A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO – CXXIV: A IRA DE ISH QERYOTH.

Deixe um comentário

A aparência dos rabis sempre foi semelhante através dos tempos. Abel tinha uma aparência similar à deste rabi.

Abel estava a caminho de Jerusalém sob a guarda de David, o amigo do discípulo rebelde. Ia cheio de revolta e maus pensamentos contra o Justo dos Justos. Não sabia do que haviam feito seus parceiros de pregação. Se soubesse, não estaria tão despreocupado, pensando que não havia perigo para si.

Enquanto isto, Ish Qeryoth e seus parceiros se espalhavam por Nazaré à procura do coxo e do gordo que deviam estar bebendo em algum lugar. Começaram pelas tavernas, mas não os encontraram ali. Então, passaram a indagar de quantos podiam sobre um grupo de seis elementos no qual se podia contar com um coxo e um gordo manco. Não demorou para que alguém identificasse os dois. Um homem adulto, barbudo e atarracado disse a Caleb que sabia quem eram os dois. O coxo se chamava Jonathan e o gordo, Ruan. Eram bandidos assaltantes que perambulavam pelas vilas das redondezas em companhia de mais quatro. Os romanos já os tinham sob a mira de seus piluns e um dia qualquer eles seriam presos. Ruan morava fora da aldeia e, nas horas em que não estava cometendo crime, era pastor. Sua casa ficava próxima de Caná. A informação foi passada a Ish Qeryoth, que se pôs em marcha em busca da residência de Ruan. Mais

A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO – CXXIII: YEHOSHUA PREGA EM TIBERÍADES

Deixe um comentário

A VERADEIRA FACE DE JESUS...

Dizem que esta foi a face do Cristo, enquanto viveu entre os homens. Mas a sua verdadeira face ninguém jamais viu.

Era próximo do meio-dia quando o Mestre dos Mestres adentrou a cidade de Tiberíades, próxima ao Mar da Galiléia. Com seus palácios de pedra e mármore, suas casas construídas à moda das de Roma e suas ruas calçadas por onde transitavam muitos carros puxados a cavalo e por onde uma horda de comerciantes das mais diversas nacionalidades falando os mais diversos idiomas tentavam passar adiante suas mercadorias, Tiberíades se ombreava a Cesaréia e era realmente uma metrópole admirável. Nem de longe lembrava a acanhada vilazinha de Nazaré, bem próxima dali, com suas casas de teto de barro e ruelas tortas e traçadas no pó do chão, por onde transitavam hebreus cisudos, quase sempre de má catadura, olhando com desconfiança para todos os que fossem estrangeiros e com ódio para qualquer romano que cruzasse com eles, fosse ou não, legionário. Yehoshua dirigiu-se à casa de um amigo de sua família, nos arredores da cidade. Foi recebido com muita alegria pelos que lá encontrou. Sentou-se com eles, teve os pés lavados conforme o costume judeu, e aceitou comer frutas junto com a família. Quando indagado sobre o motivo de sua vinda à cidade respondeu que tinha um encontro marcado com alguém que necessitava de seus conselhos e de seu juízo, ali, naquele dia, à tarde. Mais

A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO – CXXII: RUTH É ATACADA

Deixe um comentário

Yehoshua o doutrinador

Yehoshua sabia de tudo o que acontecia em seu tempo. Mesmo nos mais mínimos detalhes. Mas procurava não interferir senão com o que estava traçado para isto.

Yehoshua caminhava despreocupado, quando Gabriel se materializou ao seu lado, sempre trajando uma roupa de guerreiro prateado. O Mestre não se dignou a olhá-lo. O arcanjo, no entanto, continuou andando com ele por alguns metros em silêncio. Então, decidiu falar.

— Sabes que tua irmã caçula corre sério perigo, não sabes?

— Sim, sei. Por que me perguntas isto?

— Porque neste exato momento um grupo de rabis itinerantes, aos quais tu provocaste, está reunido com alguns bandidos tramando um modo de te atingir.

— Gabriel — ripostou o Mestre olhando para o Arcanjo — Sei o que faço, porque faço e para quê faço. Então, por que tu te dás ao trabalho de vir-me contar o que eu já sabia de antemão?

— Não me agrada que a jovenzita apanhe por causa de teus planos… soturnos, se me permites a expressão.

— Não são soturnos, Gabriel. A Humanidade merece uma chance. Está começando para ela um longo período de dores e rangeres de dentes. Eu vim tentar fazer que vejam a Verdade. Mais

O TAROT AJUDA NO ESFORÇO PARA ESCAPAR DO SAMSARA? (III)

3 Comentários

EU

Colabore. Comente. Pergunte. Opine.

Bom, você está ficando sabido(a) na questão de como escapar do SAMSARA e, de quebra, vai começar a conhecer um tantinho assim do Tarô do Egito. Mas COMENTE no local apropriado, logo abaixo do post, sobre o que leu. Diga sua impressão. Dê sua opinião ou faça sua sugestão ou deixe sua pergunta. Só não me insulte nem diga palavrões. Aqui não é lugar para isto. Quando a gente escreve alguma coisa para o público, espera que este público não nos ignore e interaja conosco. O silêncio, às vezes, é ofensivo e, outras vezes, é desestimulador. Sabe quantos anos de vida, aprendizagem, estudo etc… eu estou colocando à sua disposição? quase oitenta anos! É muito, não? No meu tempo de criança nós éramos educados para respeitar os mais velhos; respeitar suas sabedorias, pois ninguém é totalmente sábio ou totalmente instruído e conhecedor de tudo o que há para ser aprendido, quando jovem. Muitos, atualmente, sabem uma vírgula e acreditam que com ela podem viver estufando o peito. É como subir numa folha de papel de sede e achar que galgou o Pão de Açúcar…

Mas eu falava de meu tempo de criança, quando éramos educados para ser gentis e atenciosos com os mais velhos. Não é mais assim. Os indivíduos nunca foram tão individualizados, egoístas e arrogantes como atualmente, principalmente neste Brasil de larápios e “Insolências”. Egoistamente as pessoas lêem o que é publicado, retiram o proveito que desejam e se mandam. Entram mudos e saem calados. Isto é desrespeito, sabia? É como entrar na casa dos outros com os sapatos cheios de lama e não dar a mínima para o cuidado do dono da casa em manter seu lar asseado e limpo. Mais

PETROBRÁS PAGA R$ 9,54 BILHÕES A INVESTIDORES ESTRANGEIROS. MAS FOI MESMO A EMPRESA SAQUEADA QUE FEZ ESTE PAGAMENTO?

Deixe um comentário

EU

É pra rir, senão a gente chora.

Os repórteres da Rede Globo, dos quais tenho uma bronca danada, alardeiam como uma grande vitória da PETROBRÁS o pagamento de nove bilhões de dólares aos investidores norte-americanos. Uma grande vitória da empresa!

Mesmo???

Bom, vamos lá. Quem está caindo com uma grana preta, a cada segundo, nesta Terra que já foi de “Santa Cruz” e hoje é apenas da Cruz? Quero dizer, quem está sustentando a PETROBRÁS saqueada pelos petralhas, “bundalhas”, larápios de todas as classes etc, etc, etc…?

VOCÊ, seu tolo. A cada momento que pára num posto da PETROBRÁS você paga a mais cara gasolina do mundo para que esta empresa, celeiro de ladrões de todos os Partidos, cubra no exterior os rombos que os patifes daqui lhe fizeram nos cofres. Você reclama como um bebê chorão, MAS NÃO REAGE! Você é frouxo! Você é covarde! Você é o escravo ideal dos corruptos políticos que achincalham sua vida de todos os modos. Você, que é um bundão de marca, foi quem deu aquela grana preta para os norte-americanos ficarem alegrinhos com seus lucros! Mais

O TAROT AJUDA NO ESFORÇO PARA ESCAPAR DO SAMSARA? (II)

Deixe um comentário

HOMEM - BINÁRIO ANULADO PELO TERCIÁRIO

Você, de pé, braços estendidos na horizontal, cria a imagem de todos os momentos de sua vida, pois ela é, a cada momento, uma incógnita binária. Sua mão direita aponta para uma direção totalmente oposta àquela para onde aponta sua mão esquerda. Dois caminhos. Duas opções. Uma positiva; outra, negativa… 

Vamos continuar? Então, vamos lá. Deixemos os belos diagramas de lado e vamos para o dia-a-dia, nosso feijão-com-arroz. Você sabe o que é um binário? É aquilo que tem duas faces, dois modos de ser, duas opções, duas alternativas, duas oposições…

Pois bem, você vive num mundo onde sua vida é pautada por situações dilemáticas binárias. O que é dilemática? Ora, dilemática é toda situação de vida que encerra ou contém um dilema. Um dilema é um desafio, sempre. Ele é sempre binário. Fique de pé e abra seus braços na horizontal. Vamos lá, não custa nada! Muito bem. Veja que suas mãos espalmadas estão opostas uma à outra. A mão direita aponta numa direção; a mão esquerda aponta para a direção oposta. Isto é um binário. Isto é um dilema. Agora, considere que você está em um momento qualquer de sua vida. Naquele momento que você escolheu, você pode se colocar como na figura acima: de pé, braços estendidos e mãos espalmadas. Se você olha para a mão direita e ignora a mão esquerda, você faz a opção pela alternativa (+). Mas se você olha para a mão esquerda e ignora a direita, você faz a opção (-). (+) = iluminação; (-) = escuridão. Mas nenhuma é uma solução, pois dilema não tem solução. Problema, sim, tem sempre uma solução. Mas isto é Matemática, não Vida. Mais

Older Entries Newer Entries