A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO – CXVII: YEHOSHUA DOUTRINA SEUS APÓSTOLOS

Deixe um comentário

YEHOSHUA ALIMENTA-SE EM COMPANHIA DE GENTE SIMPLES

Yehoshua ensinando aos seus apóstolos.

Nazaré amanheceu fria e com o céu nublado. Mesmo assim, Yehoshua se levantara cedo e fizera suas abluções costumeiras, antes do desjejum. Seus apóstolos não demoraram a chegar e a ele se juntarem. Onze. Yehoshua notou que Yehudah  ish Qeryoth não estava entre eles. Então, sem falar, ordenou mentalmente que seu apóstolo rebelde viesse ter com ele, onde quer que estivesse.

Seguindo o Mestre, na última hora da noite (5 horas da manhã em nosso horário) todos se sentaram ao redor do poço de pedra construído para receber as límpidas águas que desciam do morro densamente arborizado que cercava a vilazinha de Nazaré. Ali, no poço, todos vinham buscar água para suas necessidades diversas. Também ali os viajores paravam para se dessedentar, encher seus odres e dar de beber aos seus animais. Naquela hora, antes da primeira hora do do dia (as 6 horas de nosso horário) não havia ninguém, exceto o Mestre e seus apóstolos. Yehoshua não falou nada. Limitou-se a se sentar em padmasambava e orar em voz baixa. Depois de um tempo abriu os olhos e olhou para seus expectantes apóstolos. Mais

MOURÃO NELES, BRASIL!

Deixe um comentário

É preciso que todos, ABSOLUTAMENTE  TODOS OS BRASILEIROS, ouçam não uma, mas centenas de vezes o pronunciamento do General Mourão. É preciso que pensemos muito sobre este homem, que me parece, deve ser o próximo Presidente Militar de nosso País. Mas peçamos a ele que não dê abertura para Coronéis como os que danaram a EMBRATEL, como os Cornéis Paulo Ignácio Domingues (obrigado a aceitar a reforma antes do tempo devido a ter sido pegado em roubo). Eu li todo o processo, que me foi mostrado pelo meu saudoso Coronel Carlos Alberto Goulart Pereira, ex-combatente, que esteve nas fronteiras com o saudoso Marechal Humberto de Alencar Castello Branco; e o Coronel José de Castro Dieguez, também reformado por ser ladrão no Exército), entre outros, cujos nomes citarei durante a descrição do livro de minha vida. Mais

MINHA REVOLTA – 4

Deixe um comentário

MINHA FAMÍLIA QUANDO EU ERA PEQUENO

Quem vê meu pai com esse semblante calmo, nem imagina como ele se transformava quando estava zangado…

Esclarecimentos: Eu acho muito interessante o estranho estado de apatia que assola as pessoas, quando se trata de pensar por si mesmas. Quase todas necessitam de um pai que lhes diga o que é certo e o que é errado. E quando encontram o tal “pai sabidão”, pronto: entregam-se cegamente a eles e lhes dão a direção de sua vida. A partir daí, sentem-se totalmente “protegidas” e acham que tudo está resolvido. Isto é o maior erro que uma pessoa pode cometer.

Amigos, ninguém tem capacidade e competência para dirigir e direcionar a vida de outro, mesmo que seja o maior gênio humano de todos os tempos. Quando eu falei sobre ter eu participado, juntamente com os Devas Diretores do Carma, da elaboração desta minha encarnação, sei que despertei muitas reações de pouco-caso e menoscabo. Principalmente entre os que, como eu, também são instruídos no Ocultismo. Estes, por inveja mais do que por dúvida real. Que horror!

Aos totalmente cegos e totalmente moucos, e desobedecendo ao que nos aconselhou o Cristo (Deixai que os mortos enterrem seus mortos – Mateus, 8-22), vou esclarecer alguma coisa sobre o tão incompreendido Carma. Mais

MINHA REVOLTA -3

Deixe um comentário

PLANTA BAIXA DA CASA ONDE VIVI ATÉ OS 3 ANOS EM CAMPO MAIORAgora, voltemos ao livro que venho escrevendo na Luz Ódica durante esta encarnação. Já no meu nascimento começou a complicação. Meus avós maternos não me aceitavam. Meus avós paternos, sim. Então, fiquei com estes e com meu pai e minha mãe na grande casa que vovô possuía na vila de Campo Maior. Era uma casa feita ainda por escravos, com chão de grandes lajes quadradas, telhado com telhas ainda do tempo em que elas eram feitas nas coxas dos escravos. O casarão tinha a forma da letra Z. Entrava-se nele por uma porta de madeira de Massaranduba dando de cara com a porta que abria para o ateliê de costura de papai. Percorria-se um longo corredor que tinha, no lado esquerdo, a parede do ateliê de costura de meu pai. Ele tinha aprendido a profissão de alfaiate, uma das mais destacadas na época. Em seu ateliê havia 9 máquinas Singer com nove costureiros sob seu comando. Eles eram responsáveis pela feitura dos ternos das principais personalidades políticas da região, bem como dos “coronés” que pagavam caro por um terno de linho branco. O corredor era largo, coisa de dois metros, e media, em comprimento, exatamente a profundidade da parede esquerda do ateliê de meu pai, algo em torno de doze metros. Mais

AGORA, É CRIME COLOCAR ÀS CLARAS O QUE ELES FIZERAM À SOMBRA DA VERGONHA E DA HONRA.

Deixe um comentário

ADVOGADO DE TEMER MOSTRA QUE PATIFES TAMBÉM ENVELHECEM

O chefe-mor dos que engordam a conta bancária (com nosso dinheiro repassado pelo criminoso) em defesa descarada do Chefe da Maior ORCRIM do mundo. Quem for religioso ore pedindo que um Diabo da pior espécie o receba no inferno, quando chegar a hora de ele ir para lá. E já está perto, a julgar pelo estrago do tempo…

A defesa de Michel Temer, o Traidor, tem piti de falta-de-vergonha-na-cara. Grita aos quatro cantos do mundo que a divulgação de trechos (friso: trechos) da delação de Lúcio Funaro é criminosa. Por que? Perguntamos nós, os brasileiros. Por que colocar às claras o que o patife andou fazendo às escuras, como um vampiro da noite, é crime? Onde está o Crime? Delatar o chefe da ORCRIM mais safada, mais brutal, mais assassina, mais desumana, mais desastrosa para nosso país é crime? Pelo amor de Deus, alguém meta esses advogados sem ética, sem caráter e sem-vergonha na cadeia. De preferência em uma onde eles sejam estuprados e onde os rios de nosso dinheiro que o chefe da ORCRIM lhes pagou seja tomado pelos aloprados tarados que lá estarão esperando uma bunda nova.  Mais

MINHA REVOLTA – 2

Deixe um comentário

cigano-perde-para-velasquez

Este quadro do MMA representa bem minhas idas à lona na longa luta pela redenção nesta encarnação

Bom, voltei. Ainda vou continuar explicando os motivos porque, aos quase 80 anos, estou profundamente revoltado com o Buda Avalokiteshvara, ou Míriam, a mãe carnal de Yehoshua. No “papular”, a famosa Maria Mãe de Deus (embora Deus não tenha mãe). Você há-de estar-se perguntando: Por que ele está revoltado contra Nossa Senhora “Mãe de Deus”?

A resposta é porque, a esta altura da vida, embora todos os magos que eu conheci me tenham asseverado que eu sou “filho e protegido de Maria Santíssima”, olhando para o meu passado e para minhas últimas frustrações não me parece que a digna senhora esteja mesmo muito voltada para atender aos meus rogos… Embora não possa negar que Ela sempre aliviou meus tombos e me enviou prontamente socorro, quando nos momentos mais encrencados de meu viver, como se verá mais adiante. Mais

MINHA REVOLTA – 1

Deixe um comentário

EU

Eu sorrio pra não chorar, puto da vida.

Não me defino como religioso. Não vou à Igreja Católica, detesto templos Evangélicos (são emburrecedores e a maioria esmagadora dos que se dizem “pastores”  visa o dinheiro e, não, ao Cristianismo); não valorizo mais a Umbanda, nem o Candomblé; não aceito pôr a bunda pra cima e adorar uma entidade tendenciosamente separatista e violenta, como fazem os muçulmanos. Não caibo mais na Teosofia, no Budismo ou no Taoismo. O Druidismo passou a ser primitivo no meu entender. Enfim, chutei o pau da barraca com esta história de religião. Não existe religião para mim. Existem seitas cujos líderes estão mais ou menos interessados em adquirir e acumular riquezas materiais e para isto exploram em benefício próprio o que disse o Pregador de Nazaré. Aliás, por falar n’Ele (o único que merece minha admiração e meu respeito), vendo o que acontece no mundo todo neste Século onde reina todo-poderosa a MENTIRA, acho que perdeu a luta cá embaixo. Quero ver se realmente vai dar a última palavra, quando tudo aqui for pro diabo que o carregue. Mais

Older Entries