VOCÊ SABE COMO SURGIU O ATUAL INSS?

Deixe um comentário

 

EU

Aprenda, para poder se defender.

Posso dizer, sem medo de errar, que a esta pergunta 90% dos brasileiros responderão NÃO, EU NÃO SEI. E entre estes 90% estão inseridos 100% dos jovens brasileiros com idade até 40 anos, atualmente. Esta absoluta indiferença por medidas governamentais que afetam profunda e diretamente a vida de todos nós é a nossa desgraça. Talvez porque sejamos riquíssimos em águas, terras, flora, fauna e mares e disponhamos de uma incomensurável riqueza no que diz respeito a belezas naturais e a alimentação, nós nos tenhamos tornado preguiçosos quanto a prestar atenção ao que um punhado de pessoas escolhidas para Governar o NOSSO PAÍS fazem quando encastelados nos suntuosos e caríssimos prédios da Administração Pública, desde a Municipal até a Federal.

É responsabilidade nossa, e somente nossa, como cidadãos de um país das maravilhas, o que nos sucede atualmente nos Governos. Desde o Municipal até o Federal. Os políticos não são corruptos sozinhos. TODOS NÓS SOMOS CORRUPTOS e isto não há como negar, esperneie quem espernear. Haja vista o que acontece no ENEN e nos concursos públicos, noticiado insistentemente pela Imprensa Nacional.

Dito isto, vamos ao que interessa a todos nós, principalmente aos jovens de nossa atualidade, cuja Educação Escolar deixou de existir desde quando o PT desgraçadamente assumiu o destino do Brasil e meteu os pés pelas mãos descontroladamente.

Basta uma rápida consulta ao “papai Google” que já se pode descortinar o início do que viria a ser o atual I.N.S.S. – Instituto Nacional de Seguridade Social. Lá está registrado que:

“A previdência social no Brasil deu seus primeiros passos com a Lei Elói Chaves, de 1923, que criou as Caixas de Aposentadorias e pensões (CAPs), que eram geralmente organizadas por empresas e empregados. As CAPs operavam em regime de capitalização, porém eram estruturalmente frágeis por possuírem um número pequeno de contribuintes e seguirem hipóteses demográficas de parâmetros duvidosos; outro fator de fragilidade era o elevado número de fraudes na concessão de benefícios.

Em 1930, o presidente do Brasil Getúlio Vargas suspendeu as aposentadorias das CAPs durante seis meses e promoveu uma reestruturação que acabou por substitui-las por Institutos de Aposentadorias e Pensões (IAPs), que eram autarquias de nível nacional centralizadas no governo federal. Dessa forma, a filiação passava a se dar por categorias profissionais, diferente do modelo das CAPs, que se organizavam por empresas.”

“Ao longo dos anos que se seguiram à ação de Getúlio Vargas surgiriam os seguintes institutos:

  • 1933 – IAPM – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Marítimos; (Decreto n° 22.872, de 29 de junho de 1933);
  • 1934 – IAPC – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Comerciários (Decreto n° 24.272, de 21 de maio de 1934);
  • 1934 – IAPB – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Bancários (Decreto nº 24.615, de 9 de julho de 1934);
  • 1936 – IAPI – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Industriários (Lei n° 367, de 31 de dezembro de 1936) ;
  • 1938 – IPASE – Instituto de Pensões e Assistência dos Servidores do Estado (Decreto-Lei n° 288, de 23 de fevereiro de 1938);
  • 1938 – IAPETC – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Empregados em Transportes e Cargas (Decreto-Lei n° 651, de 26 de agosto de 1938);
  • 1939 – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Operários Estivadores (Decreto-Lei n° 1.355, de 19 de junho de 1939);
  • 1945 – ISS – O Decreto n° 7.526, de 7 de maio de 1945, dispôs sobre a criação do Instituto de Serviços Sociais do Brasil.
  • 1945 – IAPETEC – O Decreto-Lei n° 7.720, de 9 de julho de 1945, incorporou ao Instituto dos Empregados em Transportes e Cargas o da Estiva e passou a se chamar Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Estivadores e Transportes de Cargas.
  • 1953 – CAPFESP – Caixa de Aposentadoria e Pensões dos Ferroviários e Empregados em Serviços Públicos (Decreto nº 34.586, de 12 de novembro de 1953);
  • 1960 – IAPFESP – Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Ferroviários e Empregados em Serviços Públicos (Lei nº 3.807, de 26 de agosto de 1960, art. 176 – extinta a CAPFESP).

Ora, tamanha profusão de Institutos de Aposentadorias e Pensões, considerando que somos, desgraçadamente, geneticamente inclinados para o crime acima de todos os sensos morais de um povo, de uma Nação, não poderia desembocar senão num oceano de corrupção. E foi o que aconteceu. Os aposentados eram sistematicamente lesados e passados para trás.

E aí vieram os Militares, em 1964, com o que os comunistinhas de nada e a Imprensa Safada denominaram de Anos de Chumbo. Eles, Os militares, decidiram que era tempo de colocar ordem no galinheiro e espantar as galinhas de bicos largos e papos gulosos. Para isto, criaram uma Comissão que devia estudar e unificar todos os IAPA’s numa só organização. E foi assim que Eloah Bosny, em 1966, pariu o I.N.P.S. – Instituto Nacional de Previdência Social.

Pronto. Agora, você que ousou me ler, forçado que está sob a pressão dos atuais políticos, os quais jogam sobre nossos ombros seus desmandos e desfeitos a fim de que não os consertemos, mas paguemos os roubos trilionários que fizeram em nosso Erário Público, agora, repito, você já sabe um resumo da História do Instituto ao qual, querendo ou não, no futuro você estará dele totalmente dependente. Principalmente se você é assalariado. Mas sua cultura deve aprofundar-se um pouco mais, pois do conhecimento do que aqui eu resumo vai depender sua reação ao que os políticos de hoje estão fazendo com o seu futuro.

Em 1974 foi fundada a Dataprev. Em 1977 foram fundados os hoje extintos Sistema Nacional de Previdência e Assistência Social (SIMPAS), Instituto de Administração Financeira da Previdência e Assistência Social (IAPAS) e o Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS). Em 1990, o INPS se fundiu ao IAPAS para formar o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). O INAMPS, que funcionava junto ao INPS, foi extinto e seu serviço passou a ser coberto pelo SUS.

Tudo isso que relatoriei acima aconteceu durante os Anos de Chumbo dos comunistinhas de p. n. Em 1985 o nosso Poder deixava de estar nas mãos dos Militares e retornava para as mãos dos Civis. E deu no que deu…

Eu acredito que você tem o DEVER de conhecer a Lei que criou o Instituto Nacional de Previdência Social – INPS, pois quando a História é abolida do conhecimento do povo de uma Nação, esta Nação perde sua Identidade. O resultado é esse aí que nós vemos diariamente nos noticiários das televisões. Então, eis aqui um “tiquinho” da Lei que criou o INPS:

DECRETO-LEI Nº 72, DE 21 DE NOVEMBRO DE 1966.

  Unifica os Institutos de Aposentadoria e Pensões e cria o Instituto Nacional de Previdência Social.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, usando da atribuição que lhe é conferida pelo art. 30 do Ato Institucional nº 2, de 27 de outubro de 1965, combinado com o art. 2º do Ato Complementar nº 23, de 20 de outubro de 1966,

DECRETA:

Art. 1º Os atuais Institutos de Aposentadoria e Pensões são unificados sob a denominação de Instituto Nacional de Previdência Social (INPS).

Art. 2º O INPS constitui órgão de administração indireta da União, tem personalidade jurídica de natureza autárquica e goza, em tôda sua plenitude, inclusive no que se refere a seus bens, serviços e ações, das regalias, privilégios e imunidades da União.

Art. 3º O fôro (= órgão Legal para julgar e dirimir questões relativas ao Instituto) do INPS é o de sua sede ou da capital do Estado em que houver órgão local, para os atos deste emanados. O réu será acionado no fôro de seu domicílio.

Art. 4º O INPS será dirigido por um presidente, nomeado em comissão pelo Presidente do República, por indicação do Ministro do Trabalho e Previdência Social.

Art. 5º Ao presidente do INPS são conferidas atribuições gerais de gestão do Instituto, na forma que o regulamento dispuser.

Eu defendi, e ainda defendo, a tese de que o atual INSS não seja mantido como órgão da Administração Indireta do Governo Federal, mas sim uma Entidade Previdenciária administrada e regida pelo sistema legal privado, mas estreitamente vigiado e fiscalizado pelo Ministério Público Federal e pela C.G.U. – Controladoria Geral da União, no que diga respeito às Auditorias obrigatórias a todas as entidades públicas e privadas; bem como à Ouvidoria totalmente aberta ao acesso do cidadão previdenciário para denúncia e reclamações; à Correição (punição de infrações disciplinares dentro da Administração Privada do INSS) e, através da fiscalização contínua da Polícia Federal sobre os indivíduos eleitos pelos segurados, atuando na prevenção e no combate sem tréguas à corrupção dentro do Instituto. A interferência da CGU ficaria contida dentro do âmbito da Ouvidoria, das Auditorias Anuais e da Fiscalização Policial, para verificar o emprego que a Administração do Instituto de Aposentadoria dos Brasileiros faz da imensa fortuna colocada sob sua guarda e gerenciamento. O Estado não pode deixar totalmente nas mãos de administradores civis o dinheiro do povo, mas também não pode manter controle absoluto sobre ele, visto que se trata de uma POUPANÇA de todos os brasileiros ÚTEIS E ATIVOS NO TRABALHO EMPRESARIAL, que é totalmente desvinculado daquele, público.

Dinheiro é tentação. Muito dinheiro é muita tentação. Assim, a poupança previdenciária dos brasileiros tem de ser fiscalizada pelo Serviço Público Federal, visto que para isto a ele compete todo o Poder Corretivo. Mas a dinheirama do INSS não pode ficar sob a gerência Política exclusivamente, pois a tentação ao roubo é irresistível nos que são designados para lidar com tamanha riqueza.

Eu creio que consegui aclarar para os que me lêem o quanto de responsabilidade temos, todos nós, sobre a poupança que também é de todos nós. Agora, compete aos leitores DIVULGAR este artigo entre seus conhecidos, amigos, parentes e aderentes. Compete a todos debater o assunto, que é de vital importância para o futuro de cada um brasileiro, pois ninguém escapa à velhice e ninguém escapa à Lei de recolhimento mensal da poupança previdenciária.  

 

NO BRASIL ROUBA-SE TUDO. ATÉ A DIGNIDADE DO PAÍS.

Deixe um comentário

Eu sorrindo

Sou um brasileiro que gostaria de ver o Brasil ao menos dar o primeiro passo rumo à sua Grandeza…

Nós estamos aos berros contra os ladrões de colarinho branco que, por sinal, fomos nós mesmos que colocamos nas cadeiras das casas legislativas em todos os níveis, desde o municipal até o federal. Fico achando muito gozado esta grita generalizada. Principalmente contra o “Luladrão” e sua família de rapinas. Ora, por que condenar pessoas que de alguma forma se sobressaem dentre os demais, quando estes demais também roubam à granel? Vejamos o exemplo das bicicletas em São Paulo. O Jornal das Dez da Globo News mostra, com alarde, os roubos e assaltos que vêm acontecendo naquela metrópole. Muitos podem perfeitamente arrazoar com a desculpa de que há tantos ladrões exacerbando a paciência dos paulistanos e incrementando o medo em toda a população porque os políticos vêm roubando nosso Erário descaradamente. Em função disto, os Municípios estão com o pires nas mãos, pedindo esmola literalmente. Os empregos sumiram por causa da corrupção; o desespero tomou conta de muita gente que antes tinham o que comer e, agora, passam fome ou se sentem ameaçados de sofrer tal agrura. Em parte, só em parte, isto é verdade. A realidade é outra e está bem claro: há roubos de objetos de valor, como bicicletas, televisões, computadores, celulares, rádios de automóveis e dos próprios veículos, porque há cidadãos que se prestam a serem receptadores dos objetos roubados. Conhecem os bandidos; bebem cerveja com eles, contam piadas a eles e convivem muito bem com eles, tudo isto sem qualquer sentimento de vergonha diante de tamanho despudor. E até encomendam tal ou qual objeto a ser surripiado do cidadão para incrementar seus próprios negócios, geralmente lojas aparentemente lícitas, onde, desmanchados, descaracterizados, os objetos roubados são revendidos como se fossem legais. Estes cidadãos, que gritam unânimes com os espoliados, acreditam ser honestos porque se revoltam com aquilo que eles mesmos sustentam com sua falta de patriotismo e civilidade. Mais

COMO FAZER PARA ENTENDER O DIABO DO ECONOMÊS QUE NOS SACODE AS VIDAS?

Deixe um comentário

Eu sorrindo

Tá rindo de quê, palhaço!

Não sou economista. E acredito que a maioria dos que me liam e dos que ainda me lêem também não o são. Por isto, por não entender a linguagem cifrada desta coisa dita “Ciência Econômica”, nós vamos aos trambolhões sendo engolidos, espremidos, empurrados de um lado para outro, enfim, esmagados pelos interesses empresariais que só visam com absoluta totalidade o diabo do LUCRO. Este nominho safado esconde dentro de si sangue, suor e lágrimas de todas as gentes desde os tempos de Jesus, o Cristo Cósmico. Nele, no LUCRO, também se oculta o crime hediondo do desmatamento da Amazônia brasileira, a maior de todas as demais, a ponto de abalar perigosamente o clima em nosso país e em toda a “América Latrina” e, quiçá, em todo o planeta. Tudo acobertado pela corrupção dos desgraçados que o povão, em sendo idiotizado e incapaz de compreender o perigo da Má Política, elegeu para desgraçadamente nos governar. É culpa do povo, deste mesmo povo que se revolta, e chora, e se desespera, e é abandonado e morre à míngua esquecido, ignorado e desrespeitado pelos de Colarinho Branco. Mais

VOCÊ SABE QUAL É A IDEOLOGIA COMUNISTA? A VERDADEIRA?

5 Comentários

Este é o símbolo que os zumbis brasileiros estão adorando atualmente no Brasil de desmiolados robotizados à custa de bolsas-esmola.

Este é o símbolo que os zumbis brasileiros estão adorando atualmente no Brasil de desmiolados robotizados à custa de bolsas-esmola.

Poucas são as pessoas que realmente possuem informação sobre o que é o ideal comunista. Mesmo que o “Papai Google” traga uma verdadeira biblioteca sobre este assunto. Então, vamos colocar mais simplesmente o que é o ideal comunista. Você já deve ter ouvido falar de Platão, não? Um sujeito muito pensador e esperto, que sonhava com um mundo mais feliz para todos. Há uma querela sobre seu nome, que alguns acreditam que tenha sido Arístocles, mas isto para nós é o de menos. Assevera-se que ele foi um racionalista, um realista, um idealista e um dualista e suas idéias ainda são a base de muitas de nossas Ciências “Modernas”. 

Platão entrou em choque com um tirano em seu tempo e por ele foi, diz-se, vendido como escravo. Mas ele foi salvo por um admirador e montou uma “Academia” para ensinar o que de melhor havia no pensamento de sua época, além, claro, de suas próprias idéias. Estas, pugnavam contra os modelos de governos de sua época, geralmente tirânicos, imperialistas, dominadores e gananciosos. Ele se batia contra os Governos que faziam Leis visando seus próprios interesses, em lugar de visar ao bem-estar da comunidade (alguma coisa lhe lembra os nossos desgovernos modernos, piorados, claro?). Platão defendia a idéia de que o verdadeiro líder não governa para si nem pensando em si, mas para o povo e pensando em seu bem-estar. E era visceralmente contra a Corrupção (coitado dele se conseguisse renascer naquele seu corpo nos dias atuais e no Brasil. Ia ter uma síncope, com toda a certeza).

Platão era fisicamente um gigante. Sua juventude foi entre guerras. Viveu a época do “quebra-pau” do Peloponeso. Viveu a época da tomada de Atenas pela Oligarquia dos Quatrocentos e foi submetida ao Governo dos Trinta Tiranos. Então, ele foi “premiado” com o que de pior, em matéria de Governo, podia haver em sua época. E os Governos Oligarcas ainda vigem com um vigor assombroso neste Brasil do Século XXI. É para que vejamos que as doenças psicossociais humanas, entre nós, custam a desaparecer que é uma calamidade. Mais

COM A QUEDA DO PT, EXECRADO PELO BRASIL TODO, ALGO MUDARÁ NA CORRUPÇÃO?

Deixe um comentário

Não é apelação. É a única saída para nossa situação venenosa.

Não é apelação. É a única saída para nossa situação venenosa.

Não acredito. A Lava-a-Jato está demonstrando cabalmente que a doença não é só petista, mas infecta todos os partidos políticos brasileiros. Não escapou um. Em todos eles se encontra corrupto que de algum modo levou vantagem com a trampolinagem da traição impune ao nosso Brasil.

Venho insistindo que não devemos nos centrar no PT como sendo ele a causa de todos os nossos males. Não é. Pode parecer estranho que eu, um anti-petista visceral, pareça estar defendendo este partido. Não estou e dificilmente estarei. Mas acontece que a Operação Lava-a-Jato nos coloca a descoberto, mesmo diante de olhos que se recusam a ver e de mentes que se recusam a pensar, que o mal que infectou o PT e afundou o Brasil, está vivíssimo no PMDB, no PSDB, no PP, no PSOL, no DEM e em todos os demais Partidos Políticos Brasileiros. Mais

A CASA CAIU, QUERO DIZER, O TRIPLEX E O SÍTIO. E AGORA, LULA?

Deixe um comentário

"Sou puro! Puro como o Cristo! Puro como o líquido amniótico! Eu sou a alma do socialismo brasileiro!"

“Sou puro! Puro como o Cristo! Puro como o líquido amniótico! Eu sou a alma do socialismo brasileiro!”

Temos de concordar: todo peixe grande dá um trabalho danado para ser pescado com anzol. A briga, para o pescador, é o que vale. E a PF, uma excelente pescadora, estava nos calcanhares do peixão, mas curiosamente e surpreendentemente, eis que um cumpãeiro de fé, irmão camarada de verdade, entreguou o bichão. E de sobejo, a bichinha também, ora apois.

Entretanto, brincadeiras à parte, o negócio é sério, muito sério. Nós estamos divididos em  duas facções, o ideal de todo governo socialista: nós contra eles. São os socialistas petralhas (eles) contra nós (os brasileiros não socialistas petralhas). E tão seguro está o peixão barbudo de que conseguiu uma grande parcela de imbecilizados pelo petralhismo para, no meio deles, se acoitar, que se faz passar de coitadinho diante dos brasileiros – nós (que não caímos no engôdo) eles (os engodados). Eu creio que as Forças Armadas entraram em estado de Atenção. No entanto, ele e seu filho milagroso, têm de explicar a toda a Nação Brasileira este tremendo milagre econômico-financeiro. Como é que um simples boy de campo de futebol subitamente adquire metade do Pará e um milhão de cabeças de gado? De onde veio a dinheirama para tanto?  Mais

QUEM ORQUESTRA A DESESTRUTURA DO BRASIL E A CONFUSÃO ENTRE OS DELATORES?

Deixe um comentário

Este é o símbolo que os zumbis brasileiros estão adorando atualmente. Chorarão sobre ele, logo, logo.

Este é o símbolo que os zumbis brasileiros estão adorando atualmente. Chorarão sobre ele, logo, logo.

Alguma coisa está podre no Reino Brasileiro.  E põe podre nisto. Depois do fracasso da investida conjunta dos imorais advogados de defesa dos criminosos corruptos e corruptores, surge, agora, contradições deles em suas delações. Diante de Moro, eles gaguejam, desdizem o que tinham dito, ainda que sabendo que isto os lançará de volta à cadeia e à vida da qual desesperadamente tentaram escapar. Quem está por detrás deste recuo? Quem está pressionando os “coitadinhos” para que desdigam o que disseram? Estas são perguntas que todos nós devemos fazer. Há uma quadrilha orquestrada, talvez por advogados nada éticos, nada moralistas, que, capachildamente agem para obrigar os que já estavam em prisão domiciliar. Ou, pior, talvez haja alguém implantando entre nós o caos de propósito e o PT seja seu instrumento para isto. O fato é que estamos sendo lançados ladeira-abaixo por uma mulher que, convenhamos, ainda quando totalmente “abobalhada e estúpida”, de burra não tem nada. Pode até estar sendo instrumento de “forças ocultas” que agem de fora. Podemos até apostar que há, mexendo os pauzinhos do PT, a mão criminosa de PUTTIN. Espantou-se? Ele esteve aqui, visitando Dilma. Brasília foi fechada para sua passagem. Os encontros foram secretos… Por que? Mais

Older Entries