VAMOS CONTINUAR PAPEANDO SOBRE PARTIDO POLÍTICO

Deixe um comentário

agressividade-infantil

Resultado do desmantelamento da Disciplina, do Respeito Cívico e da Família. Um trabalho “duro” dos políticos brasileiros. É por isto que escrevo para combatermos o estado de desenvolvimento mínimo em que fomos jogados.

Não faço a mínima idéia se o que informo aqui surte algum efeito nos poucos brasileiros que me lêem. E digo poucos porque se uma desmiolada qualquer se mostra quase pelada em fotos, exibindo maquiagens e roupas esquisitas; ou se um esganiçado que pensa que é cantor e, pior, compositor, coloca no FACE berros horrorosos, com alguns palavrões como recheio e movimentos coitais deselegantes, tudo acompanhado dum visual vampirescos, o sucesso é imediato. Ambos alcançam mais de um milhão de visualizações. “Viralizam”, diz-se no moderno e esfarrapado falar nacional brasileiro. Um “seucelso!”. Ocorre a mesma coisa se se publica cenas de crueldade explícita contra animais. A revolta é como um incêndio. Talvez porque no inconsciente dos brasileiros há o alarma de que estamos, todos, sendo forçados a regredir a este estado primitivo… A população não mais sabe se expressar por escrito. Pensa uma coisa e escreve de modo que sua mensagem é confusa e desconexa. Agradeçamos isto aos polititicas que desprezam a nossa Educação Escolar, pois a Educação Escolar de seus filhos, graças ao nosso dinheiro público, é a mais esmerada e geralmente acontece no exterior, que eles não são bestas de arriscar educá-los nas escolas depredadas e com molecada animalizada. Mais

MAIS UMA SEMANA NEGRA PARA OS BRASILEIROS

2 Comentários

"É de mim que ele fala! Sou eu, o Herói dos bandidos. E vou continuar sendo! Lembram do puxadinho? Vai sair, sim, porque eu quero. Vai encarar, vai?"

“É de mim que ele fala! Sou eu, o Herói dos bandidos. E vou continuar sendo! Lembram do puxadinho? Vai sair, sim, porque eu quero. Vai encarar, vai? Eu compro consciências porque aqui, todas são podres!”

De semana em semana o Brasil vai se aprofundando na “crise”. Não uma crise real, natural, fruto do Mercado Internacional ou interno, não. Uma crise fruto da falta de Moral , de Ética e de Decoro, seja no Executivo, seja, principalmente, no Legislativo. A meu ver, não é o Executivo o bandido-mór do dramalhão que estamos vivendo e, sim, o Legislativo. A cada dia mais e mais descarados põe a cara de fora, encorajados pelo desplante do Chefe – Eduardo Cunha. Seu descaramento é inominável. Sua arrogância não tem igual em toda a História da Humanidade. Sua desfaçatez é de pôr os cabelos de pé até mesmo em Belzebu (aliás, que ele adora com toda a certeza). Nunca, em país nenhum, um Deputado afrontou tanto toda a Nação sem que nenhum outro Poder tomasse qualquer providência séria para coibir o abuso. Nunca uma Nação foi tão desrespeitada, tão aviltada e tão espoliada quanto o nosso Brasil. Mas o pior é que temos de assistir a tudo isso aí de joelhos diante da Prepotência dos senhores Deputados. Quosque tandem?  Mais