CAP. I – Na Ilha

Afinal, o iate estava em qual realidade? E o chalé? E as pessoas?

Afinal, o iate estava em qual realidade? E o chalé? E as pessoas?

Argos e César subiam a trilha cuidadosamente. Passaram pelo enorme jacaré e a barriga branca do animal brilhou quando a luz das lanternas focalizou-a.

— Este é outro mistério — disse Argos, parando e voltando a lanterna para o rosto de César. Alguém matou o bicharoco quando ele estava certo de que ia-me jantar. Mas fugiu sem responder ao meu chamado. Por que?

— Eu não faço a mínima idéia, senhor — mentiu César olhando firme em direção à luz. — Nem sabia que ia encontrar o animal morto. Pelo menos a gente pode ter certeza de que deste aqui não temos mais o que temer.

— É… tem razão. Só espero que ele não tenha irmãos… Mais