RESSURREIÇÃO DE LÁZARO (CX ): A IDENTIDADE SECRETA DE JOSÉ DE ARIMATÉIA.

Deixe um comentário

JUDAS ISCARIOTES 1Abel deu um salto de sua cadeira, olhos arregalados de espanto e raiva. Não podia acreditar no que ouvia. Tinha mandado buscar Qeryoth para saber quais eram as novas aprontações de Yehoshua, o milagreiro agitador, e o discípulo do Cristo sem rodeios lhe contou a palestra de seu Mestre com os apóstolos e sua família. Não fizera isto por sua vontade, mas porque seu Mestre o havia chamado em particular e lhe avisara de que o rabi o procurava por toda Cafarnaum. E lhe dera ordens expressas de ir ter com o detestado homem e lhe contar com a máxima fidelidade o que ele, Yehoshua, havia dito sobre os Demônios aos seus familiares e seus apóstolos. Yehudhah não compreendera a razão daquela ordem esquisita, mas discordou dela e o disse, como sempre, diretamente ao seu Senhor. No entanto, este lhe impôs que cumprisse com o que ele ordenava e não lhe questionasse razões que não estava disposto a explicar a ninguém. Agora, vendo o rabi Abel avermelhado de ira e com os olhos injetados de sangue, o apóstolo do Cristo se divertia intimamente. “O idiota”, pensava ele, “nunca vai alcançar a sabedoria dos ensinamentos de meu Senhor Yehoshua. É mesmo um asno”. Mais

A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO: (CXXXI): O MILAGRE DE YEHOSHUA AUSENTE

Deixe um comentário

Judas matou um amigo de infância e, tomado pelo remorso, apela a Yehoshua para que o ressuscite.

Judas matou um amigo de infância e, tomado pelo remorso, apela a Yehoshua para que o ressuscite.

Qerioth sacudiu a cabeça para espantar os eflúvios do álcool que lhe nublavam a visão. Sentia-se febril e tonto. Ainda não percebera que tinha acabado de matar um homem. Então, sua visão se clareou um pouco e, passando a mão sobre os olhos e a testa para afastar o suor abundante de que estava tomado, curvou-se para olhar o que o tinha atacado. Custou a perceber que tinha abatido um homem. Com esforço virou sua vítima de frente e aproximou a face o mais que pôde para reconhecer quem era ele. Não conseguiu. Uma barba espessa escondia as feições de sua vítima. A escuridão era muito intensa, o que dificultava mais ainda o que desejava. Então, com esforço hercúleo conseguiu colocar o morto nos ombros e esgueirando-se pelas vielas mais escuras logo chegou ao pequeno bosque que ladeava o Templo. Era um local abandonado à noite, por onde só perambulavam assassinos, assaltantes e estupradores da pior espécie. O terreno era baixo e circundava a muralha oeste do Templo. Uma ravina que os soldados de Herodes e os romanos sempre procuravam evitar e por onde as pessoas de bom-senso evitavam passar mesmo durante o dia, a não ser que estivessem em grande grupo. Mais

NOSSO HERÓI: O LEGISLATIVO. MAS… AS HISTÓRIAS DOS SUPER-HERÓIS NÃO TERMINAM BEM…

Deixe um comentário

"Danou-se! Se mandam prender um colega no pleno direito de suas imunidades parlamentares... Quando vão-me mandar pro xilindró também?"

“Danou-se! Se mandam prender um colega no pleno direito de suas imunidades parlamentares… Quando vão-me mandar pro xilindró também?”

Senadores brasileiros andam trêmulos, pálidos, arredios. Se pudessem fugiriam ao contato com o povo. Este mesmo povo sobre o qual, até agora, deitavam arrogância e falação inútil de sobra, ecoando a estultície de outro arrogante, estúpido e insensato, um Deputado Federal que, ainda que impropriamente, não só conserva o título de Deputado como, também, se mantém no Poder da Câmara Legislativa à força, contra toda a VONTADE DO POVO. Seu nome? Ora, todos sabemos e colocá-lo aqui, de novo, é dar-lhe honra demais, coisa que não farei de modo algum.

Pela primeira na vez na REPÚBLICA Brasileira, um Senador vai para a cadeia com título e tudo. E em pleno gozo de seu mandato. Bem que alguns de seus pares tiveram a ousadia de discutir se “defendiam ou não, a Honra do Senado através do voto covarde, ou seja, do famigerado voto secreto” diante da intromissão do Poder Judiciário, que ousara mandar prender um Senador da República à revelia dos eternos vai-e-volta da maré de sem-vergonhice que eles exercem com mestria, antes de finalmente decidirem por unanimidade pela não cassação do bandido de colarinho branco. Mais

PRECISA DIZER MAIS?

1 Comentário

Alkimin - calejado na polititica. Perpétua nele!

Alguém mostrou os chifres do danado…

Leio em Época (na internet, pois o meu exemplar chega invariavelmente com 10 dias de atraso) que: “O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é um pai para o senador Jader Barbalho (PMDB-PA). Quer ver? Lula não apenas convenceu o petista Paulo Rocha a desistir de sua candidatura ao governo do Pará, como, agora, empurra o PT para apoiar o filho de Jader, Helder Barbalho, candidato do PMDB. Afinal, é quase um neto, não?” E o Lulão não pára por aí, não. Ele está dando tudo no lançamento de ALEXANDRE PADILHA (o tal que é ministro da Saúde e até agora não mostrou a que veio nesta pasta). Foi o Lulão que embasou a candidatura e eleição de FERNANDO HADDAD para a desgraça de São Paulo. Arre, diabo! Será que o peste do metalúrgico está querendo afundar o Brasil mais do que o trio satânico PMDB/PSDB/DEM? Mais