"Eu fui eleita honestamente!"

“Eu fui eleita honestamente! pelo voto legítimo! Não renuncio!”

Legitimamente eleita, Dilma?” E desde quando MENTIR para obter vitória em qualquer coisa é LEGÍTIMO? Onde andam seus miolos, presidenta? Não digo raciocínio, mas miolos, pois raciocínio é o que você demonstrar não ter desde quando ousou entrar na política.

Só é legítimo o Presidente que obteve a Cadeira da Presidência de uma nação quando agiu com lisura, não falseou a Verdade dos fatos e não ocultou ações criminosas durante sua campanha. Será que você e seu padrinho safado estão livres destes crimes de lesa-pátria? Segundo a Lei 7.170, de 14 de dezembro de 1983, o Crime de Lesa-Pátria é toda ação que ponha em perigo a integridade territorial e a soberania nacional, assim como coloque em perigo o regime representativo e democrático, a Federação e o Estado de Direito.

Sim, seu partido, o PT, põe em perigo a integridade territorial brasileira quando entrega a um imbecilóide como o filho do Lula, metade de um dos maiores estados brasileiros – sem consulta popular, sem aprovação do povo. Um território maior que o da Europa. Isto é Crime de Lesa-Pátria porque esta cessão de direito da União foi feita à sorrelfa, criminosamente, dando ao filhote de traidor a liberdade de vender este imenso território para pessoas ricas na Rússia, abrindo espaço para que aquele país finque um pé aqui dentro.

O Rei da Mentira, enviado de Satã para afundar nosso país. E Dilma, seu instrumento maior.

O Rei da Mentira, enviado de Satã para afundar nosso país. E Dilma, seu maior instrumento.

Fazer uma campanha política assessorada por um marqueteiro que só faz seu trabalho centrado na MENTIRA como seu Norte orientador, sabendo que isto é seu modo de agir e assim mesmo aceitando até seus maus conselhos para nos enganar, é crime de Lesa-Pátria, Dilma. Você nunca, jamais foi digna da nossa Cadeira.

Não houve legitimidade em sua eleição, Dilma. Encabrestados e manipulados por um punhado de criminosos traidores do Brasil, liderados pelo chefe da quadrilha, Lula, votaram em você ou porque realmente foram iludidos, ou porque são vendidos por um punhado de dólares, ou porque são miseravelmente dependentes de suas bolsas-esmolas e, assim viciados, não mais sabem pensar em estudar e trabalhar honestamente para ganhar com seu próprio suor o pão-nosso-de-cada-dia. Preferem o comodismo criminoso de ganhar sem esforço um prêmio que, aqueles que batalham duro,demoram anos pra conseguir: a própria casa e a própria alimentação.

A Dupla diabólica que nos tornou o viver um inferno em vida.

A Dupla diabólica que nos tornou o viver um inferno em vida.

Fechar os olhos aos crimes que, antes mesmo de ser eleita, você já conhecia, Dilma, e até participava, segundo um traidor seu e de seu grupo de patifes, não legitima o Poder que o Brasil lhe concedeu. Sua deposição é mais que justa: é necessária para nosso desagravo.

Entregar nosso dinheiro, suado, recolhido aos cofres públicos através de impostos escorchantes, a republiquetas de banana sul-americanas dominadas por tiraniquinhos de m…, é CRIME, DILMA! Isto não legitima seu assenhoreamento de nossa Cadeira Presidencial.

Pagar imbecilizados para ir às ruas sacudindo aquela bandeira imoral, vermelha como o sangue dos brasileiros que você e o PT traíram e que morreram à míngua nas ruas, nas UPAS, em assassinatos gratuitos por falta de Escola e Policiamento decentes, assim como nos Hospitais abandonados pelo Poder Público, É CRIME, DILMA!

Permitir que ladrões imundos desviassem nossas verbas para o Caixa-2 de seus Partidos Políticos através de licitações viciadas, sem tomar nenhuma providência para impedir tal desmantelamento de nossa Nação, É CRIME, DILMA!

A Arrogância do Êmulo de Satã.

A Arrogância e a má educação do Êmulo de Satã.

Oferecer a um ladrão mentiroso um Ministério com a finalidade de lhe dar a oportunidade de se livrar das garras da Lei e, pior, tempo para que se candidate novamente à nossa Presidência, é mais que crime, DILMA, é traição nojenta ao nosso País. E, Dilma, se você não sabe, aprenda: um país não é algo abstrato. Um país é constituído por cada cidadão e cidadã que com seu trabalho duro e honeste o constrói. Um país é constituído pelas crianças que aqueles cidadãos e cidadãs geraram e colocaram no seio do povo a que pertencem, para que aprendam seus costumes e suas leis e para a continuação da população que o habita. Um país é constituído pelo agrupamento humano que fala somente uma língua como aquela que é legitimamente NACIONAL, DILMA. E seu partido se esforçou, no tempo de seu chefe imundo como Presidente nosso, em estropiar nosso idioma. Isto é CRIME, DILMA. E você não nos defendeu deste crime, logo, você é conivente com ele, PRESIDENTA.

Não, você não ganhou nossa Cadeira Presidencial legitimamente, Dilma. Se tivesse realmente sido um pleito legítimo, você não somente não teria ganhado, como teria sido presa. Você, seu marqueteiro, a mulher dele e seu padrinho maldito juntamente com a gangue maldita que o seguia desde o ABC Paulista. Ainda bem que temos um Juiz Moro que, ainda que tardiamente, está providenciando a correção desta burrice nacional brasileira.

Assim, PRESIDENTA DILMA, não nos insulte os ouvidos; não invada nossos lares, para dizer besteiras e grosserias que nos ofendem. Tenha a descência de descer dos saltos e humildemente abdicar do mandato que não conquistou, mesmo que as urnas tenham dito o contrário. O que se obtém através da mentira não tem valor, PRESIDENTA DILMA. E foi assim que você foi colocada aí, em nossa Cadeira Presidencial.

Por favor, vá embora para Cuba, para a Rússia, ou para o Diabo que lhe carregue e leve todo o PT como seu séquito. Nós a aplaudiremos com entusiasmo.

Amém.