ESTOU DE VOLTA. NÃO SEI POR QUANTO TEMPO.

Deixe um comentário

GENERAL HUMBERTO DE ALENCAR CASTELO BRANCO1

Cara, você se foi em boa hora. Eu lhe tenho inveja por isto.

Houve um tempo em que eu tinha prazer em escrever aqui. Muitos me liam e disto eu gostava muito. Sonhava que este blog levaria muita informação útil aos brasileiros de todas as idades. Houve dias em que fiquei das sete da manhã às 21 h sentado diante do computador escrevendo. Mas a Polititica Nacional Brasileira afundou o Brasil e o reduziu a um mísero “brasiu”. Tudo se apequenou. A Escola foi esfacelada; a Educação jogada no lixo; os Direitos da Criança e do Adolescente agigantaram a violência contra os pais que, derrotados, abandonaram suas proles e o resultado foi o que aí está: crianças e adolescentes armados e matando ferozmente, sem censura, sem freios, sem limites. Matam, assaltam, estupram e agridem violentamente pais, irmãs, parentes, vizinhos, professoras e qualquer um que ouse se colocar diante deles. É a Liberdade e o Respeito que as absurdas Leis aprovadas sob a orientação do maior Demônio do mundo, o sionismo, determina ao “brasiu” que respeite sob o sacrifício até da dignidade humana. Mais

MEXENDO COM AS SAÚVAS

Deixe um comentário

"Esta não é a hora de tocar em meu nome. Vade retro Satanás!"

“Esta não é a hora de tocar em meu nome. Vade retro Satanás!”

A Polícia Federal deu um sacode danado de violento no vespeiro venenoso que comandava nosso país (e ainda comanda). O sacode derrubou figuraças que se pensavam intocáveis, à moda do Fernando Collor que, até agora, não cai nem pelo diabo. E como este, ainda há muitas vespas gordas perigosíssimas e venenosíssimas (como o José Serra), que vai dar muito trabalho para serem desalojadas de onde não deviam nem mesmo ter sonhado em chegar. Mas sonharam. Se arriscaram. E o povo babaca do Brasil deu-lhes de graça o Poder que é dele. Foi aí que a vaca foi pro brejo de vez.

Aliás, quem inventou esta mentira de que o Poder é do Povo e deve ser exercido em seu nome etc, etc, etc…? Isto é uma deslavada mentira. É apenas a capa do Drácula para cobrir os vampiros que se ocultam da Luz da Justiça debaixo de seu negror. Mais

UMA PERGUNTA ARRELIANTE…

Deixe um comentário

"Putz! Mexeu com o cara errado, meu!"

Putz! Mexeu com o cara errado, meu!”

— Quem é você para questionar o Espiritismo?

Fiquei olhando para aquela pergunta sentindo uma revolta se revolver em meu íntimo. “E quem você pensa que é para me questionar?” Era o pensamento que me fervilhava no íntimo. Respirei fundo e tentei me acalmar. Ultimamento ando sem paciência com tudo e coisas de somenos me irritam profundamente. Quem sou eu? Eu sou um Homem, é isto que eu sou. Um homem livre de peias. Peias tolas, que só os imbecis aceitam porque perderam a capacidade de questionar, inquirir, perguntar, indagar e ir buscar sua própria resposta. Disse Yehoshua: “Em verdade em verdade vos digo: quem não for igual a esta criança não entrará no reino dos céus. Poucos são os que compreendem suas palavras claríssimas. As crianças perguntam sempre; procuram sempre; exploram sempre. E se não fosse sua curiosidade e sua inconformidade, que dura até sua entrada na adultícia o mundo não teria avançado um passo no combate à ignorância dos envoltórios espirituais. Eu sou uma das crianças a que Yehoshua se referiu” e este pensamento queria explodir numa revolta contra quem me fizera aquele questionamento que me fez sentir ofendido. Mais

NADA COMO PALETÓ E GRAVATA PARA DAR IMPORTÂNCIA AO CRIME DE COLARINHO BRANCO.

2 Comentários

Toda Sociedade Secreta, em qualquer parte do mundo, tem sua indumentária própria. Assim também, todo grupamento humano que se arroga uma importância social. No caso em pauta quero pôr em destaque o paletó e a gravata dos “endinheirados do Podre Poder do Brasil”: os Senhores Mui Desonestos POLITITICAS.

"Gatinho? Já era, meu!"

“Gatinho? Já era, meu!”

Estou ficando doente. Quando vejo uma pessoa, homem, trajando paletó e gravata já me arrepio que nem gato diante de um pit-bull. Por que? Porque é inevitável: vem-me à lembrança a figura asquerosa de um POLITITICA BRASILEIRO.

Mais