Este tipo de grito popular só terá efeito mesmo se e quando, aos milhares, nós formos até o Antro do Poder, gritar diretamente nas fuças dos patifes.

Este tipo de grito popular Não pode silenciar agora, quando estamos num front sem descanso e corremos perigo de sermos derrotados.

Mais do que nunca os brasileiros devem ficar alerta 24h por dia com os políticos que vinham elegendo irresponsavelmente eleição após eleição, até darmos com os burros n’água com a chegada do PT à Cadeira Quente do Planalto. Aí a coisa fedeu pra valer. Os petistas, pés-de-chinelo sem experiência nenhuma em roubalheira, não meteram a mão no melado, como faziam desde sempre os velhos oligarcas emproados e metidos a Excelências. Os petistas mergulharam de corpo inteiro na dinheirama que viram brilhando na Caverna de Ali Babá brasileiro. E foi aquela farra. Deu para todo comunistinha míope da América Latrina. A Bolívia, então, nos anos de desgoverno Lulasca fartou-se de nos estapear e até ousou tomar um pedaço da nossa PETROBRÁS e nos insultar, cuspir na nossa cara, sabendo de antemão que Lulasca jamais faria alguma coisa contra o cumpãeiro sulamericano. E não fez mesmo. E o “brasil” de Lula apequenou-se, acovardou-se e deixou o insulto por isto mesmo. Aí veio a Múmia nada paralítica da Doida do Planalto. Ela babou no babadouro do enfim falecido caquético de Cuba. Às nossas custas deu de presente à ilha um porto novinho em folha, estalando. Às custas de quem? Dos trouxas brasileiros, que trabalham feito burros de carga para encher o Erário Público que só é público para os cumpãeiros vizinhos do “brasil” apequenado do PT. E para continuar nos insultando ficou a peste nordestina e senadora “bonitinha mas danada de ordinária” Gleisi Hoffman. Falo daquela desgraça e de seu marido assaltantes dos aposentados. Impune, ela continua arrogante e defendendo uma ideologia burra, mas perigosa. Tão perigosa quanto a febre amarela que retornou à nossa Pátria como se a Natureza nos quisesse lembrar que a vigilância contra pragas, naturais ou humanas, não pode relaxar. Principalmente quando a praga é humana. Mais