“O DESEMBARQUE RESPONDE ÀS RUAS”

Deixe um comentário

"O Desembarque é a nossa resposta ao povo brasileiro! Era isto o que eles queriam!"

“O Desembarque é a nossa resposta ao povo brasileiro! Era isto o que eles queriam!”

Esta afirmativa foi dita por JORGE PICCIANI, Presidente do PMDB, o Partido Político que está em todas as bocas onde há “melado”, mas nunca à Luz da Verdade. Desembarque de quê? Do avião Presidencial? De algum transatlântico cujas despesas foram pagas com nosso dinheiro suado e chorado? NÃO! Desembarque é um vocábulo adotado pelo jargão político para dizer de modo mais suava que determinado partido, ao ver que seu aliado está em apuros diante da opinião pública e, pior, atolado com a Justiça, emite como uma trombetada bem alta. É um “eu lavo minhas mãos” lá dos tempos de J. Cristo. Traduzindo, este termo, agora significa,  “Se vira que eu estou caindo fora!”

É característico dos bandidos. Na hora que a coisa aperta pra valer e dona Justa está danada rosnando bem perto da jugular dos desesperados, a Lei da Fidelidade é jogada ao lixo e outra a substitui entre os da gangue: Salve-se quem puder!” 

É claro que os do PMDB não estão nem aí para as gritas das ruas em todas as cidades brasileiras. Elas incomodam e até infundem certo temor nos crápulas do Poder? Lógico! Quem, estando na mata e ouvindo o esturro da onça não sente um arrepio percorrer sua coluna vertebral? Mais

CONSIDERAÇÕES GERAIS…

Deixe um comentário

Eu não os apoio, mas também não lhes retiro o direito de pugnar pela moralidade, ainda que esta, entre eles, seja absolutamente míope.

Eu não os apoio, mas também não lhes retiro o direito de pugnar pela moralidade, ainda que esta, entre eles, seja absolutamente míope.

“O rabino Haim Kanievsky, considerado uma das cinco autoridades rabínicas mais influentes de Israel, emitiu um aviso a seus seguidores para que qualquer um que tenha em sua mão um smartphone iPhone o queime sem pena”. (…) “O anúncio faz parte de uma campanha iniciada anos atrás por líderes destas comunidades, que frequentemente denunciam que os telefones inteligentes e seu acesso à internet e à televisão são incompatíveis com as normas de moral judia pois facilitam conteúdos pornográficos e fontes de informação que vão além das estritas margens permitidas pelo mundo ultra-ortodoxo”. (…) “A seita fundamentalista judia Eda Haredit também declarou guerra ao aparelho, da mesma forma que à versão de Android, BlackBerry e similares, por causa do “Holocausto espiritual” que na sua opinião provocam estes gadgets eletrônicos” (Folha, 25/09/2012).

“Em meio à pressão do governo para que os bancos baixem as taxas do crédito rotativo dos cartões de crédito, o BRADESCO reduziu os juros da modalidade em 54%. A partir de 1º de novembro as taxas máximas do rotativo passam de . 14,9% para 6,9%” ao mês para os cartões com bandeira VISA, American Express, ELO e Mastercard” (Folha, 25/09/2012). Mais

%d blogueiros gostam disto: