário: ele sabe hipnotizar as massas. E como sabe!

De uma coisa não se pode dizer o contrário: ele sabe hipnotizar as massas. E como sabe!

Bom, os lulistas entenderam que a tal coletivização suprime de imediato o que é público, isto é, do povo. Suprime a idéia de Bem Geral; mais precisamente Erário Público. E  suprimido o conceito de Público para a “Coisa Pública”, eles seriam, naturalmente, lógico, os herdeiros deste bem. Com destaque para tudo o que tinisse como dinheiro. E foi aí que nossa vaca foi pro brejo e, com ela, os empregos que estão sumindo como fumaça ao vento. Mas não só eles: a Educação, a Infra-Estrutura, a Segurança-Pública, a Saúde Pública e o Transporte Público. Enfim, todos os serviços de obrigação do Poder “Público” em benefício da coletividade nacional brasileira foi  descontinuado pelos petralhas. Até porque deixou de ser Público e se tornou “Privado Petralha”. Dos municípios mais menores do Brasil até à própria Unidão, o dinheiro se escafedeu para os bolsos dos petralhas-mór. Um terror. A petralhada miúda se contenta, evidentemente, com ganhar uns trocados sem fazer força. Além disto, só conseguindo um cabide em algum órgão público. Se é petralha da Executiva do Partido, então, ganha uma Secretaria (ou órgão de igual poder) e se esbalda. Não faz absolutamente nada porque é totalmente incompetente, mas recebe o dinheiro no final do mês com todos os adicionais que o Partidão puder lançar em seu contra-cheque para inchá-lo. Isto é o Sistema contra o qual você, eu, nós, temos de lutar. E não pense que será fácil. Não com sua atual indisposição para encarar a polititica. Mas a menos que se decida a ir à luta, tudo vai continuar como está, não adianta Moros nem eleições.

"PÔ! Tem isso aí, é?"

“PÔ! Tem isso aí, é?

Não é mérito deles, ter a ilusão de que são herdeiros da “Coisa Pública”, tenho de confessar. Resido próximo ao “Curral dos Ricos”, um condomínio onde 40% das residências luxuosas pertence a políticos ou familiares deles. Outros 50% a empresários e fazendeiros. Os 10% restantes a idiotas que torcem as tripas para orbitar o ambiente de tais sujeitos. E isto não é cria dos petralhas, não. É cria dos “outros”. No tal condomínio e ao seu redor, tudo é de primeira. O asfalto é impecável. A arborização, invejável. A segurança é 24 horas, não somente particular como também da PM. E todas as facilidades bancárias e comerciais estão próximas e de fácil acesso. Ali não falta luz nem água, ainda quando se esteja no sufoco. Ali é um pedacinho do Olimpo da Classe AAA. No entanto, a Constituição diz taxativamente, em seu Art. 5º: Todos são iguais perante a Lei. Então, porque todos nós que habitamos esta capital não fazemos jus a esta mordomia coletiva? Afinal, somos os que pagamos por ela.

Veja você, esta tendência a abocanhar para um determinado grupo partidário militante o que há de melhor entre nós, é vício nacional. O Lulopetismo só exagerou demais na dose. Não podia deixar de ser assim, pois, como bem diz o ditado, quem nunca comeu mel, quando come se lambuza. E o que há de melhor em qualquer país? O dinheiro. O vil metal. O dim-dim. Esta coisa sem qualquer valor real, apenas valor fictício e oniróide, atrai como miragem no deserto.

É gozado, nós, humanos, temos um impulso filogenético para colocar tudo em linha, isto é, criar pontos fulcrais para o qual fazemos convergir o valor que atribuímos a alguma coisa. Assim, o “poder de compra”, uma construção fictícia, foi convergido para um retângulo de papel inútil, fedorento e verdadeiramente sem qualquer valor. Mas uma vez escolhido para tornar objetivo e palpável o tal “poder de compra”, escravizou de imediato o psiquismo humano. Uma lástima.

Não há como escapar deste modo de arranjar o mundo em que vivemos. Temos somente que zelar com muito cuidado e muita vigilância as linhas que criamos e os pontos fulcrais para os quais elas são dirigidas. No caso da Política, só podemos realmente fazer tal vigilância e atuar de modo inibidor quanto à gula desenfreada dos que não tiveram Educação Moral e Cívica na Escola, afiliando-nos a um Partido. Não se espante. Se você teima em fincar-pé em sua fé imbecil de não gostar de Política, você abre aquele espaço para que os polititicas deitem e rolem e é exatamente isto que eles mais querem de você: que não goste de Política. Deste modo, você entrega a eles a sua vida, a vida de sua família e o destino de todo o país. Veja o que o PT fez conosco. Veja o que o PSDB também fez no seu tempo e, agora, está doido para voltar a fazer. Se você não tomar consciência de que o Mal só será combatido com você se infiltrando em suas fileiras, nada irá para a frente. Afilie-se. Você é somente uma voz, mas se conseguir convencer a 200 outras pessoas a seguirem seu exemplo, então, vocês serão 201 vozes a dizer o que desejam que se corrija dentro do Partido. Quanto mais vozes se manifestarem nas Plenárias, mais os cabeças serão obrigados, ainda que muito contrariados, a pôr o pé no freio. Eles sabem que os afiliados podem tirá-los lá de cima. É pela base que vamos começar a minar a patifaria. Não é pelos jornais. Não é pelas passeatas. Nada disto funciona. Nunca funcionou. Você tem que PRATICAR POLITICA. E para isto, tem de Estudar Política. Tem tudo o de que você precisa no Papai GOOGLE. Vá lá. Procure. Baixe. Estude. Comece pelas IDEOLOGIAS PARTIDÁRIAS. Você vai gostar (parafraseando o Delcídio quando falou ao Lula sobre a cadeia). 

Bom, esta é minha mensagem de hoje.

Medite nela e aja.