O QUE HÁ DE TÃO GOSTOSO NO PODER BRASILEIRO?

Deixe um comentário

APOSENTADOS EM FILA NO INSS

Idoso não será submetido a tortura? Vai pra fila do INSS para ver se isto é verdade.

Deve ser mais doce que açúcar para atrair tantos Poltiticas e levá-los às mais indignas manobras traiçoeiras do País a fim de permanecer ocupando uma cadeira lá em cima.

Vejam, por exemplo, a manobra negra do Presidente em exercício (ele não ocupa a cadeira presidencial por escolha do povo, mas sim porque a Presidenta que estava lá, por ser debilóide, aloprada e mentirosa, foi cassada). Está claríssimo, segundo a Lei assim determina, que uma vez cassada pelo TSE a chapa que elegeu Presidente e Vice, ambos são alijados do Poder. Mas no nosso País-de-faz-de-conta, não é o que vai acontecer, graças a manobras imorais tanto do Presidente em exercício quanto dos Ministros do STF, escolhidos por quem ocupa a Cadeira Quente do Poder Executivo, no caso, Michel Temer. Mais

“LIBERDADE SEMPRE”. SEMPRE?

Deixe um comentário

Isto é o resultado de LIBERDADE ABSOLUTA. Dois pastores de agarram furiosamente diante de suas "ovelhas". Eu não concordo com isto ABSOLUTAMENTE.

Isto é o resultado de LIBERDADE ABSOLUTA. Dois “?” se agarram furiosamente diante de um público misto de estarrecimento e aplauso. Eu não concordo com isto ABSOLUTAMENTE.

Estou gripando e em minha idade isto não presta. Levantei-me, tomei um monte de chazinhos da vovó e um comprimido de Gripeol. O  tempo esfriou bastante, se comparado com os 50º C à Sombra que vínhamos sofrendo há quase um século (quando o sofrimento é intenso, o tempo estiiiiiiicaaaaaaa……). O ar frio que entra pela sala me faz espirrar e correr o nariz. Então, tomei a VEJA recém-chegada, trazendo o Lulaça com uma roupa de presidiário onde as listras são feitas com os nomes de seus apaniguados corruptos, e vim-me trancar no quartinho que já foi o dormitório de meu filho. Fechei a porta para evitar a corrente de ar, enchi as narinas com Vick e me dispus a ler a VEJA. A música literária nas revistas populares toca a mesma nota há mais de um qüinquênio, mesmo assim, eu continuo pacientemente ouvindo-a: CORRUPÇÃO, CORRUPÇÃO, CORRUPÇÃO… Mais