A luta tem de ser calculada e estudada antes do combate.

A luta tem de ser calculada e estudada antes do combate. O ataque sempre é em contra-ataque, pois é este momento ínfimo que nos mostra a guarda aberta do adversário. E a  partir daqui, contra-ataque sempre em postura “fechada”, de modo a poder disparar uma chuva de ataques simultâneos e rapidíssimos a partir do primeiro contra-ataque, a fim de não permitir que seu adversário se recomponha do primeiro contra-ataque.

Eu estava muito irritado com o erro cometido pelo PROS, o partido em que minha filha foi convidada a participar. Uma vez que está muito difícil para os candidatos de partidos pequenos conseguir fazer vereadores, a cúpula decidiu dar apoio a uma candidata do PT. Logo PETRALHA? Não engoli. Sua mãe não engoliu. Ela também não engoliu e seu marido, também não. E como eu já sabia, ela disse com todas as letras que não aprovava seu partido aliar-se a um partido traidor do Brasil, cuja imagem está imundo nacionalmente e ficará mais ainda internacionalmente, quando as mentiras da Dilma forem denunciadas ao mundo. O PT é um partido que todo o Brasil quer ver destruído, acabado. O que eles fizeram a todos nós é imperdoável. Perdeu a credibilidade dos que têm “olhos de ver e ouvidos de ouvir”. Mas ontem, quando todos foram convocados para votar o tal apoio em troca de servicinhos aqui e ali, como roçagem de terrenos abandonados; colocação de lâmpadas em postes; varrição de ruas e praças; coleta de lixo… Enfim, tudo o que é obrigação legal da Prefeitura fazer pelos cidadãos da Municipalidade, já que para este mínimo é que o Prefeito é eleito, o PT não faz.

Não ataque, mas contra-ataque de modo fulminante.

Não ataque, pois o ataque demonstra sua fraqueza. Mas contra-ataque de modo fulminante. Todas as partes “vazias” de Chi devem ser aproveitadas para a derrota do inimigo.

Prefere gastar as verbas destinadas a isto no “encabidamento” de tolos que pensam que levam vantagem quando aceitam esta forma de se escravizar a uma ideologia imunda. Mas sua candidata às próximas eleições já entra com esta intenção: obter apoio de outros partidos em troca de “favores políticos” nojentos, abjetos e revoltantes para quem realmente é brasileiro. Por isto é que detesto visceralmente essa porcaria chamada PT. Além disto, o que é repulsivo, o objetivo do PROS também é conseguir com sua bajulação abjeta, manter alguns de seus filiados mais protegidos pela cúpula, nos empregos na Prefeitura. Dependurados nos cabides do PT, eles usurpam o lugar de quem estudou noites e dias para passar num concurso público. Revoltada, minha filha pensou abandonar o navio. Mas eu a aconselhei a não fazer isto. Não costumo entrar em brigas, mas quando entro, delas só saio morto ou vitorioso. Ficar no meio do caminho não faz meu gênero. E, então, decidi participar ativamente de sua luta, o que é de admirar, já que tenho total ojeriza à prática da POLITITICA que viceja em meu Brasil. Mas definitivamente temos de nos unir em combate a este vício maldito que só nos mantém sob o cabresto da vergonha mundial.

Agora, é partir para a luta sem tréguas e sem esmorecimento.

Agora, é partir para a luta sem tréguas e sem esmorecimento.

Esta é a primeira vez que falo abertamente do Partido Político em que minha filha milita. Como eu previa, sua luta será titânica. Ela não é corruptível e não tem papas na língua, quando discorda das veredas imorais por onde pedalam os polititicas. Mas como comando, sei bem que todo terreno tem condições de ser explorado, mesmo que sendo vigiado por todos os lados. Então, vamos aplicar as técnicas de guerra em política. E o livro que tenho e que jamais dediquei qualquer atenção a ele, será, agora, o foco de minha atenção – e a dela também: A ARTE DA GUERRA.

Sun Tzu disse: “A guerra é de vital importância para o Estado; é o domínio da vida ou da morte, o caminho para a sobrevivência ou a perda do Império: é preciso manejá-la bem. Não refletir seriamente sobre tudo o que lhe concerne é dar prova de uma culpável indiferença no que diz respeito à conservação ou à perda do que nos é mais querido; e isso não deve ocorrer entre nós”. Política é guerra. Guerra suja, interesseira, covarde e traidora. Não há Partido Político comprometido com o povo. E no Brasil, mais que em qualquer parte, pois o povo foi mantido em ignorância sobre o Sistema Podre desde quando Dom Pedro I deu início ao seu reinado imperial.

A luta pela vida já está presente nesta etapa.

A luta pela vida já está presente nesta etapa.

Viver é lutar, e isto é dito há milênios. Verdade. Mesmo no ventre materno o feto, ao menos seu organismo, luta ferozmente pelo direito de nascer. E quando se trata do ESTADO BRASILEIRO, a guerra é fundamental e está nele a cada segundo do dia. Veja-se o que acontece, hoje, nas altas esferas do PODER QUE É DO POVO. Os mesmos políticos perdidos pela ganância e pelo modo errado de pensar e politicar dos Partidos, estão combatendo um Mal Maior que se abateu sobre nós. Eles são corruptos, mas não aceitam que a “galinha dos ovos de ouro, chamada Brasil, seja morta”. Ela pôs muitos ovos para o PT. E, antes, também o fez para os que, agora, lutam contra este Partido de Jumentos Ideológicos. Agora, quando os cofres do Brasil estão na bancarrota, os outros partidos, através de seus políticos corruptos, se erguem em falsa defesa do NOSSO PAÍS. Político, até hoje, não pensa verdadeiramente no Brasil, mas nas vantagens que pode auferir através de meios até condenáveis e repulsivos (v.g. PT) para seu Partido. ISTO TEM DE ACABAR! E só vai acabar quando os novos candidatos entendam, de uma vez por todas, que aliar-se a patifes só os fará iguais a eles. Quem como porcos se mistura farelos come. Este dito é velho, muito velho, mas nunca perdeu seu espírito de verdade. E o PROS Municipal decidiu misturar-se com os porcos do PT. Não pelo gosto de seu Presidente Municipal, verdade seja dita, mas porque em votação democrática os candidatos mostraram o quanto pensam pequeno e mesquinhamente. Muitos vão ser deixados pelos caminhos da Verdadeira Política; muitos terminarão enrolados com a Polícia Federal e hão de se arrepender da decisão que tomaram irrefletidamente e por total desconhecimento do que seja REPUBLICANISMO.

Contra-atacar no ataque. Surpreender o adversário quando ele mais se sente seguro da vitória.

Contra-atacar no ataque.Na foto um contra-soco. É disparado simultaneamente com o soco do adversário. Surpreendê-lo quando ele mais se sente seguro da vitória é fundamental.O soco disparado é o momento exato de contra-atacar. Seu braço desvia o do agressor, anulando o momento do adversário.

Nenhum Partido Político tem um ideário mais afinado com nosso país quanto o PROS – Partido Republicano da Ordem Social. O Brasil é um país REPUBLICANO e sua Constituição contém todo o pensamento da República. E a Ordem Social que o PROS defende é a prática da Democracia limpa, justa e humana. Qualquer outro partido político que fuja ao ideário Republicano é, de saída, uma ameaça, pois que tentará alterar nosso sistema para mudá-lo para adequar-se a ideologia certamente contrária ao viver nosso. É o caso da ideologia do Socialismo, fundamentada, toda ela, no Comunismo. E esta filosofia se embasa, toda ela, no dividir para governar. E o que fez o PT com nosso povo? Jogou-nos uns contra os outros. Acentuou a divisão entre classes sociais e classes trabalhadoras e implantou nelas o maldito nós contra eles. E cá estamos, perdidos de nossa identidade nacional de irmãos de Norte a Sul. Implantou o racismo desvairado, estupidificado, onde lésbicas e homossexuais se opõem ferozmente aos heterossexuais femininos ou masculinos. E pregou tanta porcaria que não dá para colocar tudo aqui porque me vira o estômago de tanta raiva. Mas a gente falará disto, aos poucos, de modo que os que ainda me lêem meditem bem na necessidade de se reagir com força e determinação a esta invasão do Mal entre nós.

Mas o PROS foi fundado dentro do velho modelo do Pensar POLITITICA e já está infectado por ela. Isto, contudo, não é motivo para se desanimar e pular fora do barco. O inimigo está entre nós. Infecta nossas estruturas, mas somos um organismo e como tal, temos de lutar pela nossa vida.

E é o que faremos, a começar de agora.