Este é o símbolo que os zumbis brasileiros estão adorando atualmente no Brasil de desmiolados robotizados à custa de bolsas-esmola.

Este é o símbolo que os zumbis brasileiros estão adorando atualmente no Brasil de desmiolados robotizados à custa de bolsas-esmola.

Poucas são as pessoas que realmente possuem informação sobre o que é o ideal comunista. Mesmo que o “Papai Google” traga uma verdadeira biblioteca sobre este assunto. Então, vamos colocar mais simplesmente o que é o ideal comunista. Você já deve ter ouvido falar de Platão, não? Um sujeito muito pensador e esperto, que sonhava com um mundo mais feliz para todos. Há uma querela sobre seu nome, que alguns acreditam que tenha sido Arístocles, mas isto para nós é o de menos. Assevera-se que ele foi um racionalista, um realista, um idealista e um dualista e suas idéias ainda são a base de muitas de nossas Ciências “Modernas”. 

Platão entrou em choque com um tirano em seu tempo e por ele foi, diz-se, vendido como escravo. Mas ele foi salvo por um admirador e montou uma “Academia” para ensinar o que de melhor havia no pensamento de sua época, além, claro, de suas próprias idéias. Estas, pugnavam contra os modelos de governos de sua época, geralmente tirânicos, imperialistas, dominadores e gananciosos. Ele se batia contra os Governos que faziam Leis visando seus próprios interesses, em lugar de visar ao bem-estar da comunidade (alguma coisa lhe lembra os nossos desgovernos modernos, piorados, claro?). Platão defendia a idéia de que o verdadeiro líder não governa para si nem pensando em si, mas para o povo e pensando em seu bem-estar. E era visceralmente contra a Corrupção (coitado dele se conseguisse renascer naquele seu corpo nos dias atuais e no Brasil. Ia ter uma síncope, com toda a certeza).

Platão era fisicamente um gigante. Sua juventude foi entre guerras. Viveu a época do “quebra-pau” do Peloponeso. Viveu a época da tomada de Atenas pela Oligarquia dos Quatrocentos e foi submetida ao Governo dos Trinta Tiranos. Então, ele foi “premiado” com o que de pior, em matéria de Governo, podia haver em sua época. E os Governos Oligarcas ainda vigem com um vigor assombroso neste Brasil do Século XXI. É para que vejamos que as doenças psicossociais humanas, entre nós, custam a desaparecer que é uma calamidade.

Creio que os petralhas, com suas mentes avançadas que é uma desgraça, viram nesta representação de Platão um modo de ele ensinar qual dedo devia ser usado num fuc-fuc...

Creio que os petralhas, com suas mentes avançadas que é uma desgraça, ao olharem para o indicador do filósofo viram nele a idéia de Platão ensinar qual dedo devia ser usado num fuc-fuc…

Platão foi, supõe-se, o primeiro a ter a idéia de suprimir a propriedade privada. Ele acreditava piamente que havendo o fim da propriedade privada fatalmente haveria o fim do conflito entre o Estado e o cidadão. Ele também imaginava que se se abolisse a idéia de família, de núcleo familiar, o apego ao bem particular se esfacelaria, pois o cidadão seria mais livre para gozar as delícias da vida. A seu ver, a extinção do conceito de família acarretaria uma maior fidelidade ao bem público, pois tudo seria de todos e todos zelariam por tudo. O vínculo matrimonial deveria ir pro brejo; o conúbio entre homem e mulher deveria ser temporário, nada de estruturar família. Os rebentos do rala-e-rola seriam criados, cuidados e educados pelo Estado (e a URSS chegou a implantar essa idéia nos velhos tempos de sua existência e creio, não tenho certeza, de que foi daí que nasceu a idéia das creches para crianças, nos Estados Democráticos).

Mas, como eu dizia, a família não devia existir no pensamento platônico e isto foi a base da Ideologia Comunista. Só que ao decorrer da História da Humanidade muitos outros surgiram que foram “enriquecendo” o pensamento platônico e a “Coisa” resultante terminou estruturando uma URSS que pariu uma Cuba; que gestou e pariu um Castro; que educou e treinou um Lula; que montou o PT e adotou e criou Dilma; e os dois fizeram esta bagunça danada em que nos debatemos agora, sufocados por um grupo inimaginável de corruptos. Tudo contrário ao que pensava Platão, que era visceralmente contra a Corrupção.

Seu filho de sete anos talvez tenha tido esta "!educação petralhista" em sua escola...

Seu filho de sete anos talvez tenha tido esta “educação petralhista” em sua escola…

Se bem atentarmos para o “modelo” escolar devasso (do ponto de vista cristão) que o Lulismo-Dilmismo-Castrista e Evorista-Chavista-Kirchinerista etc e tal tentou impingir às nossas crianças a partir da idade de sete anos veremos que a doideira tem laivos do pensamento de Platão. Só que na forma horrível de um Quasímodo mais do que torto, graças à tentativa de liberação dos vícios mais doentios da raça humana. Uma Cartilha ensinado sobre o coito (vida sexual adulta) até em grupo (suruba); e também ensinando o gayismo masculino e feminino às crianças como formas “sadias de comportamento sexual” é um insulto a uma sociedade eminentemente cristã. E mesmo que não o fôssemos (cristãos), ainda assim chocaria a qualquer família ver seus filhos se atracando aos beijos “globais” chupados, gulosos, como se na boca do outro estivesse o néctar dos deuses, em vez de bactérias, vírus, saliva e sei lá o que mais. E que tal a mãe de uma menina de sete anos encontrar a filha com as pernas arreganhadas e uma fila de garotos de pintos duros esperando a vez de fazer a fulaninha gozar? Ou ver seu filho de quatro aguentando o “bilau” dos colegas no ânus? Possivelmente até na cama do casal… Segundo o pensamento dos aloprados petralhistas a mãe deveria aplaudir e ajudar, quando algum pinto amolecesse diante do tamanho de outro, mais avantajado. Talvez até devesse aproveitar a ocasião para convencer o coitadinho de que ele não tinha ereção porque era chegado inconscientemente a uma “marcha-a-ré” e ensinasse o infeliz a como ficar de quatro e…

"Belíssima" cena de novela da Globo levada ao ar às 20 horas. A comunidade gayista vibrou de felicidade. Mas e as famílias cristãs?

“Belíssima” cena de novela da Rede Globo levada ao ar às 20 horas. A comunidade gayista vibrou de felicidade. Mas… E as famílias cristãs? Que se danem, ora! As leis petralhas botam na cadeia quem se opuser a isto aí em cima.

Antes de chegar a este escracho geral, o petralhismo deveria ter batalhado para desfazer o sentido de família. Além disto, deveria ter-se engalfinhado furiosamente com os Pastores e Padres Cristãos, pois eles são “o atraso da evolução social depravada ao máximo”. E para tanto com toda a certeza contaria com os escritores das novelas da Rede Globo de TV, visto que ali o que mais se vê é o apelo furioso ao desmantelamento da família no que diz respeito à Moral e à Ética familiares. Entre enredos chinfrins de chorinhos falsos e rala-e-rola furiosos, com preâmbulos cheios de beijões estalados, chupados, ansiosos, desesperados e cheios de esfrega-esfrega, e onde as mocinhas fatalmente e invariavelmente batalham por um “homem” que é um galinha de marca, o petralhismo poderia apimentar as aulas de “dane-se a família” e incrementar o lado do gayismo, já escrachado pela Globo. Os mais bem destacados artistas dessa Emissora, sentem-se o máximo quando recebem um papel onde devem representar uma bichona deslavada, mas “certinha, certinha”. Mais até do que os que se julgam “normais”. Cruz credo!

Bom, voltando ao feijão-com-arroz, você acaba de aprender que o ideal comunista surgiu numa época muito, mas muito diferente desta em que vivemos. Naqueles tempos nem se sonhava com a parafernália da Comunicação com que contamos hoje. Os valores de então eram ínfimos em comparação com os valores atuais. Não se sonhava com um Estado estruturado não declaradamente tirânico, como os sobejos que ainda são ressaibos de antanho, mas tirânico disfarçado, como vem acontecendo no Brasil desde que o diabo palitava os dentes com ossos de cristãos jogados aos leões, em Roma. Hoje, conforme afirmou Sören Kierkegaard, “Deus está morto”. E Sua falta desespera o Espírito Humano e dana a alma mortal humana – mais conhecida como Personalidade, ou Intelecto, ou Identidade. E sem Deus, a Besta se solta entre os homens, não é mesmo? Sua presença apavorante está no horrível Vazio Existencial que tortura o homem moderno, embora disto não mais se fale, pois é considerado um conceito dinossáurico. Mas que vige, vige mesmo.

Platão defendia a paz entre as classes sociais. No Comunismo atual tudo isto foi invertido, principalmente no comunismo tupiniquim brasileiro do petralhismo. E tivemos a prova horripilante desta inversão. Aqui o “nós contra eles” vigeu com uma força avassaladora, embora nem se tenha conseguido fincar fortemente as raízes do Comunismo Tupiniquim Lulista-Dilmista-Castrista e Evorista-Chavista-Kirchinerista.

Ora, somos uma República, segundo nossa Constituição. E em uma República, a propriedade privada é defendido e aceita como base para a organização do Estado. Isto está bem claro em nossa Constituição: (TÍTULO II – Dos Direitos e Garantias Fundamentais – Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: (…) XXII – é garantido o direito de propriedade;”).  Já aqui o Comunismo Tupiniquim se dana. Para impor entre nós o pensamento divisionista do nós contra eles, teriam de primeiro alterar a Constituição em seu Artigo 5º e isto, por si só, ia dar um quebra-pau dos melhores. Quem, dentre nós, iria aceitar perder seu direito ao apartamento em que vive? Ou à sua casa, construída com muito esforço e muito dinheiro? Pela qual paga um horror de Imposto Predial? NINGUÉM!

Bom, a ideologia do Comunismo atual está totalmente aleijada. Ele aceita, pra começo, a Corrupção como meio de gerência; e aceita e impõe a estruturação de um Politburo onde só os privilegiados integrantes da cúpula comunista podem gozar de todas as benesses da modernidade democrática. A ralé, o povão, tem apenas o direito de viver segundo a doideira que um piolho qualquer inserir nos miolos dos “politburistas”. Na China, por exemplo, quem se atrever a ao menos pensar pensamentos não condizentes com o que os privilegiados querem que pensem, leva bala e a família tem de pagar pelo projétil. Que maravilha, não? Creio mesmo que o petralhismo gostaria de chegar a este aprimoramento do Comunismo Moderno.

Mas… E você? Concordaria com eles?