AS DEMOCRACIAS ATUAIS NÃO SÃO TOTALMENTE DO POVO, COMO DEVIA.

Deixe um comentário

Eu e minha netinha

“Vovô deixa para você um legado ruim. Lutou, sim, com toda alma e toda a fé na Verdade e na Honestidade, mas o Mal foi mais forte. Quando crescer, peço que não seja muito dura em seu julgamento sobre minha geração….”

O que significava originalmente o termo Democracia? Qualquer um responde na ponta da língua: O Governo pelo e do Povo. Ou seja, o povo diz aos senhores políticos como deseja ser governado; diz o que aprova e o que não aprova naquilo que eles pretendem transformar em Leis para toda a comunidade. Mas é isto o que acontece, atualmente? NÃO, não é. E não é porque nenhum país conseguiu se livrar do ranço da Oligarquia do passado. Gente com mais dinheiro, mais terras, mais indústrias etc… domina o quadro político e se mantém com o pé sobre o pescoço do populacho que serve apenas para trabalhar em seus bancos, em suas terras, em suas indústrias e em seus comércios. Neste sistema pseudo-democrático, o povo não tem voz e quando lhe é dado o direito de falar, há limites para sua Vontade. Vejam o que aconteceu nos E.U.A e acontece aqui, no Legislativo, e na Venezuela, na Colômbia, no Reino Unido e em muitos e muitos outros países pelo mundo. Quem manda é quem tem o domínio de nosso Poder Político e, ainda, quem tem poder dentro do jogo do Mercado. Os que são somente operários, de terno ou macacão, são serviçais aos quais os de colarinho branco, políticos ou não, dão direitos controlados. A tentação de adentrar este olimpo mercadológico estimula muito além do limite a ganância dos pobretões que, no Brasil principalmente, conseguem adentrar o Olimpo Político criado e mantido por seus ancestrais. 

E se é o Dinheiro que dá e sustenta o Poder, então é ao dinheiro que os sonhadores materialistas se atiram com toda a gana e com toda a falta de Ética e de Moral. É o caso de “nossos” políticos. E é “nossos” entre aspas porque na verdade os políticos brasileiros são deles mesmos e jamais do povo que os elegeu. Mais

VOCÊ SABE QUAL É A IDEOLOGIA COMUNISTA? A VERDADEIRA?

5 Comentários

Este é o símbolo que os zumbis brasileiros estão adorando atualmente no Brasil de desmiolados robotizados à custa de bolsas-esmola.

Este é o símbolo que os zumbis brasileiros estão adorando atualmente no Brasil de desmiolados robotizados à custa de bolsas-esmola.

Poucas são as pessoas que realmente possuem informação sobre o que é o ideal comunista. Mesmo que o “Papai Google” traga uma verdadeira biblioteca sobre este assunto. Então, vamos colocar mais simplesmente o que é o ideal comunista. Você já deve ter ouvido falar de Platão, não? Um sujeito muito pensador e esperto, que sonhava com um mundo mais feliz para todos. Há uma querela sobre seu nome, que alguns acreditam que tenha sido Arístocles, mas isto para nós é o de menos. Assevera-se que ele foi um racionalista, um realista, um idealista e um dualista e suas idéias ainda são a base de muitas de nossas Ciências “Modernas”. 

Platão entrou em choque com um tirano em seu tempo e por ele foi, diz-se, vendido como escravo. Mas ele foi salvo por um admirador e montou uma “Academia” para ensinar o que de melhor havia no pensamento de sua época, além, claro, de suas próprias idéias. Estas, pugnavam contra os modelos de governos de sua época, geralmente tirânicos, imperialistas, dominadores e gananciosos. Ele se batia contra os Governos que faziam Leis visando seus próprios interesses, em lugar de visar ao bem-estar da comunidade (alguma coisa lhe lembra os nossos desgovernos modernos, piorados, claro?). Platão defendia a idéia de que o verdadeiro líder não governa para si nem pensando em si, mas para o povo e pensando em seu bem-estar. E era visceralmente contra a Corrupção (coitado dele se conseguisse renascer naquele seu corpo nos dias atuais e no Brasil. Ia ter uma síncope, com toda a certeza).

Platão era fisicamente um gigante. Sua juventude foi entre guerras. Viveu a época do “quebra-pau” do Peloponeso. Viveu a época da tomada de Atenas pela Oligarquia dos Quatrocentos e foi submetida ao Governo dos Trinta Tiranos. Então, ele foi “premiado” com o que de pior, em matéria de Governo, podia haver em sua época. E os Governos Oligarcas ainda vigem com um vigor assombroso neste Brasil do Século XXI. É para que vejamos que as doenças psicossociais humanas, entre nós, custam a desaparecer que é uma calamidade. Mais

%d blogueiros gostam disto: