VAMOS AFUNDAR O BRASIL E SALVAR OS LARÁPIOS DE COLARINHO BRANCO!

Deixe um comentário

O GRITO DO IPIRANGA

Essa cena aí em cima nunca aconteceu. Uma Mentira. Mais uma das muitas que afundam a História do Brasil. Mas olhem bem para ela e pensem nas “nossas” Casas Legislativas? Não percebem uma certa premonição do “istoriador” quando pintou essa mentira?

É O GRITO quase unânime que ecoa no vetusto salão de julgamento de “causos” escandalosos proporcionados ao mundo inteiro pelos nossos “polititicas”. E quem solta este grito altissonante e reboante? A turminha carta marcada que veste toga no S.T.F.

SUPREMO TRIBUNAL FEDERA

Aqui se finge defender e aplicar Dona Justa. Que injustiça!

Espantoso? Não, ora essa. Todos eles que lá estão foram levados por um ou outro dos criminosos de colarinho branco que transformaram a “nossa” Política numa Oligarquia Monárquica imbatível.

E aí você pergunta: mas é possível uma Oligarquia Monárquica? Bom, no Brasil, é sim. Veja: o que é uma  Oligarquia?  Em ciência política a oligarquia é a forma de governo no qual o poder político concentra-se nas mãos de uma pequena porção de pessoas. Essas pessoas, no Brasil, distinguem-se pela falta de nobreza; pela riqueza amealhada através de assaltos sucessivos ao Erário Público; pelos laços políticos que os defendem da Lei e da Justiça; pela posse de empresas adquiridas à sorrelfa para não despertar a atenção de curiosos incômodos, como a Polícia Federal; ou pelo Poder Militar, usado pelos de Colarinho Branco para fazer barulho e não mexer no status quo que incomoda o povão, mas é uma beleza para a elite. Mais

O QUE HÁ DE TÃO GOSTOSO NO PODER BRASILEIRO?

Deixe um comentário

APOSENTADOS EM FILA NO INSS

Idoso não será submetido a tortura? Vai pra fila do INSS para ver se isto é verdade.

Deve ser mais doce que açúcar para atrair tantos Poltiticas e levá-los às mais indignas manobras traiçoeiras do País a fim de permanecer ocupando uma cadeira lá em cima.

Vejam, por exemplo, a manobra negra do Presidente em exercício (ele não ocupa a cadeira presidencial por escolha do povo, mas sim porque a Presidenta que estava lá, por ser debilóide, aloprada e mentirosa, foi cassada). Está claríssimo, segundo a Lei assim determina, que uma vez cassada pelo TSE a chapa que elegeu Presidente e Vice, ambos são alijados do Poder. Mas no nosso País-de-faz-de-conta, não é o que vai acontecer, graças a manobras imorais tanto do Presidente em exercício quanto dos Ministros do STF, escolhidos por quem ocupa a Cadeira Quente do Poder Executivo, no caso, Michel Temer. Mais

COMO ENCARAR A GUERRA DECLARADA DOS POLÍTICOS CRIMINOSOS?

Deixe um comentário

Gente como Lula, perdido no tempo e no espaço, venal e corruptível, nunca mais deve ter nas mãos os destinos de nosso país.

Gente como Lula, perdido no tempo e no espaço, venal e corruptível, nunca mais deve ter nas mãos os destinos de nosso país.

Acabou-se de vez o “faz de conta”. Acuados por todos os lados e desmoralizados irremediavelmente perante a Sociedade Brasileira, os políticos adeptos do crime e da roubalheira deslavada estão espremidos contra a parede. Finalmente deram-se conta de que não adianta palavras bonitas nem posturas imponentes. O povo fechou o cerco e dá um suporte de granito à Polícia Federal e ao Juiz Moro (e outros que lhe seguem o exemplo irrepreensível).  Além disto, a vigilância sobre o que fazem é ininterrupta. A Mídia, então, não lhes dá sossego. As madrugadas já não mais são seguras para tramar e aprovar medidas que vão totalmente contra nosso país. Aos poucos os que restam surgem nas delações dos que, presos, entram em desespero ao perceber que para eles a única solução é entregar os seus comparsas. Muitos dos detidos, como alguns empresários, foram de alguma forma induzidos ao crime pelos próprios políticos que não se envergonhavam de coagi-los. É fácil. Ainda é fácil. Podemos ver isto claramente nos processos licitatórios de cidades pequenas. Nelas, sem exceção, as empresas são encostadas nas paredes para escolherem a quem vão apoiar em troca de ganhar uma ou várias licitações. Todas, viciadas, ou seja, de antemão já definidos os ganhadores. Mais

VOCÊ SABE QUAIS SÃO OS DIREITOS HUMANOS DEFENDIDOS INTERNACIONALMENTE?

Deixe um comentário

Fiquei de cabelos em pé, quando mexi neste vespeiro.

Fiquei de cabelos em pé, quando mexi neste vespeiro.

Não tenho vergonha de dizer que não sei e nunca me interessei, até agora, 00:30 h do dia 26/01/2017, por me informar a respeito. Sempre tive para mim que o Ser Humano tem o Direito de ser Livre e Responsável. Ponto final. Mas o bico de papagaio aprontou uma das dele e eu não pude ir para a cama (o colchão especial que comprei ainda não foi entregue porque está em fabricação). Então, eis-me aqui, diante da “telona” ouvindo os mesmos blá-blá-blás das gralhas das TV’s fechadas. Como falam as repórteres, principalmente as da GLOBO NEWS. Santa Mãe de Deus! Elas parecem ter um botão que alguém liga e aí as coitadas deitam falação. Abordam o mesmo assunto sob trinta, quarenta ou mais ângulos. Saturam nossos ouvidos e entorpecem nossas mentes de tanto baterem no mesmo sino. Foi o caso do acidente com os jogadores da Chapecoense e é, agora, o caso da morte de Teori Zavaschi e a ex-sua relatoria. O coitado deve estar gritando lá de onde se encontra agora: “Chega! Me deixem em paz! Eu não pertenço mais ao mundo de vocês!”

Bom, mas voltando aos tais Direitos Humanos, Gilmar Mendes, numa entrevista “requentada” (isto é, que está sendo reapresentada neste horário, certamente para rãs e morcegos assistirem (e sujeitos como eu que aprontaram tanto nos dojôs japoneses na mocidade que, agora, não podem descansar em uma noite de repouso). Mais

TERRORISMO É UM BUMERANGUE – SEMPRE RETORNA

Deixe um comentário

O espiritismo é fechado para o Brasil Político. Seus praticantes vivem "no mundo da lua" neste quesito. Como os evangélicos fanáticos, acreditam que sua doutrina os salvará dos efeitos da Má Política.

O espiritismo é fechado para o Brasil Político. Seus praticantes vivem “no mundo da lua” neste quesito. Como os evangélicos fanáticos, acreditam que sua doutrina os salvará dos efeitos da Má Política.

Dizem os adeptos do Espiritismo que o que se faz de bom ou o que se faz de mal sempre retorna de alguma forma para nós. A mesma coisa diz a Bíblia, na sentença: “Porque eu sou um deus zeloso, que pune os pais nos filhos até a terceira e quarta gerações”. Esta oração, que causa grandes discussões sobre a Bíblia ratificar a idéia da transmigração do Espírito (comumente chamada de reencarnação), também confirma a idéia do retorno da ação boa ou má sobre aquele que a executou. Seja como seja, no tangente ao Terrorismo, vê-se claramente que uma ação má sempre traz de retorno ao que a pratica uma ação contrária que tende a ser igual em sentido e força e oposta em direção.

Particularmente creio, por meus estudos em Teosofia e afins, que na Natureza nada se cria, nada se perde; tudo se transforma. Se praticamos uma má ação, que traz prejuízo moral, ético, financeiro, emocional ou psicológico a alguém ou a uma comunidade (parente, vizinho, rua, bairro, Município, Estado da Federação ou à Federação mesma) os resultados de nossa ação nos volta de algum modo e nos faz experimentar o mal que criamos, ainda que transformado de tal modo que dificilmente podemos perceber seu retorno. A mesma coisa acontece em se tratando de uma ação meritória. Um dia seus efeitos retornarão a nós que lhe demos início.

Mas no Terrorismo Político Brasileiro é que encontramos o exemplo mais gritante do ditado que afirma que “quem planta ventos colhe tempestade” ou a comprovação da sentença do Rei dos Reis: “os maus por si se destroem”. O retorno aqui, nos últimos anos, tem sido do tipo vapt-vupt. Ou seja: fez, recebeu. E não é para daqui a perder de vista, como já foi nos séculos passados. É imediato. Mais

“NA CASA DE SEU TOMAZ, QUEM GRITA É QUEM LEVA MAIS”

1 Comentário

E eu que estava firme no propósito de não mais falar de polititica...

E eu que estava firme no propósito de não mais falar de polititica…

Tomaz de Aquino Pedreira era o nome de meu avô materno. Um negão milico, oficial músico da PM de Teresina. Muito bem. Sua prole era bem grande e o bate-boca ali começava desde as seis da manhã e ia até as 22 horas ou mais. Por causa disto, a vizinhança, de gozação, criou uma musiquinha que tinha a seguinte letra: “Na casa de seu Tomás/ Quem grita é quem leva mais/ A garotada quando é hora do almoço/Não tem um osso e ainda quer comer demais”. Isto deu muita muvuca e muita encrenca na rua da Estrela, em Teresina. Meu avô virava onça furiosa quando pegava alguém cantando a tal musiquinha. Pois bem, o Governo Michel Temer me lembra muito a casa de seu Tomás. Nele, quem grita leva mais. Foi o caso com o tal Ministério da Cultura. Os almofadinhas puseram a boca no trombone e Michel, que vergonha para um Presidente da República, deu marcha-a-ré  em sua primeira decisão – acertada, por sinal. A continuar assim, ele não vai conseguir nem dar um passo para fora do atoleiro em que a Peste do PT nos jogou. E olha que este partidaço jurou de pés juntos que vai danar a vida de Temer. E pelo que aconteceu com o tal ministério, os petralhas podem estar certos de que se gritarem alto, Temer se abaixa… E com ele, o Brasil. Que lástima! Mais

“A HISTÓRIA NÃO PERDOA A VIOLÊNCIA” – DISSE CARDOZO. MAS PERDOA A MENTIRA?

Deixe um comentário

Você pode ajudar? Não a ela, mas a si mesmo e à suja prole?

Você pode ajudar? Não a ela, mas a si mesmo e à suja prole?

Verdade. A verdadeira História não perdoa a violência. Mas em nosso País a História anda doente e sua doença chama-se POLITITICA. Sim, polititica, não Política, pois esta preserva a História do povo contra qualquer violência de sua narrativa. No Brasil, desde quando este nome foi dado a esta terra maravilhosa, a narrativa de nossa História sempre foi violada por Polititicas e de conformidade com o que suas trampolinagens requeriam para que eles saíssem bem na foto que os eternizariam nos livros posteriores, que seriam adotados por companheiros seus depois de suas mortes, como Livros para a Educação Instrucional Histórica do Brasil. Eu mesmo fui vítima desta mentira secular. Aprendi uma História do Brasil que de verdade quase nada havia. Só agora, já quase me despedindo deste mundo de horrores, é que vim saber do que realmente aconteceu e que foi escondido por interesses espúrios.

A Mentira é o maior pecado que a humanidade pode cultivar. Com ela, o Espírito humano não sairá jamais do inferno que é a terceira dimensão. Terceira dimensão, esclareço para os leigos, é o nível geométrico de menor espaço para o movimento e no qual o ser humano pode existir. Por isto é chamado de “inferno” no Ocultismo e na Teosofia, visto que o termo “inferno” quer dizer etimologicamente inferior e, não aquele ambiente aterrorizante que as mentes atrasadas imaginam e cultivam como o local para onde vão condenadas para sempre as almas pecadoras. Nada existe “para sempre” na Divina Criação. Tudo está em transformação e aperfeiçoamento e até esta terceira dimensão material também não foge à regra. Mas há um ser miserável, de estupidez absurda, que se autodenomina humano, que não quer evoluir. E dentre estes vermes da Criação, os piores estão aqui, neste torrão tomado aos Tupinambás e que teve seu nome original mudado para Brasil. Mais

Older Entries