BOLSONARO: UMA PEQUENA CHAMA NA ESCURIDÃO DO BRASIL.

Deixe um comentário

Acho que vou dá um voto de confiança ao Jair Bolsonaro. E torço para que ele tenha palavra.

Tenho acompanhado com muita atenção o que rola no Circus Imundus da Polititica. Os discursos velhos, caquéticos; as promessas que são apenas frases de efeito; o sorriso afixado na cara dos imprestáveis… Enfim, não somente tenho-me forçado a ver os noticiários (comprados pelos Partidos Políticos com nosso Dinheiro Público), como também tenho reprimido o engulho e ouvido o que não queria ouvir nunca mais: os nomes dos ladrões de colarinho branco sendo apregoado pelo mundo todo como Candidatos à Presidência da República Federativa do Brasil. A maioria deles é de criminosos que saltam miudinho tentando se livrar da “peste raivosa” conhecida pelo Brasil inteiro como Lava-a-Jato. Na verdade, se tivessem pudor, nunca mais deixariam que a Mídia, mesmo “vendida”, lhes colocasse as carantonhas à mostra diante da Nação Brasileira. Mas… Mais

UMA VOZ QUE PREGA NO DESERTO

Deixe um comentário

Ouvi isto de alguém. Eu, para este alguém, sou isto: uma voz que prega no deserto. E eu lhe respondi: “Não, eu sou o colibri que tenta apagar um incêndio na floresta transportando água em seu biquinho”. Mesmo assim, vou continuar insistindo.

Hoje, consternado, vi fotos do desmatamento abrangendo terras de Mato Grosso, Pará e Amazonas. Os cupins de dois pés estão à toda. É época de eleição. Os bandidos de colarinho branco estão absolutamente empenhados com afinco no exercício do mecanismo infalível do Sistema Podre Eleitoral Brasileiro. Não têm mais nenhum interesse (e jamais o tiveram, diga-se de passagem) na desertificação que os cupins de duas pernas, pagos por gente endinheirada e política na maioria deles, levam a cabo furiosamente na outrora rica floresta Amazônica Brasileira. E os brasileiros? Vergonhosamente se dividindo entre os que vão votar no crápula A ou no crápula B ou no crápula C…

E as Televisões? Já embolsaram nosso rico dinheirinho retirado do Fundo Partidário para montar a pantomima vergonhosa das entrevistas com os “Presidenciáveis”. Nenhum entrevistador tocará nem de leve no crime ambiental que a Imazon denuncia insistentemente para um país surdo, cego e mudo, e que os polititicas negam de pés juntos. Mas como negar o que as fotos denunciam? Não são palavras. São imagens vivas (da morte agoniada e desamparada de nossa Floresta). Não vou mais continuar falando. As fotos falam por si mesmas. Depois de vê-las, pense: você vi votar nesses apátridas, traidores nossos e de nossa terra? Mesmo que seja a troco de um empreguinho por contrato no Serviço Público, em afronta direta à Constituição; mesmo que você seja viciado neste crime, será que as fotos não lhe tocam a consciência? REAJA! Você ainda é brasileiro. Você ainda tem um país. Não queira terminar como os venezuelanos: sem pátria, sem comida, sem dinheiro, sem eira nem beira…

DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA - IMAZON FOTO 1

Aqui existia uma floresta que refrescava todo o território brasileiro. Mas os cupins de duas pernas acabaram com tudo. E os polititicas?

DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA - IMAZON FOTO 2

Queimada criminosa. E não foram os nativos silvícolas. Foram os cupins de duas pernas que se dizem civilizados. Não lhe confrange o coração ver tamanho assassinato?

DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA - IMAZON FOTO 3

Eis nossa Amazônia em chamas. E quem fez isto? Cupins de duas pernas que se dizem obrigados a tanto porque não têm dinheiro nem emprego. Não mesmo, é? E os polititicas? O que eles têm a dizer quanto a este crime com o qual são coniventes desde quando receberam o Poder das mãos dos milicos de 64?

DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA - IMAZON FOTO 4

O inferno bem pode reservar um quartinho cheio daquela “flor vermelha” que vemos na foto destruindo toda a beleza de nossa Amazônia e desequilibrando nosso clima. E você com isto, né não? Talvez só lhe interesse o “emprego temporário pelo seu voto de cabresto”. Tenho nojo de você!

DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA - IMAZON FOTO 5

Você, que a tudo assiste na TV indiferente, quando se trata do assassinato de nossa Amazônia, já sentiu como a fumaça faz seus olhos chorarem? É porque você já não tem piedade em seu coração… Por isto precisa da fumaça do crime ambiental para chorar. Nem que sejam lágrimas de crocodilo.

DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA - IMAZON FOTO 6

Se essa órfão pudesse falar, o que acha que ela diria em prantos?

DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA - IMAZON FOTO 7

Era uma floresta densa, fria, cheia de pássaros e vida natural. Era uma floresta onde a Presença do Incriado estava viva e cheia de esperança. Mas vieram os cupins de duas pernas acobertados pelos polititicas e eis como é que aquela floresta terminou.

DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA - IMAZON FOTO 8

Por aqui passaram os rabos de centenas de polititicas brasileiros. Eles destruíram a floresta rica em vida vegetal e animal; e rica em riozinhos e pássaros canoros. E para onde iam os polititicas brasileiros com seus rabos quase sem fim? Malocar nos bancos exteriores o dinheiro da corrupção que levou à destruição implacável de nossa Floresta Amazônica. O Lulinha está entre eles. E não é polititica. Imagine se fosse…

 

DESMATAMENTO NA AMAZÔNIA - IMAZON FOTO 9

O rastro dos rabos criminosos continuou por aqui. São mais de 200 km de desmatamento criminoso. Você sabia que esta mata e este chão eram seus e nossos, dos verdadeiros brasileiros? Era a herança que devíamos deixar para nossos filhos e netos. Mas estamos permitindo que os rabudos que elegemos façam esta desgraceira com nossa herança. Você não se sente mal, por sua apatia criminosa?

E tem muito mais de onde tirei estas fotos. Mais de mil! Consulte Desmatamento da Amazônia – IMAZON. E chore, se você ainda é brasileiro e humano...

 

NÃO TEMOS DINHEIRO PARA MANTER AS PESQUISAS NO POLO NORTE…

Deixe um comentário

Em que mês e em que ano, depois deste pleito de 2018, esta cena vai-se repetir? Que ela vai, não temos dúvida.

Mas temos milhões garantidos para serem desperdiçados com as hienas políticas de sempre: o Fundo Partidário, que não foi aprovado por nós, povo brasileiro, mas pelos de colarinho branco para se perpetuarem em nosso Poder às custas de nosso dinheiro. E ninguém, dentre os cidadãos brasileiros, se rebela contra isto. Até quando?

Estamos sendo escarnecidos com a desfaçatez dos que nos consideram impotentes para lutar contra o Sistema Oligárquico Político do “Brazil”. É o ano em que todos nós somos obrigados a comparecer ao redil eleitoral para “brincar de eleger” uma súcia de larápios eternos para o comando de NOSSO PODER.

E eis que, mesmo enrolados até a décima reencarnação com a Polícia Federal e a Lava-a-Jato, as “figurinhas carimbadas” estão aí, na telinha colorida de todos nós, a repetir hipnoticamente as mesmas lengalengas inócuas de todo ano eleitoral. E quem são eles? Mais

CARTA ABERTA A JAIR BOLSONARO

Deixe um comentário

PREZADO CAPITÃO.

O senhor tem angariado grande número de brasileiros que anseiam por uma mudança radical nos “desgovernos” que nosso país vem sofrendo desde mesmo quando F.H.C. tomou nas mãos as rédeas de nossos destinos. Não me vou alongar citando as desgraceiras que ele fez e, também, os que a ele se seguiram. Não é este o escopo desta carta. Assisti e ouvi seu debate no RODA VIVA, um programa absolutamente esquerdopata. Tenho lido sobre seu plano de governo, sobre suas idéias e suas preferências. PARECE que o senhor, capitão, “fala para as multidões” e, não, para OS BRASILEIROS. 

E por que digo isso?

Porque o Capitão não toca na ferida fétida que, se não purgada, não permitirá que alguma coisa mude no Sistema Podre da Podre Politica Nacional Brasileira. Não ouvi nem li em nenhum lugar o senhor criticar o SISTEMA. Tudo indica que o Capitão também está no jogo do digo agora, mas não faço depois” que é a plataforma de propaganda política dos ladrões de colarinho branco que novamente se apresentam com falas mirabolantes, mas fétidas, e que já nos avisam: “Não vamos mudar nada no NOSSO sistema”.

E o que é que nós, brasileiros, queremos? Queremos que, entre outros, os  seguintes Artigos da atual Constituição, sejam mudados em suas redações, fechando as portas para o Crime Organizado de Colarinho Branco se intrometer no Poder Executivo e transformá-lo em lixo. Exatamente isto: LIXO:

SEÇÃO V – DOS DEPUTADOS E DOS SENADORES

Art. 53. Os Deputados e Senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos. 

Este Artigo respalda o Crime de Colarinho Branco e deve ser radicalmente ou eliminado da Constituição, ou modificado em sua redação para permitir a imputabilidade dos que cometem crime de lesa-pátria ou crime de traição ao país.

§ 1º Os Deputados e Senadores, desde a expedição do diploma, serão submetidos a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal.

Em obediência à Cláusula Pétrea do Art. 5º, que assevera que todos são iguais perante a Lei, o parágrafo primeiro acima transcrito deve ser reformulado para permitir que nossos MANDATÁRIOS (e não SENHORES E DONOS do Poder que emana de nós – Parágrafo Único do Art. 1º da Constituição) não tenham absolutamente nenhuma regalia que os coloque acima e fora do alcance da Lei. Esta aberração constitucional resultou nos inomináveis crimes de Traição ao Brasil cometidos pelos que tinham o dever cívico de defendê-lo e defender os interesses e o bem-estar de todos os brasileiros. Um mandatário nosso tem de ter absolutamente limpa sua FICHA PÚBLICA e PRIVADA. Uma vez que seja suspeito de estar envolvido em CRIME, e basta que seja suspeito com indicações graves de seu envolvimento em qualquer crime de lesa-pátria, deve ser imediatamente afastado do exercício da função pública e deve ser julgado, como qualquer cidadão brasileiro, em tribunais de primeira instância e, não, no Supremo Tribunal Federal. A este cabe o dever cívico de ordenar a imediata suspensão do Mandato do mandatário com suspeição grave de cometimento de crime de lesa-pátria, onde o maior e o mais perigoso de todos é o da Corrupção alimentado e incentivado pela IMPUNIDADE.

Ainda na Seção V, Art. 53, temos o parágrafo abaixo introduzido pela PEC. 35, de 2009, que diz o seguinte absurdo:

  • 2º Desde a expedição do diploma, os membros do Congresso Nacional não poderão ser presos, salvo em flagrante de crime inafiançável. Nesse caso, os autos serão remetidos dentro de vinte e quatro horas à Casa respectiva, para que, pelo voto da maioria de seus membros, resolva sobre a prisão. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 35, de 2001)

Este Artigo claramente imoral e aviltante à Segurança Nacional deve ser retirado da Constituição. Ele viola frontalmente o Título II, Cap. I, Artigo 5º, que diz taxativamente: “Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza”. Este é um Artigo PÉTREO, logo, não pode ser alterado nem mesmo por outro Artigo que se introduza sub-repticiamente em nossa Carta Magna. Assim, em sendo pétreo o Art. 5º, a PEC 35 é inconstitucional e não pode ferir a cláusula pétrea da Constituição vigente.

 O § 3º deste Art. 53, Seção V, também deve ser alterado. Em vez de: Recebida a denúncia contra o Senador ou Deputado, por crime ocorrido após a diplomação, o Supremo Tribunal Federal dará ciência à Casa respectiva, que, por iniciativa de partido político nela representado e pelo voto da maioria de seus membros, poderá, até a decisão final, sustar o andamento da ação. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 35, de 2001) .

Ele deve ser substituído por outro com a seguinte redação:

§ 3º Recebida a denúncia contra o Senador ou Deputado por crime ocorrido após a diplomação, o Supremo Tribunal Federal ordenará a imediata suspensão da validade do ato da diplomação à respectiva Casa Legislativa ou ao Senado Federal e encaminhará ao Juiz de Primeira Instância competente no Estado que o diplomado representa o processo para que, após a investigação da Polícia Federal, seja o Senador ou o Deputado inocentado ou condenado, conforme as provas coletadas. Até a solução do impasse, o mandatário fica proibido de freqüentar o Palácio Legislativo, sob pena de incorrer em violação de Ordem Superior e incorrer em crime de desobediência civil. Com esta redação ficam eliminados os §§ 4º e 5º do citado Artigo, incluídos maliciosamente na Constituição vigente pelos quadrilheiros de colarinho branco que, agora, tentam por todos os meios e com os mesmos desgastados discursos repulsivos e mentirosos de sempre, retomar o controle do destino do povo brasileiro. 

Inserir o § 4º com a seguinte redação: “Ficam extintas todas as medidas protelatórias destinadas a alongar ao infinito o julgamento final do processo contra o suspeito, aqui incluídos todos os embargos existentes atualmente na legislação penal vigente, tendo o réu direito a no máximo três apelações na Primeira Instância e duas na Segunda Instância, findo as quais e existindo ou não provas contundentes de crime cometido pelo suspeito, o processo será encerrado com o suspeito condenado ou liberado para retornar ao mandato que lhe foi outorgado pelo povo brasileiro.”

Inserir o § 5º com a seguinte redação: ” Uma vez condenado em primeira instância, o cidadão ex-mandatário perde toda e qualquer regalia e deve ser recolhido à prisão, sem privilégios nenhuns em nome de nenhuma alegação, aplicando-se o mesmo critério para ex-presidentes da República, visto que tendo passado à condição de cidadão comum, não faz jus a quaisquer privilégios que o coloque acima da Lei e fira o Art. 5º desta Carta.

O Artigo mais importante para a manutenção do Crime de Colarinho Branco e da ingerência indevida dos Partidos nas atividades Executivas é o Art. 56 da Constituição vigente. Ele tem a seguinte redação: Art. 56. Não perderá o mandato o Deputado ou Senador: I – investido no cargo de Ministro de Estado, Governador de Território, Secretário de Estado, do Distrito Federal, de Território, de Prefeitura de Capital ou chefe de missão diplomática temporária;

O voto dado ao mandatário é para que ele exerça seu trabalho delegado exclusivamente dentro do Poder Legislativo. Não pode, por consegüinte, abandonar o mandato que lhe foi outorgado pelos eleitores para se tornar empregado do Poder Executivo. Isto facilita totalmente a violabilidade da segurança dos trabalhos do Executivo. Este artigo 56, tal como foi redigido, é o gigantesco portão para o cometimento de todos os crimes políticos de lesa-pátria. Isto não pode mais continuar. O Art. 56 tem de ter sua redação alterada para proibir definitivamente ao mandatário deixar o mandato que lhe outorgou o eleito, seja por qual artifício seja, para se apossar de Ministérios e Secretarias do Poder Executivo, facilitando o apadrinhamento e o compadrio do próprio mandatário e de seu partido. Tal facilidade inutiliza totalmente a eficiência do servidor público, visto que os apadrinhados são, sem quase nenhuma exceção, absolutamente incompetentes para exercer o serviço público de que se apossou criminosamente. A Constituição deve determinar que CARGO PÚBLICO só poderá ser exercido por FUNCIONÁRIO aprovado em CONCURSO PÚBLICO. E ponto final.

Senhor Capitão Jair Bolsonaro, gostaria de ouvir o senhor, ao vivo e a cores, comentar, criticar e prometer empenhar-se por todos os meios para extirpar, alterar ou substituir da Constituição Brasileira vigente os artigos acima criticados e outros que o senhor conhece bem e deve ser exposto à Nação, para que finalmente possa ir às urnas com clareza do dever a ser cumprido.

Atenciosamente

                                                                      ORISVAL BRITO.

Aos leitores: se alguém souber como fazer para que esta CARTA ABERTA A JAIR BOLSONARO chegue a ele, peço o imenso e gigantesco favor de encaminhá-la ao candidato solicitando que, em suas próximas entrevistas, aborde franca e abertamente o tumor pustulento que, inserido em nossa CONSTITUIÇÃO, facilitará, SEMPRE, a impunidade e a corrupção nas NOSSAS casas legislativas.

Meu muito obrigado.

 

“MEU REINO NÃO É DESTE MUNDO”. E NÃO DEVIA SER O DE NINGUÉM.

Deixe um comentário

ORISBVAL BRITO 1É interessante. Publiquei um post com esse título acima. E uma porção de gente reagiu negativamente ao meu desabafo de brasileiro e de homem que se sente profundamente traído pelo que devia ser a salvação do Brasil: A POLÍTICA. E, claro, também fui apedrejado pela fúria de alguns, possíveis evangélicos encabrestados, já que desabafei meu descaso para com o Velho Testamento. Então, para estes, aí vai. Mais

%d blogueiros gostam disto: