Serra, um matador?

“Prestem bem atenção. Depois da Dilma virei eu e vocês estão na minha alça de mira…”

Sinto um tremendo calafrio me percorrer o corpo quando leio que José Serra, um judeu convicto, com kipah e tudo, está doido para sentar seus fundilhos na Cadeira Quente de nossa Presidência. Deus nos livre de tal desastre. E não é somente porque ele seja judeu, não. É porque além disto, o homem é político do PSDB e os psdebistas não são em nada melhores que os petistas. Para mim, são até piores, pois nesta gangue estão cérebros altamente treinados e altamente desenvolvidos em inteligência, o que não acontece com os que comandam o PT (no quesito inteligência). Eu insisto: se você ainda não leu, procure urgentemente ler o livro A PRIVATARIA TUCANA. É chato de ler, pois não é um livro escrito segundo os cânones jornalísticos. É mais policial, com centenas de fotos de documentos comprometedores. E o curioso é que só agora, quando a caça às bruxas do PT foi posta a campo, a Polícia Federal começou a também mexer neste vespeiro. Acho que por isto é que o judeu se agita. Ele não é flor que se cheire, embora, como todo judeu praticante, sempre aja nas sombras e “escondidinho”. Talvez até seja ferrenho adepto da seita dos Sionistas, o que para mim não seria nenhuma surpresa. Mais