JOGO DO TARÔ DO EGITO – “CLIENTE”: JAIR BOLSONARO (II)

Deixe um comentário

JAIR BOLSONARO 1Vamos continuar. Ansiedade, eis o que a análise do chakra Ajna nos mostrou como traço predominante na Identidade de Bolsonaro. Mesmo sendo “calejado” no brutal jogo baixo político do Legislativo brasileiro, o Capitão não conseguiu controlar os efeitos deletérios que aquele ambiente macabro lhe suscitou. E se observarmos as entrevistas de nosso Presidente, notamos que ele realmente está em estado ansioso. Corpo tenso, embora procure adotar postura relaxada. Muito ao contrário de seu terrível adversário, o comunista que invoca a todo momento a Democracia em sua fala para enganar a todos os que não têm olhos de ver e ouvidos de ouvir. Haddad é raposa velha, matreira, e está sendo teleguiado pelo chefe da alcatéia de raposas assassinas, o condenado que se auto-intitulou O Jararaca, e que, por absurdo que pareça, manda e desmanda no Brasil de dentro de um cubículo privilegiado na Polícia Federal, graças a um S.T.F. altamente censurável e com clara tendência abjeta comunista. Contra isto tudo é que escolhemos nosso Presidente Popular e não Oligarca — o Capitão, que não é o América, não possui escudo invencível nem força sobre-humana, mas é um capitão de verdade. E um patriota que, como milhares de outros, se revolta e se atira corajosamente no combate à Hidra de Sete Cabeças que tenta abocanhar nossa Liberdade e nossos Tesouros em benefício próprio e de tiraniquinhos de décima categoria, execrados pelo mundo todo, menos pelos dirigentes brasileiros que, graças a Deus, já começam a ser chutados do centro de Nosso Poder. Mais

SAMSARA, VOCÊ SABE O QUE É? (2)

Deixe um comentário

Neste momento você passou por um dos dois portais do Samsara - aquele que se abre para o mundo mayávico: a vagina de sua mãe.

Neste momento você passou por um dos dois portais do Samsara – aquele que se abre para o mundo mayávico: a vagina de sua mãe.

Bom, você certamente aprendeu muita coisa no artigo anterior e, espero, ele lhe deu uma nova visão de algo que todo mundo desconhece, mas é doido para saber como é, pois todos vamos novamente passar pela experiência tantas vezes esquecidas.

Então, só para reafirmar, vamos recordar: você passa por dois portais importantíssimos quando, no Mundo Celestial, adquire o ponto de maturidade Espiritual para fazer jus ao maior desafio que o Espírito pode enfrentar: vir ao mundo do Mâyâ, o mundo das Ilusões, criar uma alma mortal (que, enquanto encarnado, uma Ciência Pragmática humana denomina de Identidade ou Personalidade), que se desenvolve dentro de uma Mente que se prende a um sistema físico complexo chamado Cérebro, para aprender a pesquisar e descobrir os segredos deste mundo mayávico e deles se servir como melhor lhe aprouver, ou para o bem geral, ou para o mal geral; ou para seu bem e sua felicidade momentâneos, ou para seu mal e seu sofrimento também momentâneos. Além disto, você tem o dever de experienciar todas as reações emocionais derivadas da Energia Cósmica Sentimento e, por causa delas, desenvolver as mais variadas fantasias, as mais variadas imaginações e os mais variados comportamentos. Você tem total livre arbítrio para usar como puder e quiser tudo aquilo que conquistar nos curtos intervalos de mergulho de seu Espírito na Escuridão do Inferno. Desculpe, preciso esclarecer que o vocábulo inferno, aqui, não tem a conotação horrorosa e fantasiosa que lhe emprestam os que se dizem “cristãos”. O termo “inferno” quer dizer “a condição mais inferior” ou “a condição mais densa”, no que diz respeito à Matéria Divina.

Velório

Aqui, aquele que já cumpriu com sua tarefa, está de retornou e atravessa o Portal “Túmulo”.

Após amealhar o máximo de experiências e de vivências que lhe foram dados viver no curto período de uma encarnação, sua Alma Mortal é desligada do corpo físico-químico, orgânico, e você passa pelo segundo portal, o que lhe franquia o retorno ao Plano Espiritual, só que com um “pequeno” detalhe: você terá de atravessar um determinado número de Mundos totalmente estranhos no caminho ascensional. Mundos aos quais o Cristo chamou de “casas de meu pai”. É quando deve elevar-se para uma dimensão material sutilíssima, onde todas as suas experiências e vivências, assim como todas as emoções que experienciou serão passadas numa peneira e as negativas serão dispensadas, enquanto as positivas serão aproveitadas como futuro “adubo” para sua próxima visita. Mais

VANCÊ TEME A MORTE?

Deixe um comentário

Elas eram assim há 15 dias. Já dobraram de tamanho, hoje.

Elas eram assim há 15 dias. Já dobraram de tamanho, hoje, 1/12/2016.

Meu velho amigo sentou-se em silêncio e pitou com expressão introversiva na face. Parecia estar muito longe de seu toco predileto. Eu, por minha vez, não me preocupei com ele e fui cuidar da pequenina filhota da Atena. Sua irmã, a esta altura, está muito longe e para nunca mais nós a veremos de novo. Gozado, senti uma tristeza muito grande quando a sua dona (a mesma do cão que cruzou com nossa cadela) veio buscá-la para vender a uma senhora que mora no Tocantins. Fiz questão de não ver qual das duas ela escolheria. A alegria e o amor de ambas a mim me tocou fundo. Mais

AULA Nº 8 DE PSICOLOGIA DA ANTROPIATRIA SINCRÔNICA RESSONANTE – P.A.S.R.

Deixe um comentário

Somos entidades complexas. Fazer o quê?

Somos entidades complexas. Fazer o quê?

Somos seres que se colocam objetivos e batalham por alcançá-los. Esta assertiva é básica na Teoria da Psicologia Individual, de A. Adler, como vimos na aula anterior. E a PASR diz que somos seres que vivem a vida mergulhados ininterruptamente em Dilemas, os quais servem para lhes desenvolver as faculdades psicoemocionais, incrementando suas habilidades de inteligência e capacidade de resistir às derrotas, adaptando-se às novas condições destas surgidas e, geralmente, não esperadas nem desejadas. Os Dilemas sempre são instrumentos de combate ao Medo e ao comportamento medroso. É neste constante viver em desafio dilemático, afirma a PASR, que o Indivíduo mostra se venceu ou não, o predomínio da Pessoa sobre ele. Na visão da PASR, Pessoa é a entidade criada pelos apelos, pelas imposições sociais cheias de pré-conceitos, de juízos de valor compensatórios e de agressões defensivas que, no entanto, é necessária à vida comunitária socializada. Já Indivíduo é a entidade íntima de cada um de nós, estruturada a partir de legados arquetípicos predominantes na linha evolutiva do ser humano (e que lhe moldam o Caráter), que nem sempre estão em consonância com os impulsos, as crenças ou os pré-conceitos de terceiros sobre a Pessoa. O Indivíduo leva o sujeito humano a se centrar em si e a se comportar de conformidade com suas aspirações, suas crenças, seus anseios e suas necessidades íntimas, mesmo que isto resulte entrar em confronto com as crenças Pessoais, seus objetivos ou “goals”, como querem os estudiosos da TPI de Adler. Um exemplo real: uma jovem Pessoa mulher aprendeu, em contato com Pessoas homens, que era um fiasco no leito. Seu contato sexual coital terminava sempre em frustração para ela e críticas das Pessoas homens sobre seu desempenho. Mais

O DILEMA NO CONCEITO DE FAMÍLIA (IV – COMPLEMENTO)

Deixe um comentário

Como se Formam o “Indivíduo” e o “Caráter”?

Karl Gustav Jung. Ele muito contribuiu para a compreensão do que realmente somos.

Karl Gustav Jung. Ele muito contribuiu para a compreensão do que realmente somos.

Segundo Jung, toda a produção Mental de qualquer pessoa integra o que ele denominou de Inconsciente Coletivo. Este Inconsciente Coletivo não contém produções passageiras, tolas, fúteis, mas sim aquelas aquisições mentais que são compartilhadas por um grupo de pessoas durante muito tempo. Assim, imagens como Deus, Pai, Mãe etc… são comuns a todas as culturas humanas e integram o Inconsciente Coletivo como Arquétipos. Estes Arquétipos são comuns a toda a humanidade e seu conjunto é como o ar que é igual em qualquer lugar da Terra.

Quase sempre a tomada de decisão dissonante com sua Identidade gera DILEMAS posteriores que você terá de enfrentar buscando novas tomadas de decisão para safar-se deles do modo menos traumáticos e conflituosos possível. Mais

VAMOS DAR UM PEQUENO TEMPO E FALAR DE OUTRA COISA – ESPIRITISMO (Continuação 2).

Deixe um comentário

2014 - Rio Negro transborda e invade cidades no Amazonas.

2014 – Rio Negro transborda e invade cidades no Amazonas. Vinte metros acima de sua quota normal.

E vamos que vamos. Dei de cara com alguns tolos que me questionaram dizendo que torno fácil o que é muito complexo etc, etc, etc… Fiquei fulo e lhe perguntei o que conhecia de “Ocultismo”. Aí o cara despejou uma enxurrada de “Conhecimentos Ocultos Esotéricos” que daria para escrever uma biblioteca inteira. Triste. Ele se apegou à declamação de termos complicados, inventados, quiçá, para tornar dantesco o que não passa de uma simples vala e não um grande vale. Então, eu perguntei ao estulto incauto se ele já escrevera algum artigo que fosse digno de se ler. Não por emproados como ele, mas gente simples, advogados, psicólogos, médicos, professores, pedagogos etc… (gente com instrução de apenas segundo grau – ou que é adepta dos PETRALHAS – jamais vai alcançar o que se tenta dar-lhes de graça. A estes, o Evangelismo e seus pastores espertalhões bastam). E o otário me disse que o Conhecimento que detinha não era para ser colocado ao alcance de leigos; que era preciso esperar a chegada do tempo previsto etc, etc, etc… Que espere, o tolo. A Terra está-se revoltando e mudando rapidamente todo o sistema que, nela, permite a vida tal como a conhecemos. A água escasseia às pressas. A temperatura sobe a ponto de fazer camelo deitar desanimado no deserto com calor de 70º C. As neves do Kilimanjaro e afins derretem. Os polos estão quase sem gelo (curioso: os oceanos ainda não subiram como era previsto). As florestas estão sumindo para dar lugar a pastagens – no Brasil, pois no resto do mundo os americanos e europeus já consumiram tudo. Tsunamis, vulcões, geadas inesperadas, verões sufocantes, tufões dantescos e sei mais lá o que desabam sem dó nem piedade sobre a humanidade idiotizada pelo MERCADO e sua louca busca gananciosa por LUCRO. E o tolo espera… O quê?

Rio negro quase morto, em 2010.

Rio negro quase morto, em 2010. O Alerta foi dado. Veja quem tem olhos de ver…

A água vem rareando há muito tempo e os que ainda a têm não se tocam para o desastre mortal que a Natureza está fazendo descer sobre a cabeça dos idiotas que só pensam no Deus LUCRO. No Brasil, São Paulo, que sempre esbanjou água, está de terrina nas mãos mendigando gotas do precioso líquido. O Governador, sempre chupando sua dentadura, vai empurrando com a barriga e não encontra solução para o gigantesco dilema que a Natureza lhe jogou nas mãos. Como os paulistas não são lá muito religiosos, o bicho vai começar a pegar justamente por ali. E o emproado, cego para o que está acontecendo, ainda acha que guarda um tesouro para só entregá-lo à humanidade “quando o tempo for chegado.” Imbecil! O tempo já está é passando e ninguém ainda notou. E se ele me lê, agora, dê graças a Deus que declinei de lhe citar o nome. Não por cuidados que tais, mas para não lhe dar publicidade aqui. Este blog é meu e nenhuma pêga vai por ovos no meu ninho, ô xente!

Eu disse ao fútil que gênio não é o que decora livros e mais livros com linguagem emproada em latim, grego, xiita, mesopotâmico, árabe, páli, aramaico, hebraico, mandarim etc, etc, etc… Gênio é o que põe em linguagem simples, com palavras simples, o que foi escrito por alguém de Identidade complicada e cheio de fantasias tolas. E neste aspecto, eu sou gênio e pronto. Inté mais vê, otário! Mais

%d blogueiros gostam disto: