O PRESO DEVE CUSTEAR SUAS DEPESAS ENQUANTO PRISIONEIRO?

Deixe um comentário

Resultado macabro da guerra urbana e do total descaso dos nossos Políticos, nossos MANDATÁRIOS, para com brasileiros que, por falta de opção, a grande maioria, enveredou pela senda do crime. Vale a pena?

Esta é uma pergunta tola. Temos uma população carcerária de aproximadamente 690 mil presos, segundo apurou a Ministra Carmen Lúcia, em agosto de 2018. Talvez seja um pouco mais, visto que ela não fez uma apuração acurada. Estima-se, agora, que esta população seja de um milhão, visto que a estatística é muito falha. Não importa. O que importa é que os presos brasileiros são enjaulados, e esta é a expressão correta, em prisões que metem inveja àquelas dos séculos XV, XVI, XVII e XVIII na Europa do passado.

Todos os juízes e todos os togados reconhecem que é impossível a ressocialização de pessoas submetidas a tamanho abandono e a torturas indescritíveis. A primeira de todas: o novato tem de servir de mulher para aquele que manda na cela. Depois deste, há uma fila para completar o serviço. E isto é só o começo. Foi isto que ouvi de um prisioneiro quando, na década de setenta, fui fazer estágio numa penitenciária do Rio de janeiro. Não completei nem duas semanas e abandonei aquele local demoníaco, revoltado.

Eles não são reis, mas se dão luxos que metem inveja aos reis europeus. Quando alguém vai ter corajem de pôr cobro aos descalabros deles?

Enquanto milhares de nossos compatriotas passam o diabo nas celas do HADES brasileiro, os Togados fazem apanhado de preços para licitação de acepipes dignos de reis europeus, tudo às nossas custas. É o maior acinte que já se viu neste país de coitadinhos.

Nâo cabe ao Presidente do Povo tomar uma iniciativa contra os Ministros do Supremo. Afinal, ele tenta agir segundo os princípios Republicanos. Não tomou o Poder através de um golpe. Mas que estamos precisando disto, estamos sim.

Cabe ao SENADO FEDERAL agir com mão-de-ferro contra os crimes cometidos pelos atuais ministros do STF. Entre eles, o de traição ao Brasil, que é quando um ministro manda soltar criminosos que de alguma forma estão envolvidos com ele. Mesmo que a Polícia precise que o indivíduo mau caráter permaneça preso para não atrapalhar as investigações, o togado criminoso manda que o outro seja solto.

E somos obrigados a suportar tudo isto.

No meio deste mar de lama que enxovalha nossa Pátria, os prisioneiros são abandonados por todos, menos por seus familiares que sofrem com eles.

O que fazer?

Eu sugiro que se aprove uma Lei (ou se aprove uma PEC) que determine que:

a) O indivíduo criminoso seja recolhido ao xadrez absolutamente de conformidade com o que determina a Lei, isto é, atrás das grades mesmo;

b) O indivíduo criminoso não tenha qualquer regalia por ter sido ou ainda seja um Político. Uma vez fora da Política, ele não passa de um cidadão comum como outroa qualquer, não lhe cabendo regalias pelo mandato que exerceu.

d) Todo preso seja instrumentado e devidamente treinado para exercer trabalhos em prol da comunidade que prejudicou. Varrer as ruas das cidades; limpar fossas; pintar meio-fios; limpar prédios públicos pixados; limpar galerias de esgoto; limpar rios e praias poluídas pelos seus compatriotas ainda sem consciência de cidadania. Trabalhar no asfaltamento e conservação de ruas e rodovias, sob a supervisão do Exército Brasileiro, quando se trate de rodovias; e sob a supervisão da PM estadual, quando se trare de ruas dos municípios.

e) Trabalhar na construção de novas prisões onde a dignidade humana seja absolutamente e irrevogavelmente respeitada.

f) Receber salário compatível com seu trabalho, de modo a poder prover sua própria manutenção na prisão e auxiliar sua família, quando seja o caso.

g) Ser punido exemplarmente quando tenha comportamento incompatível com a vida comunitária prisional.

h) Ter direito a aposentadoria, pela qual terá de pagar durante seu tempo como presioneiro, assim como qualquer outro trabalhador brasileiro.

Estas são algumas das medidas que sugiro se leve a cabo junto à população carcerária do Brasil. Vai dar trabalho? E o que é que não dá, alguém pode-me dizer? Até para roubar o Erário Público dá trabalho. Se duvida, pergunte ao Lula…

Assista a “JORNALISTA CORRE E CONTA TUDO PARA BOLSONARO, APÓS DESCOBRIR AS TRAMÓIAS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS.” no YouTube

Deixe um comentário

Vejam e pensem. A luta, eu já disse, é de Hércules. Que os santos guerreiros estejam com o Capitão Brasil.

Assista a “Senador petista tenta enfrentar Paulo Guedes sobre Reforma da Previdência e acaba ‘pedindo arrego'” no YouTube

Deixe um comentário

Assista a “Ninguém vai falar mal do STF – Chinchila TV” no YouTube

Deixe um comentário

O QUE SE PASSOU. A GUERRA É FEROZ

Deixe um comentário

A GUERRA CONTRA O BRASIL ESTÁ EM PLENO ANDAMENTO

Deixe um comentário

O primeiro front já é velho. Vem desde mesmo quando os militares devolveram nosso Poder àqueles que tinham sido cassados por amor exagerado ao que, à época, era chamado de Comunismo. Cuba era a influência maior para a América Latina e muitos dos que, hoje, nos colocam numa situação de grande perigo, foram doutrinados lá e, como zumbis, agem sob a influência nefasta daquela doutrinação. Este front a que me refiro está arraigado como raiz de jatobazeiro no cerne mesmo de nosso Poder Público – refiro-me às Casas Legislativas.

Tirar essa erva daninha de nosso Legislativo vai ser uma luta de Hércules para nossos nacionalistas atualmente escolhidos pelo povo brasileiro contrariando a Velha Política e a Besta do Apocalipse Brasileiro, o LULISMO, o DILMISMO e o DIRCEUSISMO. Lula está na cadeia, não como o povo brasileiro quer, mas sim de conformidade com a exagerada e absurda leniência das Leis brasileiras, a maioria aprovada por criminosos de colarinho branco que trataram de as abrandar temendo um dia terem de beber de sua água.

Dilma está bestando e gastando nosso dinheiro no exterior, a salvo das garras da Polícia Federal. Não sabemos por quanto tempo mais.

Dirceu está livre da cadeia e já entrou em ação total, movimentando a gleba de traidores do nosso país para perturbar até o exaspero a população que ousou trair os ideais criminosos do Lulapetismo e afins.

Restou como líder do Mal dentro de nosso Legislativo a hoje deputada federal Gleisi Hoffman.

Queridinha do Luladrão, esta mulher continua dentro de nosso Legislativo e sua presença é nefasta à nação brasileira. Ela é um dos inimigos contra os quais temos de lutar, pois além de também destrambelhada, é verdadeiramente desembestada.

Nosso segundo front chama-se PETROBRÁS. Senhora absoluta de nosso petróleo e vendida aos investidores estrangeiros, a PETROBRÁS se tornou um perigo mortal para nós. Para recuperar a toque de caixa o tremendo prejuízo que os cupins petralhas lhe causaram, a empresa que já foi nosso orgulho e, agora, é nossa algoz, está mandando às favas o equilíbrio econômico e financeiro do Brasil e adota uma política que é mortal para nós: aumento dos preços dos combustíveis e do gás de cozinha quase diariamente. Isto trará sobre nós inevitavelmente a Inflação Galopante, que os mais velhos já conhecem e tremem só de imaginá-la de volta. E a velha PETROBRÁS está-se esforçando à toda para que isto aconteça.

E quem começou esta carreira para o abismo que ameaça nossa Nação? O Lulismo, o Dilmismo e o Petralhismo generalizado.

A PETROBRÁS é nosso segundo e perigosíssimo front desta guerra mortal que Jair Bolsonaro trava em defesa do povo que o escolheu para nos Presidir.

Ele luta ferozmente para colocar freio na empresa e desarmar a bomba-relógio em que ela foi transformada intencionalmente pelos Lulistas e petralhistas que se dizem socialistas. Sua arma, que pode ser mortal para os planos da PETRÔ, é abrir nossas fronteiras mercadológicas para outras empresas de venda de combustíveis. Elas imporiam à PETROBRÁS que abandonasse o plano traçado pelo PETRALHISMO e se voltasse para sua sobrevivência mercadológica, pois no Mercado a concorrência mata os incautos e cegos.

Nosso terceiro front diz respeito ao resgate de nossos valores patrióticos, que foram totalmente estraçalhados pela maldita filosofia do NÓS CONTRA ELES, imposta à nossa Nação pelos idealizadores do Mal sob a batuta de Zé Dirceu. Não vai ser fácil como parece, mas o Presidente do Povo já mergulhou de cabeça no desmantelamento da armadilha mortal que nos tinham preparado os Lulistas e seus seguidores.

Nosso quarto front está na ascensão perigosíssima do evangelismo que avança quase descontroladamente sobre a Política. Neste quesito vejo nosso Presidente prisioneiro das falanges dos cegos que guiam cegos. Política não deve JAMAIS ser misturada com Religião, principalmente se esta é dominadora e pratica lavagem cerebral, como é o caso dos pastores ditos evangélicos. Devido a esta mistura explosiva, nosso Presidente já deu várias gafes perigosas no terreno da política internacional. Não se pode desprezar isto, visto que nossa política de recuperação de nossa “Libertas Quae Sera Tamen” ainda está patinando num terreno escorregadio que é o começo de um novo Governo. Um Governo que vem para afrontar o velho, caquético e perigoso padrão que nos oprimia, nos roubava e nos despatriotizava

Dissemos, aos quatro cantos do mundo, que nossa bandeira jamais seria vermelha. Mas dizer é uma coisa. Fazer é outra bem diferente. A infecção que nos atacou devido mesmo à nossa desídia como cidadãos já fez adoecer outros países mais bem estruturados que nós e eles, até agora, não conseguiram se livrar desta praga. Conseguiremos nós?

É possível, visto que somos o país mais imprevisível do mundo. Por não sabemos que não era possível, criamos vacinas que assombraram o Mundo. Também por desconhecer que não era possível, inventamos coisas que deixaram os outros de boca aberta. Então, por não sabermos que não é possível, um dia com toda a certeza colocaremos o virus do social-comunismo numa proveta política e, então, criaremos uma vacina definitiva contra ele.

Queira Deus.

%d blogueiros gostam disto: