NO BRASIL ROUBA-SE TUDO. ATÉ A DIGNIDADE DO PAÍS.

Deixe um comentário

Eu sorrindo

Sou um brasileiro que gostaria de ver o Brasil ao menos dar o primeiro passo rumo à sua Grandeza…

Nós estamos aos berros contra os ladrões de colarinho branco que, por sinal, fomos nós mesmos que colocamos nas cadeiras das casas legislativas em todos os níveis, desde o municipal até o federal. Fico achando muito gozado esta grita generalizada. Principalmente contra o “Luladrão” e sua família de rapinas. Ora, por que condenar pessoas que de alguma forma se sobressaem dentre os demais, quando estes demais também roubam à granel? Vejamos o exemplo das bicicletas em São Paulo. O Jornal das Dez da Globo News mostra, com alarde, os roubos e assaltos que vêm acontecendo naquela metrópole. Muitos podem perfeitamente arrazoar com a desculpa de que há tantos ladrões exacerbando a paciência dos paulistanos e incrementando o medo em toda a população porque os políticos vêm roubando nosso Erário descaradamente. Em função disto, os Municípios estão com o pires nas mãos, pedindo esmola literalmente. Os empregos sumiram por causa da corrupção; o desespero tomou conta de muita gente que antes tinham o que comer e, agora, passam fome ou se sentem ameaçados de sofrer tal agrura. Em parte, só em parte, isto é verdade. A realidade é outra e está bem claro: há roubos de objetos de valor, como bicicletas, televisões, computadores, celulares, rádios de automóveis e dos próprios veículos, porque há cidadãos que se prestam a serem receptadores dos objetos roubados. Conhecem os bandidos; bebem cerveja com eles, contam piadas a eles e convivem muito bem com eles, tudo isto sem qualquer sentimento de vergonha diante de tamanho despudor. E até encomendam tal ou qual objeto a ser surripiado do cidadão para incrementar seus próprios negócios, geralmente lojas aparentemente lícitas, onde, desmanchados, descaracterizados, os objetos roubados são revendidos como se fossem legais. Estes cidadãos, que gritam unânimes com os espoliados, acreditam ser honestos porque se revoltam com aquilo que eles mesmos sustentam com sua falta de patriotismo e civilidade. Mais

“A HISTÓRIA NÃO PERDOA A VIOLÊNCIA” – DISSE CARDOZO. MAS PERDOA A MENTIRA?

Deixe um comentário

Você pode ajudar? Não a ela, mas a si mesmo e à suja prole?

Você pode ajudar? Não a ela, mas a si mesmo e à suja prole?

Verdade. A verdadeira História não perdoa a violência. Mas em nosso País a História anda doente e sua doença chama-se POLITITICA. Sim, polititica, não Política, pois esta preserva a História do povo contra qualquer violência de sua narrativa. No Brasil, desde quando este nome foi dado a esta terra maravilhosa, a narrativa de nossa História sempre foi violada por Polititicas e de conformidade com o que suas trampolinagens requeriam para que eles saíssem bem na foto que os eternizariam nos livros posteriores, que seriam adotados por companheiros seus depois de suas mortes, como Livros para a Educação Instrucional Histórica do Brasil. Eu mesmo fui vítima desta mentira secular. Aprendi uma História do Brasil que de verdade quase nada havia. Só agora, já quase me despedindo deste mundo de horrores, é que vim saber do que realmente aconteceu e que foi escondido por interesses espúrios.

A Mentira é o maior pecado que a humanidade pode cultivar. Com ela, o Espírito humano não sairá jamais do inferno que é a terceira dimensão. Terceira dimensão, esclareço para os leigos, é o nível geométrico de menor espaço para o movimento e no qual o ser humano pode existir. Por isto é chamado de “inferno” no Ocultismo e na Teosofia, visto que o termo “inferno” quer dizer etimologicamente inferior e, não aquele ambiente aterrorizante que as mentes atrasadas imaginam e cultivam como o local para onde vão condenadas para sempre as almas pecadoras. Nada existe “para sempre” na Divina Criação. Tudo está em transformação e aperfeiçoamento e até esta terceira dimensão material também não foge à regra. Mas há um ser miserável, de estupidez absurda, que se autodenomina humano, que não quer evoluir. E dentre estes vermes da Criação, os piores estão aqui, neste torrão tomado aos Tupinambás e que teve seu nome original mudado para Brasil. Mais

E A DILMA CONTINUA DIMLMANDO; E O PT, PETZANDO; E O POVO, SE DANANDO….

Deixe um comentário

"O PT não é o Judas, imbecil! O PT é o Partido que mim criou! E tu vai ver a paulada que vai zoar no teu lombo, maldito!"

“O PT não é o Judas, imbecil! O PT é o Partido que mim criou! E tu vai ver a paulada que vai zoar no teu lombo, maldito! E mim não fala errado! Mim até mandou consertar a gramática! Agora, todos vocês têm de seguir a que mim mandou implantar!”

Pois é. Nós vamos que vamos. Para onde? Nem vou dizer, senão você não vai chegar ao final desta postagem. Mas malhar o judas, aprendi com o petralhismo, é uma delícia. Não como fazem os repórteres em geral, que ficam na periferia, sem se aprofundar na porcaria por medo da mordaça que a Peste Vermelha Brasileira (o PT é vermelho, não se esqueçam disto) pode enfiar em suas bocas. Todos eles sabem muito bem como é a maracutaia dos polititicas de carteirinha. Eu ventilei o assunto aqui, quando falei sobre as OS, os INSTITUTOS, as ASSOCIAÇÕES DE MORADORES e outras que tais, para as quais, agora mais que nunca, verterão nosso “dinheiro que devia ser público, mas não é”. Vejam vocês, um patife paulista, um sujeito que vive gritando “álcool em mim!” e ninguém faz esta caridade ao Brasil, agora anda de namorico com os “vermelhos” petralhas. Não a ralé, que esta não vale nada. São Zé Nings da pior espécie. Ele anda de namorico com os cabeções do petralhismo. Sabem a razão? Quer-se lançar a Presidente do Brasil Falido. Sendo do partido que é, vai ser aquela chuva de m… em nossas cabeças. Mas para quem já se acostumou com a que os petralhas espalharam desde 2002, vai feder pouco. Só um pouco mais. Mais

E O BRASIL CONTINUA EM SEGUNDO PLANO NA CASA LEGISLATIVA.

Deixe um comentário

Este também é imundo e, no entanto, está na Presidência do Senado Brasileiro. Isto é mais que imoral. É inqualificável.

Este também é imundo e, no entanto, está na Presidência do Senado Brasileiro. Isto é mais que imoral. É inqualificável.

Salvar o lombo luzidio do Porca Gorda é a ordem do dia na Casa Legislativa brasileira. Não importa que o país esteja afundando vergonhosa e perigosamente diante dos brasileiros e do mundo. O que importa mesmo é salvar um patife de marca. Meu Deus, o que fizemos colocando lá em cima os cassados de outrora? Erramos. Todos, menos um: eu. Eu nunca votei em nenhum deles, pois sendo dos anos 60, conheci bem a história desses crápulas.

No entanto, o que me estarrece é a total falta de vergonha; total falta de patriotismo; total falta de Ética e de Moral dos que se colocam totalmente em defesa do Porca Gorda em absoluta indiferença com o país onde desgraçadamente nasceram, cresceram, se alimentaram e tiveram a maldita hora de ser admitido na Política. É o caso de Carlos Marum. Enquanto um bando de TRAIDORES DO BRASIL se locupletam em busca da salvação do couro de um patife, este, por sua vez, tenta colocar o país a enxergar o drama que vive sob a óptica falsa do antagonismo LEGISLATIVO X PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA (PT). Mais

TEM TRAMBIQUE, TEM ROUBALHEIRA?

Deixe um comentário

Enchi o saco. Estourou. Não dá mais.

Enchi o saco. Estourou. Não dá mais.

Tem brasileiro no meio. É vergonhoso e desmoralizante. Em qualquer parte do mundo onde haja uma brecha para a corrupção, não há o que duvidar: tem brasileiro mergulhado nela. Gatunagem no Futebol? Tem brasileiro. Gatunagem no Voleibol? Tem brasileiro. Gatunagem na venda de bilhetes para estádios? Tem brasileiros. Ou seja: há roubalheira? Tem gente brasileira. Eu estou de saco cheio. Já não mais vejo a TV. Nem mesmo – e principalmente – a TV Câmara e a TV Senado, que assistia interessado em saber o que realmente os senhores POLITITICAS fariam de útil diante da grita nacional dos outros trambiqueiros desconhecidos. Aqueles que andam dependurados nos trens da Central do Brasil; os que andam dependurados nas portas dos ônibus em qualquer cidade brasileira e os que se mostram civilizados até quando alguém deixe de olhar para ele. É quando mostram seu lado trambiqueiro e corrupto. Aqui mesmo, no bairro em que vivo. A imundície é crônica. Os vizinhos emporcalham a rua. Eu virei, por uns tempos, gari gratuito. Catava garras pet, sacos plásticos espalhados pelo chão, caixas de papelão jogadas ao léu e o que mais desse. Colocava tudo dentro de um saco de lixo para o lixeiro levar. A pracinha diante de minha casa até que ficava bonitinha… Mas isto durava apenas uma parte do dia. Na outra parte… Mais

UM A ZERO A FAVOR DA PESTE GORDA.

Deixe um comentário

"Sossega, cara. Eu não vou passar pelo vexame que você amargou. Sou mais esperta e meu partido é quem manda neste paízinho de..."

“Sossega, cara. Eu não vou passar pelo vexame que você amargou. Sou mais esperta e meu partido é quem manda neste paízinho de…”

Às 23 horas eu desisti de continuar “dependurado” no telão de minha TVzona. O sono, que sempre me chega às 22 h impreterivelmente, me fazia cabecear descontroladamente. Joguei a toalha. Estava entupido de palhaçada, de lenga-lenga, de irritante escárneo dos polititicas contra toda a Nação Brasileira. Havia os que não tinham conseguido mais 4 anos para continuar se cevando e, como é sabido, perdedor não perdoa. Vai à forra. Havia os que não podiam deixar escapar os R$ 748.000,00 da tão desesperadamente desejada verba destinada a Emendas Parlamentares. Como todo o Brasil devia saber, no “brasil” petralha e de colarinho branco, esta verba termina, sempre, carreando no mínimo 10% (dez por cento) para os cofres de cada parlamentar. Ou seja, cada um abocanha nada menos que R$ 74.800,00 extras. Não é de se largar um petisco destes, num país de ladrões, né não?

Ainda bem que não assisti à Derrota do Brasil e à alegria do “brasil” petralhista. Este, logo, logo, vai estar desesperado, de chapéu nas mãos, mendigando favores até a urubu, confundindo este carniceiro com papagaio. E urubu é o que não falta lá entre os Insolências…
E nós, como ficamos?
Ficamos, logicamente, entregues às mãos gulosas de vereadores, prefeitos, deputados estaduais e governadores que vão voar doidos para bicar o que der, diante de suas mãos insaciáveis. Esperem e verão.

 

POIS SEJA A DILMA (II)

Deixe um comentário

"E Deus não falou comigo"

“E Deus não falou comigo”

E a voz se fez ouvir: “Pois seja a Dilma!” E eis-me de saias, no Palácio do Planalto, andando de um para outro lado dentro do vetusto salão que é aquele onde o Presidente ou a Presidenta do Brasil tem a responsabilidade de tomar decisões que vão atingir em cheio as vidas de mais de duzentos milhões de conterrâneos seus.

E dentro de mim um inferno de dúvidas, de angústias, de incertezas, de frustrações, de sonhos despedaçados por traições que fui descobrindo aos poucos. Traições daqueles que pensavam em se aproveitar de minha sede de INDEPENDÊNCIA OU MORTE, alimentada por mim desde quando era somente uma jovem com a cabecinha de vento cheia de marxismo-leninismo e ideais comunistas.

Filosofias aéreas, etéreas, insubstantiváveis e insubstantivas porque apenas sonhos de mentes que foram além dos limites egoístas do comum das pessoas.

Mas eu acreditei piamente nelas. E sonhei, como sonham hoje os jovens drogados física e psiquicamente por filosofias econômicas globalizantes que visam tão-só enriquecer mais e mais os que mais têm e empobrecer até à condição de miséria os que pouco têm, tirando-lhes até este pouco, como acontece com os aposentados.

E sonhei em um Brasil livre de egoísmos, livre de roubalheiras, livre de traições, livre de mentiras, livre de egoísmos de indivíduos que trazem no próprio gene o vício do Poder a qualquer custo e à custa de qualquer um. Mais