"Meu caráter é perfeito. Eu sou o máximo!"

“Meu caráter é perfeito. Eu sou o máximo!”

Caráter é um vocábulo derivado de outro: caractere. Significa marca indelével. Como a que se coloca na perna de um animal com ferro em brasa. Uma vez ferrado, o caráter ali impresso nunca mais poderá ser apagado. É fixo e indelével. Pode-se até arrancar aquele pedaço da pele, mas na pele refeita ficará a marca da ferida do caráter. Pois bem, em nós, segundo a Psicologia, também nos é fixado um caráter, que nos advém de nossas aprendizagens, de nossas educações de mistura com o que aceitamos como nossas crenças e nossas verdades íntimas, das quais nunca abrimos mão, ainda que possamos adaptá-las a determinadas situações. Eduardo Cunha, como todo ser humano, também possui seu caráter. Mas eu creio que nele, o Caráter empedrou. E empedrou do modo mais desastroso que pode acontecer na Identidade de alguém.

Oligarcas, como este, pululam no Congresso e nas instâncias menores do Poder Público. Enquanto isto acontecer, jamais seremos realmente livres.

Oligarcas, como este, pululam no Congresso e nas instâncias menores do Poder Público. Enquanto isto acontecer, jamais seremos realmente livres.

Uma montanha de acusações pesam desastrosamente sobre esse homem e, no entanto, ele anda sorrindo e desenvolto, brigando para se manter numa posição da qual não mais é digno. É como se o que dele se diz não lhe dissesse respeito. É como se o mundo todo estivesse errado e só ele, em seu delírio paranóico, estivesse absolutamente certo.

A que ponto o destrambelho e o descontrole dos que se julgam acima da Lei pode levar um ser humano. A que ponto um país pode afundar, quando seus cidadãos se descuidam da Alma de Uma Nação — A POLÍTICA.

Atualmente nosso CONGRESSO NACIONAL é a maior vergonha que um País pode apresentar ao mundo em matéria de ÉTICA, HONESTIDADE, RESPEITO À PÁTRIA E DIGNIDADE. Nenhum dos senhores congressitas, pasme o Mundo, nenhum congressista brasileiro tem a mínima condição moral e ética de ocupar aquele cargo de alta responsabilidade em qualquer país que se preze como tal.

Esta doença, que se tornou quase mortal para nós, foi exacerbada com os três des-governos petistas. Por que tal aberração nos aconteceu?

Este homem mostra o quanto o CARÁTER DO PT torna perdida a Alma de um Ser Humano.

Este homem mostra o quanto o CARÁTER DO PT torna perdida a Alma de um Ser Humano.

Primeiro, porque o Caráter Petista, o Caráter de Um Partido Político, como todo caráter, torna-se indelével. E esta condição de indelebilidade os militantes do grupo que fundaram e comandam e ditam os rumos dos afiliados ao Partido dos Trabalhadores aprenderam, também indelevelmente, numa doutrinação feroz, hipnótica, com horríveis exemplos de proceder erradamente, mas com “a melhor das intenções”, para trair um país e afundar o futuro de um povo sem sentir qualquer remorso de consciência. E o caminho mais terrífico é aquele condenado veementemente por todos os Avatares que já nos visitaram: A MENTIRA.

Traições, conchavos, mentiras, tudo acertado à luz do dia, sem qualquer pejo. Como alguém assim pode ocupar cargo de destaque no destino de um país?

Traições, conchavos, mentiras, tudo acertado à luz do dia, sem qualquer pejo. Como alguém assim pode ocupar cargo de destaque no destino de um país?

Nenhum partido brasileiro teve um Anjo Negro a lhe ensinar como mentir com força, com convicção e com tenacidade. Mas o PT o teve. E como tudo em nosso país é grande e assombroso, o Pai da Mentira, cunhado do Diabo, veio acoplar-se aos imbecilizados pela doutrinação comunista arcaica. Finalmente o casal de Anjos Negros estão presos. Não sei se a mulher continua a exibir aquele sorriso desalmado, de total escárnio pelo país ao qual traiu. Também não sei por quanto tempo eles permanecerão atrás das grades. Mas já ouço que a mulher, depois de provar a solidão e o cerceamento da liberdade de ir e vir, já deseja falar tudo o que sabe da imundície que ela e seu parceiro ensinaram aos cabeças petralhas espalhar entre os brasileiros. Para qualquer pessoa, mas com muito maior destaque para os que se julgam os acima da Lei, o cerceamento da liberdade é terrível. E tanto os Demônios da Mentira quanto seus sequazes petralhas, cabeções dentro do PT, se julgam acima da Lei. Até mesmo acima da Ordem e do Progresso, dígitos que, em nossa brandeira, deviam estar presentes o tempo todo em nossas mentes e nossos comportamentos. Mas não temos o hábito saudável de desfraldar nossa bandeira por todas as nossas cidades, rua a rua, como fazem os norte-americanos, um povo que já admiro com sinceridade. Se tivéssemos ao menos a quarta-parte do patriotismo daquela gente, certamente o petralhismo não teria vingado com tamanha força entre nós. E nossas crianças não estariam sofrendo o maldito treinamento para serem homossexuais e prostitutas por conta de uma liberdade demoníaca.

Agora, Eduardo Cunha está nos estertores de seu final, tanto como político, como quanto como brasileiro. Será execrado por onde passar e terá de fugir a determinados ambientes que freqüentava com desenvoltura, durante o tempo em que suas traições ao país estavam a salvo da Lei. Mesmo assim, o seu Caráter doente não lhe permitirá sentir vergonha como devia. Seu caráter está empedrado. É uma rocha de granito, morta, fixa, inútil.

Tão inútil quanto ele para nós enquanto PÁTRIA.