RESSURREIÇÃO DE LÁZARO – CXXIV: SEGUNDA LIÇÃO DE HUMILDADE, DO SENHOR.

Deixe um comentário

Yehoshua o doutrinador

Nunca houve professor mais inflexível e, simultaneamente, mais companheiro que Ele. Teve de ser muito duro com aqueles que escolhera para seus Apóstolos, pois eles eram antes de tudo, hebreus. E um Apóstolo do Senhor não podia ter apego a pátrias e valores tolos.

Fazia três semanas que o Senhor estava sumido. Não aparecia nas praças, não aparecia em casa, não aparecia nos morros onde costumava pregar. Os rabis itinerantes estavam cheios de esperança de que logo viesse a notícia de que ele tinha sido assassinado por algum sicário chocado com suas pregações que sempre continham alguma coisa contra o Templo e seus rabinos. Os doze cumpriam rigorosamente o que o Senhor havia determinado, mas sempre ocorria discussão e má vontade quando se tratava de se escolher quem devia limpar a fossa da casa de Míriam de Nazaré, principalmente porque Ruth lhes dissera que o irmão havia deixado a ela a tarefa de fazer que a fossa fosse limpada a cada sete dias. Limpar uma fossa, mesmo que não estivesse cheia de excrementos, era repugnante. A pessoa devia retirar o excesso daquilo com baldes e ir despejar a carga num buraco cavado na mata. Depois de tirar o máximo de sujeira, a pessoa tinha de descer na fossa e raspar o fundo e as paredes, de modo a deixá-la mais livre da caca. Como se não bastasse, a limpeza de toda a casa, do quintal e da frente da moradia tinham de ser levada a efeito pelos homens do Senhor. Mais

RESSURREIÇÃO DE LÁZARO – CXXV: ENSINANDO SOB TRAUMA.

Deixe um comentário

A VERADEIRA FACE DE JESUS...

O que ninguém diz é o quanto o Senhor teve de trabalho para quebrar em seus escolhidos os maus vícios de uma cultura de pedra.

Madrugadinha. A alva do alvorecer apenas roseava o horizonte. Uma brisa fria fazia que as pessoas em Nazaré quisessem ficar mais um pouco no aconchego de suas camas. Yehoshua levantou-se, fez suas abluções e subiu para o teto da casa, onde dormiam os doze. Com o pé ele cutucou um a um e ordenou que se aprontassem para o acompanhar. Ninguém ingeriria nenhum alimento nem beberia nem uma goda de água ou qualquer suco. Jejum completo. Apenas deviam lavar o rosto, as mãos, os pés e as axilas. Deviam vestir roupas lavadas, ainda não usadas. E tudo tinha de ser feito bem depressa.

Todos estavam prontos em menos de 15 minutos e o grupo saiu seguindo, curioso, o Senhor. Yehoshua embrenhou-se pela mata andando tão depressa que os apóstolos tiveram de dar pequenas corridas para o acompanhar. Chegaram a uma clareira longe das veredas por onde costumavam transitar os moradores da pequena vila. Árvores de pequeno porte cercavam o lugar, descampado. Yehoshua ordenou que todos se sentassem em círculo e ele mesmo tomou assento entre seus apóstolos. Quando todos estavam quietos e expectantes, ele falou. Mais

PARA ONDE VAMOS NESTE ANO DE 2018?

Deixe um comentário

MICHEL TEMER DE BOCA ABERTA

Velho, sim. Mas não se engane: é raposa venenosa e se não agirmos, vai-se manter no Poder que é nosso até morrer. E como o Diabo não o quer no Inferno, vamos aturá-lo por muito tempo, ainda…

Estamos no reino da Mentira. Nunca, antes, nestes dois últimos séculos, se mentiu tanto e tão descaradamente quanto se mente nesta nossa atualidade estarrecedora. Não me incomodo com a Mentira nos outros países, mas sim com a que domina o quadro político nacional brasileiro. Vamos tomar uma que é a bola da vez, criada por Michel Temer para distrair a atenção do povo, agitar as águas, levantar poeira e esconder as patifarias que rolam à solta nos bastidores das Casas Legislativas, no Palácio do Planalto e até mesmo no Supremo Tribunal Federal, hoje, a meu ver, nem tão supremo assim. Falo da tão aterrorizante Reforma da Previdência. Temer já emplacou uma de suas reformas malditas. Falo da Reforma Trabalhista. Sobrou, claro, para o povão brasileiro, este mesmo que, a partir de amanhã, vai rebolar bundas e peitos e músculos e testículos nos malditos desfiles de porcaria nenhuma. Mais

A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO – CXXIV: A IRA DE ISH QERYOTH (II).

Deixe um comentário

APÓSTOLO PEDRO - SIMÃO BARJONAS

O Discípulo Rebelde sempre esteve sob a atenção de Nosso Senhor, e isto o punha desorientado.

Ish Qerioth chegou à casa de Ruan. Era um casebre pobre. Duas crianças, meninos, brincavam na porta, enquanto três outras crianças, meninas, ajudavam a mãe nos afazeres domésticos. Yehudah Ish Qerioth chamou Ruan com voz alta e raivosa. A mulher acudiu pressurosa e quando se deparou com o homem diante de si, olhar chamejante, de onde parecia sair chispas de raiva, tremeu e se apoiou no portal para não cair. Com voz trêmula ela murmurou, em resposta à pergunta do sicário, ao qual já conhecia, embora nunca lhe tivesse dirigido a palavra.

— Meu senhor ish Qeryoth, o que desejais com… com meu marido? — A voz da mulher soava fraca e trêmula.

— Vim matá-lo. Mas não temas. Não tenho nada contra ti e teus filhos. Só contra o desgraçado de teu marido. Não temas. Não te deixarei abandonada. Minha família é rica e eu posso dar-te o sustento que tu e teus filhos merecem.

— Mas… Senhor, por que desejais matar o pobre Ruan? O que ele vos fez de tão mau assim? Mais

O TARÔ AJUDA NO ESFORÇO PARA ESCAPAR DO SAMSARA? (VI)

Deixe um comentário

Arcano nº 1 – Mostra a situação crítica ou não, do consulente do jogo.

Bom, você, que se interessa pelo Conhecimento sem peias nem meias, já deve ter avançado alguma coisa na sabedoria do Velho Egito. Não que o Tarô tenha nascido naquele país e num passado longínquo. Na verdade, muito antes de Yehoshua surgir na Palestina, o Tarôt já era conhecido entre os povos de antigamente. Não na forma como nós o temos ao alcance das mãos, atualmente. Mas sua simbologia já era conhecida, pois ela é arquetípica, isto é, está além da Forma, além da Matéria, além da mente física imaginativa e criativa. Vamos, então, continuar. Só para terminar o estudo da Primeira Parte ou Parte Superior do Arcano nº 1, falta falar sobre os Chakras ou Vórtices de Luzes Superiores que dominam esta parte do Corpo Humano. São eles: Sahasrara ou chakra coronário, no alto da cabeça. É o chakra da Iluminação Espiritual. Por ele, no homem que alcançou o grau de Iniciado, nada desce das esferas superiores para o Espírito encarnado, mas sobem as luzes que indicam que o Espírito encarnado despertou e é pleno senhor da Matéria e de sua Vontade. Quando o Iniciado passa ao Grau de Arhat, então, começam a lhe chegar pelo Sahasrara os influxos dos Budhas. Um iniciado tende a viver em reclusão, mergulhado em meditação transcendental e alheio ao mundo material, preparando-se para o contato com o Mundo ou Plano Búdico.

O chakra Ajna ou frontal, do qual já falei alguma coisa. Este chakra domina e gerencia o desenvolvimento da Terceira Visão. Na Contra-Parte Etérica do nosso corpo físico ele domina e regula o funcionamento e a saúde das duas principais glândulas de nosso sistema hormonal, a pituitária e a hipófise.

Finalmente o chakra Vishuddha, ou Laríngeo. Este chakra domina e regula a glândula Tireóide, a Personalidade e a saúde auditiva, bucal e nasal; além disto, regula a resultante das emoções na expressão da combinação entre Emoção e Pensamento, ou seja: a fala. Uma pessoa de emoções e instrução baixas, tende a ser coprolálico, isto é, fala muitos palavrões. A resultante deste mau hábito sobre os corpos físico-denso e Etérico é regulado por este chakra. Mais

%d blogueiros gostam disto: